Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/32971
Title: Autenticidade e Centros Históricos Património Mundial: contributo para explicar a redundância - uma abordagem multigrupos
Authors: Paiva, Odete Maria de Matos 
Orientador: Cravidão, Fernanda
Abrantes, José
Keywords: Autenticidade; Authenticity; Centros Históricos Património Mundial; Ligação ao Lugar; Imagem Turística; Valores Culturais; World Heritage Historic Centers; Place Attachment; Destination Image; Cultural Values
Issue Date: 26-Apr-2017
Citation: PAIVA, Odete Maria de Matos - Autenticidade e centros históricos património mundial : contributo para explicar a redundância - uma abordagem multigrupos. Coimbra : [s.n.], 2017. Tese de doutoramento. Disponível na WWW: http://hdl.handle.net/10316/32971
Project: info:eu-repo/grantAgreement/FCT/SFRH/SFRH/BD/81225/2011/PT 
Abstract: As cidades e os seus centros históricos são lugares únicos e repletos de experiências turísticas. Os Centros Históricos Património Mundial destacam-se pela sua excecionalidade (UNESCO, 2016) e afirmam-se como destinos turísticos em forte expansão, cada vez mais procurados pelos turistas culturais que pretendem experimentar lugares autênticos (NCDOT, 2000). No contexto de procura turística, especificamente dos Centros Históricos Património Mundial, a autenticidade é um aspeto fundamental, pois atribui àqueles destinos valor universal, cultural e patrimonial, constituindo um forte atrativo turístico. Apesar da importância do conceito, a autenticidade foi ainda pouco estudada, especialmente o seu impacto no comportamento dos turistas. O presente estudo pretende colmatar a ausência de investigação empírica no contexto do turismo cultural, nomeadamente na pesquisa sobre autenticidade da experiência turística e a relação com as características dos turistas e seus comportamentos, nomeadamente: os valores culturais, a imagem turística, a ligação ao lugar e as intenções futuras de comportamento com uma abordagem quantitativa. Foram recolhidos dados através de inquérito por questionário a 1200 turistas que visitaram dois Centros Históricos Património Mundial – Guimarães em Portugal e Córdova em Espanha. Os dados foram analisados através de um modelo de equações estruturais, numa abordagem multigrupos, fazendo-se uma comparação entre turistas de três nacionalidades: portugueses, franceses e espanhóis. Os resultados obtidos permitem concluir que os valores culturais influenciam a imagem cognitiva que os turistas formam dos lugares Centros Históricos Património Mundial, concretamente no reconhecimento da existência de atrações culturais e históricas interessantes. Do mesmo modo, aqueles valores influenciam a construção da imagem afetiva. Os turistas que visitam Centros Históricos Património Mundial formam a imagem desses destinos com base na existência de atrações culturais e históricas interessantes, com valor e importância. Por outro lado, classificam aqueles centros como autênticos e consideram-nos, por isso, bons locais de visita. Estas características dos Centros Históricos Património Mundial influenciam a memória do lugar, ou seja, o interesse pela história e pelos episódios que tornaram estes locais famosos, assim como pelos edifícios que preservam a memória de tempos e civilizações passadas. A autenticidade da experiência turística é influenciada por estes aspetos, o que faz com que os turistas durante a visita se sintam em contacto com a história da humanidade e da civilização, com as lendas e as personalidades históricas e apreciem a experiência espiritual e única, que esta lhes proporciona. Por fim, esta experiência traduz-se na intenção de recomendar a visita a Centros Históricos Património Mundial e a outros sítios Património Mundial aos amigos e a intenção de eles próprios visitarem outros sítios classificados como Património Mundial. A discussão dos resultados centra-se nas implicações para a ciência e para o desenvolvimento de estratégias de gestão e marketing de destinos Centros Históricos Património Mundial, mas também aplicável a outros destinos de turismo cultural.
Cities and their historical centers are unique places full of tourism experiences. The World Heritage Historic Centers Stand out for their exceptionality (UNESCO, 2016) and are tourist destinations rapidly expanding increasingly sought by cultural tourists looking for authentic experiences in authentic places (NCDOT, 2000). In the context of tourism demand, specifically in World Heritage Historic Centers, authenticity is a fundamental aspect as it assigns to those destinations a universal, cultural and patrimonial value constituting a strong tourist attraction. Despite the importance of the concept, authenticity stills little studied, especially its impact on tourists’ behavior. The present study aims to fill the lack of empirical research in the context of cultural tourism, namely in the research of tourist experience authenticity and the relation with tourists’ characteristics and their behavior namely cultural values, tourist image, place attachment and behavioral intentions with a quantitative approach. A survey was applied to collect data from 1200 tourists visiting two World Heritage Historic Centers – Guimarães in Portugal and Cordoba in Spain. Data was analyzed in order to establish a structural equation model in a multigroups approach comparing tourists from three nationalities: Portuguese, French and Spanish. The results allow concluding that the cultural values influence the cognitive image that tourists form of World Heritage Historic Centers, specifically in the recognition of interesting cultural and historical attractions existence. Likewise, those values influence the affective image. Tourists visiting World Heritage Historic Centers form images of those destinations based on the existence of interesting cultural and historic attractions, with value and importance. On the other hand they classify those centers as authentic and so they consider them good visit places. Those characteristics of the World Heritage Historic Centers influence the place memory, meaning the interest for the history and narratives that made those sites famous, as well as by buildings that preserve the memory of past times and civilizations. Tourist experience authenticity is influenced by these aspects, which makes tourists feel in contact with the history of humanity and civilization, with legends and historical personalities during the visit, as well as they enjoy the spiritual and unique experience, provided by that destination. Finally, this experience translates into the intention of recommending the visit to World Heritage Historic Centers and other World Heritage sites to friends. Tourists also intend to visit other World Heritage sites themselves. Discussion centers on the implications of model to theory and managerial development of strategies for World Heritage Historic Centers and other cultural tourist destinations.
Description: Tese de doutoramento em Turismo, Lazer e Cultura, na especialidade de Património e Cultura, apresentada ao Departamento de Geografia e Turismo da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra
URI: http://hdl.handle.net/10316/32971
Rights: embargoedAccess
Appears in Collections:FLUC Geografia - Teses de Doutoramento

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Autenticidade e Centros Históricos Património Mundial.pdf22.61 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s) 10

676
checked on May 21, 2019

Download(s) 50

286
checked on May 21, 2019

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.