Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/33750
Title: Missing values: estimativa da altura de vértebras ausentes ou mal preservadas para a aplicação do método anatómico na estimativa da estatura
Authors: Boas, Daniela Patrícia Lima Vilas 
Orientador: Wasterlain, Sofia
Gonçalves, David
Keywords: Método matemático; Perfil biológico; Ossos ausentes; Preservação óssea; Coluna vertebral; Regressão linear
Issue Date: 2016
Place of publication or event: Coimbra
Abstract: A estimativa da estatura representa um dos critérios necessários para a avaliação do perfil biológico. Para a sua inferência existem dois métodos especialmente estabelecidos, o método anatómico e o método matemático. O método matemático, devido à fácil e rápida aplicação, é largamente utilizado, no entanto, não é tão preciso quanto o método anatómico. Contudo, o método anatómico peca pela necessidade de vários ossos do esqueleto desde o crânio ao pé. De todos os elementos ósseos necessários para o método anatómico, as vértebras são dos que mais dificilmente se encontram preservados. Assim, o objetivo do presente estudo assenta na criação de equações de regressão linear simples e múltiplas que permitam estimar a altura de vértebras ausentes ou mal preservadas e assim viabilizar a aplicação do método anatómico. A amostra principal, a partir da qual foram utilizados os dados para a criação de modelos de regressão linear, compreendeu 70 indivíduos adultos do sexo feminino e 55 indivíduos adultos do sexo masculino, pertencentes à Coleção de Esqueletos Identificados da Universidade de Coimbra. Os modelos de regressão desenvolvidos foram testados numa amostra independente, composta por 20 indivíduos adultos do sexo feminino e 23 indivíduos adultos do sexo masculino, pertencentes à Coleção de Esqueletos Identificados Luís Lopes do Museu Nacional de História Natural e da Ciência. Em todos os indivíduos foi medida a altura máxima dos corpos vertebrais desde a segunda vertebra cervical à primeira vértebra sagrada. As correlações entre todas estas vértebras foram estatisticamente exploradas. Com exceção da segunda vértebra cervical e da primeira vértebra sagrada, as demais apresentam modelos de regressão linear simples e múltipla, para a estimativa da altura vertebral, com R2 acima de 0,5 mas mesmo para esses elementos se obtiveram modelos estatisticamente significativos. Quando aplicados na amostra independente, os resultados demonstraram que não existem diferenças significativas entre a altura estimada e a altura real documentada na grande maioria das vértebras, embora tenham sido verificadas algumas exceções. Os modelos significativos de regressão linear simples e múltipla obtidos representam assim a possibilidade de prever a altura de determinadas vértebras ausentes ou mal preservadas e deste modo possibilitar a aplicação do método anatómico.
The estimation of the stature is one of the key aspects in the evaluation of the biological profile. It can be obtained through two established methods – an anatomical versus a mathematical method. Due to its easier and fast application, the mathematical method is more frequently used though it lacks accuracy when compared with the anatomical method. This, on the other hand, requires that all bones contributing for stature are present, from the skull to the foot. From all bone elements required to implement the anatomical method, the vertebrae are the ones that are usually more absent or poorly preserved. Therefore, the aim of this study is the creation of simple and multiple regressions equations that allow for the estimation of the height of missing or poorly preserved vertebrae in order to enable the application of anatomical methods. The main sample, from which data was used to create linear regression models, was composed of 70 adult male and 55 adult female individuals from the Identified Skeleton Collection of the University of Coimbra. These regression models were tested on an independent sample, composed of 23 adult male and 20 adult female individuals, which are part of the Luis Lopes Identified Skeleton Collection housed at the Museu Nacional de História Natural e da Ciência. In all individuals, the maximum height of the vertebral bodies, from cervical to sacral, was measured. Correlations among all vertebrae were statistically investigated. With the exception of the second cervical vertebra and the first sacral vertebra, simple and multiple regression models to estimate vertebral height with R2 higher than 0.5 were found for both sexes, but the models were significant even for those skeletal elements. When applied to the independent sample, the results showed no significant differences between the predicted height and the real height in most vertebrae, though some few exceptions occurred. The models developed under this research allow predicting the height of certain missing or poorly preserved vertebrae and thus potentiating the application of anatomical methods.
Description: BOAS, Daniela Patrícia Lima Vilas - Missing values: estimativa da altura de vértebras ausentes ou mal preservadas para a aplicação do método anatómico na estimativa da estatura. Coimbra : [s.n.], 2016. Dissertação de Mestrado.
URI: http://hdl.handle.net/10316/33750
Rights: embargoedAccess
Appears in Collections:FCTUC Ciências da Vida - Teses de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
DVilasBoas_MissingValues.pdf2.15 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s) 50

302
checked on Sep 17, 2019

Download(s) 50

350
checked on Sep 17, 2019

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.