Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/33266
Title: Conhecimentos, capacidade de decisão e qualidade de vida na diabetes mellitus
Authors: Correia, Ana Laura Silva 
Orientador: Santiago, Luiz Miguel
Caetano, Inês Rosendo Carvalho e Silva
Keywords: Diabetes Mellitus tipo 2; Empoderamento; Conhecimento; Qualidade de vida; Hemoglobina glicada (HbA1c)
Issue Date: Sep-2015
Abstract: Introdução: A diabetes mellitus é uma doença crónica com necessidade de controlo permanente. Além da medição de parâmetros clínico-laboratoriais, outras variáveis são consideradas cada vez mais relevantes para um bom controlo metabólico da doença, tal como o “empoderamento” dos doentes, os seus conhecimentos sobre a diabetes, a sua “capacitação” e o impacto da mesma na qualidade de vida, o que levou à criação e aplicação de vários instrumentos para a medição destas variáveis. Objetivo: Avaliar a correlação entre o controlo metabólico da pessoa com diabetes, medido pelo valor médio dos dois últimos valores de hemoglobina glicada (HbA1c), e os instrumentos de medição de empoderamento (Diabetes Empowerment Scale Short Form – DES-SF), de conhecimentos sobre a doença (Diabetes Knowledge Test – DKT) e da qualidade de vida (EuroQoL EQ-5D e Diabetes Health Profile 18 – DHP-18) dos doentes diabéticos. Métodos: Estudo observacional transversal em amostra de conveniência de pessoas sofrendo de Diabetes Mellitus tipo 2 da USF Topázio e da USF Marquês de Marialva. Observada a realidade entre 15 de maio e 15 de junho de 2015 dos 32 diabéticos, com intervalo de confiança de 95% e margem de erro de 7%. Foi aplicado, após a consulta de enfermagem e através de entrevista, um instrumento que incluía as versões portuguesas de quatro questionários – DES-SF, DKT, EQ-5D E DHP-18 –, um consentimento informado e uma caracterização sociodemográfica e clinico-laboratorial dos diabéticos entrevistados. Realizou-se análise estatística descritiva e inferencial após verificação da normalidade dos dados. Conhecimentos, capacidade de decisão e qualidade de vida na Diabetes Mellitus tipo 2 6 Resultados: Amostra de 32 indivíduos, 59,4% do sexo feminino, com uma idade média global de 69,9±9,4 anos, um valor médio das duas últimas HbA1c conhecidas de 6,8±1,1% e um tempo médio de diagnóstico da diabetes de 11,4±8,6 anos. A média da pontuação final do DES-SF de 4,5±0,2, o DKT registou uma média de 7,9±1,7 respostas certas, o EQ-5D teve uma média de 0,73±0,27 e o DHP-18 teve pontuações médias de 1,03±1,3, 3,8±2,2 e 4,0±1,6 nos domínios do sofrimento psicológico, barreiras à atividade e alimentação desinibida, respetivamente. Verificaram-se correlações sem significado estatístico entre o controlo metabólico (HbA1c) e as pontuações finais do DKT, EQ-5D e DHP-18. Discussão e Conclusão: Este estudo revelou um bom empoderamento dos doentes diabéticos, baixo nível de conhecimentos sobre a doença, relativamente boa qualidade de vida, com pouco sofrimento psicológico, moderadas barreiras à atividade e algum descontrolo no seu comportamento alimentar. Confirmaram-se correlações, sem significado estatístico, entre os resultados do DKT, do EQ-5D e dos três domínios do DHP-18 e o valor médio da HbA1c. Background: Diabetes Mellitus is a chronic disease with continued need for control. Besides the measuring of clinical and laboratory parameters, other variables are considered increasingly relevant for a good metabolic control of this disease, such as patient’s empowerment, their knowledge about diabetes or the impact it has on the quality of life, which lead to the creation and application of many instruments to measure this variables. Objective: To evaluate the correlation between the metabolic control of the person with diabetes, measured by the mean value of glycated hemoglobin (HbA1c), and the patient’s empowerment (Diabetes Empowerment Scale Short Form – DES-SF), knowledge about the disease (Diabetes Knowledge Test – DKT) and quality of life (EuroQoL EQ-5D and Diabetes Health Profile 18 – DHP-18). Methods: Cross-sectional observational study in a convenience sample of type 2 diabetic patients from two primary care units (USF Topázio and USF Marquês de Marialva). Data represent patients status between May 15,2015 and June 15,2015, with a sample of n=32 patients which represents the diabetic population of the two primary care units with a 95% confidence interval and an error margin of 7%. By interview, after nursing consultation, a questionnaire with the Portuguese versions of DES-SF, DKT, EQ-5D and DHP-18, along with an informed consent and a sociodemographic and clinical characterization of the patients was applied. Descriptive and inferential statistics after checking for the normality of data were performed. Conhecimentos, capacidade de decisão e qualidade de vida na Diabetes Mellitus tipo 2 8 Results: The sample was of 32 diabetic patients, 59,4% women. Sample’s mean age was 69,9±9,4 years, mean HbA1c of 6,8±1,1% and mean time from diagnosis of 11,4±8,6 years. The average final score of DES-SF was 4,5±0,2, DKT registered a mean of 7,9±1,7 correct answers, EQ-5D mean score was 0,73±0,27 and DHP-18 final scores were 1,03±1,3, 3,8±2,2 and 4,0±1,6, respectively, in the psychological distress, barriers to activity and disinhibited eating subscales. There were correlations, without statistical significance, between HbA1c levels and the final scores of DKT, EQ-5D and DHP-18. Discussion and Conclusion: This study revealed that diabetic patients have a good empowerment, poor knowledge about their disease and relatively good quality of life, with a bit of psychological distress, moderate barriers to activity and some disinhibited eating. It was evident the presence of no statistically significant correlations between the results of DKT, EQ-5D and DHP-18 and HbA1c levels.
Description: Trabalho de revisão do 6º ano médico com vista á atribuição do grau de mestre (área científica de clínica geral) no âmbito do ciclo de estudos de Mestrado Integrado em Medicina.
URI: http://hdl.handle.net/10316/33266
Rights: openAccess
Appears in Collections:FMUC Medicina - Teses de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
TESE LAURA PDF.pdfTESE LAURA854.89 kBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s) 50

388
checked on Jul 2, 2020

Download(s) 50

477
checked on Jul 2, 2020

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.