Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/33196
Title: Avaliação clínica e funcional da reconstrução cirúrgica do LCA : técnica "all-inside" vs. "outside-in" : uma revisão bibliográfica
Authors: Marques, Alexandre Rebelo 
Orientador: Fonseca, Fernando
Silva, Manuel Vieira da
Keywords: Ligamento cruzado anterior; Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos; Artroscopia; Métodos
Issue Date: Jun-2016
Abstract: A importância do LCA é cada vez mais reconhecida para o funcionamento normal do joelho, principalmente nos desportos que requerem movimentos de rotação. Ele é o principal estabilizador da translação anterior da tíbia e participa secundariamente na restrição da rotação interna do joelho. Os episódios de instabilidade e a progressão frequente para artrose como resultado da sua lesão, justificam a necessidade de reconstrução desse ligamento num grande número de casos. O espectro de morbilidade da lesão é amplo, podendo causar o final precoce de carreiras desportivas. Contudo, a reconstrução cirúrgica e reabilitação podem ser tão eficazes que permitem ao atleta o regresso ao nível de competição pré-lesão. O sucesso a longo prazo da cirurgia de reconstrução do LCA é confirmado através de taxas com bons e excelentes resultados, que variam de 75% a 95%, considerando a estabilidade, o alívio de sintomas e o retorno à atividade física/desportiva. No entanto, existe ainda muita controvérsia relativamente à técnica e ao enxerto a ser utilizado. Apesar de o enxerto autógeno ser considerado o gold-standard para a reconstrução do LCA pela sua disponibilidade, segurança, baixo custo, além das suas características biológicas, ainda continuamos à procura do enxerto ideal, capaz de ser biologicamente integrado e reproduzir a inserção anatómica, biomecânica e o controlo neuromuscular do ligamento nativo. Assim, a escolha é multifatorial. Do mesmo modo, e apesar de a última década estar rica de avanços técnicos na reconstrução cirúrgica do LCA, o sucesso do procedimento tem-se mantido estável ao longo do último quarto de século e não há nenhuma evidência de superioridade de uma técnica sobre a outra. Para a elaboração deste trabalho, foi então realizada uma pesquisa computadorizada nas bases de dados PubMed, Medline EBSCO e B-On para identificar todos os estudos clínicos que realizaram a comparação e descrição, da cirurgia de reconstrução do ligamento cruzado anterior (LCA), com as diferentes técnicas. Os artigos foram selecionados com base no título e no conteúdo do resumo, independentemente do desenho do estudo. Para uma melhor fundamentação teórica, foram também consultados alguns livros de texto, nomeadamente da área da Ortopedia; tendo sido então elaborada a exposição e discussão dos resultados. Após escolha da bibliografia e identificados os passos anteriores, foi elaborada uma detalhada descrição de alguns pontos-chave de cada uma das técnicas comparadas.
The importance of the anterior cruciate ligament (ACL) has been increasingly recognized for the normal function of the knee, especially in sports that require rotational movements. It is the primary stabilizer of anterior tibial translation and also has a role in the restriction of internal rotation of the knee. The episodes of instability and frequent progression to osteoarthritis as a result of its injury, require the ligament reconstruction in many cases. There is a broad spectrum of injuries which may include the premature end of sports careers. Surgical reconstruction and rehabilitation can be effective, allowing the athlete to return to pre-injury levels of competition. The long-term success rates of ACL reconstruction surgery are confirmed with good/excellent results, ranging from 75% to 95%, considering the stability, relief of symptoms and return to physical / sporting activity. Nevertheless, there is still controversy regarding the technique and graft choice. Although autogenous graft is considered the gold standard due to ACL reconstruction for its availability, safety, low cost and their biological characteristics, we are still searching for the ideal graft, capable of being biologically integrated and reproduce the anatomic insertion, biomechanics and neuromuscular control of the native ligament. Therefore, the choice is still multifactorial. Similarly, and despite the major technical advances in surgical reconstruction of the ACL in the last decade, the success rates of the procedure remain stable over the last quarter century and there is no evidence of superiority of any technique over the others. Preparation for this work, a computerized search was performed in PubMed, Medline, EBSCO and B-On to identify all clinical studies which describe and compare, the ACL reconstruction surgery different techniques. Articles were selected based on the title and content of the summary, regardless of the study design. In doubt, the article was downloaded and fully read. For a better theoretical basis, some textbooks were also consulted, particularly of Orthopaedics area; it was then prepared the presentation and discussion of results. After choosing the literature and identifying the above steps, it was drawn a detailed description of the key points of each technique compared.
Description: Trabalho final do mestrado em medicina do desporto com vista à atribuição do grau de mestre (área científica de ortopedia), apresentado à Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra
URI: http://hdl.handle.net/10316/33196
Rights: openAccess
Appears in Collections:FMUC Medicina - Teses de Mestrado
UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
TESE MESTRADO — ACL CAPA.pdfCapa592.03 kBAdobe PDFView/Open
TESE MESTRADO — ACL.pdfDissertação1.66 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s) 10

1,035
checked on Nov 28, 2022

Download(s) 20

1,750
checked on Nov 28, 2022

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.