Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/33109
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorSantos, Maria João Rama Seabra-
dc.contributor.authorSantos, Patrícia Alexandra Ribeiro dos-
dc.date.accessioned2016-11-25T16:54:33Z-
dc.date.available2016-11-25T16:54:33Z-
dc.date.issued2016-
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10316/33109-
dc.descriptionDissertação de mestrado em Psicologia Clínica e da Saúde, especialização em Psicoterapia Sistémica e Familiarpor
dc.description.abstractSabe-se que os pais desempenham um papel fundamental no desenvolvimento dos seus filhos. Os programas de educação parental constituem uma ajuda importante no treino das capacidades parentais, favorecendo a comunicação entre pais e filhos, tornando estas relações mais positivas, diminuindo os comportamentos problemáticos das crianças e promovendo o desenvolvimento e manutenção de comportamentos mais adaptativos. Para que estes programas sejam eficazes e efetivos é importante garantir que eles são transpostos da teoria para o “mundo real” da forma mais correta, respeitando determinados critérios. O recrutamento das famílias constitui um dos muitos fatores importantes nesta equação, sendo fundamental perceber que aspetos poderão dificultar ou facilitar a adesão de pais a estes programas. Os objetivos gerais desta investigação consistiram em averiguar quais as barreiras e quais os facilitadores mais referidos pelos pais, quando convidados a participar em grupos de pais com o programa Anos Incríveis. A amostra foi constituída por 164 pais inscritos em 9 centros de saúde do distrito de Coimbra, que responderam em formato entrevista, questionário ou telefonema ao instrumento Identificação de Barreiras e Facilitadores à Participação no Programa Anos Incríveis. Resultados: Foi notável a discrepância entre a adesão de mães e pais-homens ao programa, com uma maioria de mães aderentes. Os conflitos de horário foram a barreira mais referenciada pelos pais não-aderentes, demonstrando a necessidade de criar alternativas que satisfaçam o maior número de famílias. Discussão: A fraca adesão de pais-homens aponta para a necessidade de usar diferentes estratégias de recrutamento. De um modo geral, os resultados chamam a atenção para a necessidade de fornecer mais informação aos pais acerca do programa que se está a oferecer e para a importância de fazer chegar essa informação, de um modo direto, a todos os potenciais participantes. Os resultados desta investigação permitem, ainda, clarificar os aspetos positivos do programa Anos Incríveis no que toca à sua capacidade para atrair a adesão de pais.por
dc.description.abstractIt is known that parents play a key role in the development of their children. Parenting programs are an important help in the training of parenting skills, encouraging communication between parents and children, making their relationships more positive, reducing children problematic behaviors and promoting the development and maintenance of more adaptive behaviors. For these programs to be efficient and effective it is important to ensure that they are conveyed from theory to the "real world" in the most correct ways, respecting certain criteria. The recruitment of families is one of many important factors in this equation, making it central to highlight which aspects may hinder or facilitate the adherence of parents to these programs. The main goals of this research are to find out what are the barriers and facilitators which are most mentioned by parents when invited to participate in parent groups with the Incredible Years program. The sample consisted of 164 parents, users of nine health care centers in the district of Coimbra, who reported Barriers and Facilitators to Participation in the Incredible Years Program through an instrument in the form of an interview, a questionnaire or a phone call. Results: The discrepancy between the adherence of mothers and fathers to the program was noticed, with a majority of participants being mothers. Scheduling conflicts were the most frequently mentioned barrier for non-participant parents, emphasising the need to propose alternatives that satisfy as many families as possible. Discussion: The poor adherence of fathers draws attention to the need to use different recruitment strategies. In general, results highlight the need to provide more information to parents about the program that is being delivered and the importance of giving this information in a direct way to all potential participants. Results also clarify the positive aspects of the Incredible Years program in terms of its ability to attract the adherence of parents.por
dc.language.isoporpor
dc.rightsopenAccesspor
dc.subjectPrograma Anos Incríveispor
dc.subjectRecrutamentopor
dc.subjectAdesãopor
dc.subjectBarreiras e facilitadorespor
dc.subjectPais-homenspor
dc.titleAdesão a um programa de educação parental: quais as barreiras e os facilitadores percecionados pelos pais?por
dc.typemasterThesispor
degois.publication.locationCoimbrapor
degois.publication.titleAdesão a um programa de educação parental: quais as barreiras e os facilitadores percecionados pelos pais?por
dc.peerreviewedyespor
uc.controloAutoridadeSim-
item.fulltextCom Texto completo-
item.grantfulltextopen-
item.languageiso639-1pt-
crisitem.advisor.deptFaculty of Psychology and Educational Sciences-
crisitem.advisor.researchunitCINEICC – Center for Research in Neuropsychology and Cognitive and Behavioural Intervention-
crisitem.advisor.orcid0000-0001-5035-0816-
Appears in Collections:FPCEUC - Teses de Mestrado
UC - Dissertações de Mestrado
Files in This Item:
File Description SizeFormat
TESE MIP - Patrícia Alexandra Santos - 2016.pdf1.52 MBAdobe PDFView/Open
Show simple item record

Page view(s) 20

706
checked on Sep 28, 2022

Download(s) 50

369
checked on Sep 28, 2022

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.