Title: O forte de Nossa Senhora da Graça : arte e regra do desenho
Authors: Prazeres, Tiago Miguel Castanho 
Keywords: Desenho de fortificações;Forte de Nossa Senhora da Graça;Fortificação abaluartada;Fortificações, Elvas
Issue Date: Jul-2016
Abstract: A forma de fortificar sofreu grandes alterações a partir do século XVI, transitando de uma fortificação vertical munida de torres para uma horizontal abaluartada. Ao longo dos tempos foram produzidos diversos tratados de fortificação moderna que respondiam aos avanços da artilharia, propondo adaptações às novas técnicas de guerra até ao seu obsoletismo em finais do século XIX. A cidade de Elvas, como praça fronteiriça e principal ponto de entrada em Portugal, viu o seu conjunto fortificado ser constantemente alterado e alargado durante a sua história. As suas fortificações foram levantadas de acordo com as técnicas de alguns dos sistemas que mais se afirmaram internacionalmente. Apresentam, dentro dos critérios de cada método, soluções distintas e inovadoras que permitem à fortificação adaptar-se às condições do local, garantindo um melhor desempenho da sua função. O Forte de Nossa Senhora da Graça é o principal expoente das fortificações elvenses. Destaca-se pela sua posição estratégica, poderio militar e composição arquitectónica. O desenho do Forte é um reflexo do conhecimento da arte da guerra e de fortificação do Conde de Lippe e do génio inventivo do Engenheiro Valleré. As suas características revolucionárias representam uma grande evolução tecnológica para a época, fazendo do Forte da Graça uma fortificação de referência internacional.
The fortification building methods endured great changes since the sixteenth century, transitioning from a vertical fortification equipped with towers to a bastioned and horizontal one. Over the ages many treaties of modern fortification were produced in order to respond to the progress made in artillery, proposing adjustments to the new war techniques until its obsoletism in the late nineteenth century. The city of Elvas, as a garrison border town and main entry point in Portugal, has seen its fortified set being constantly modified and extended throughout its history. Its fortifications were erected according to the techniques of some of the systems that excelled internationally. They present, within the criteria of each method, different and innovative solutions that allow the fortification to adapt to the conditions of the place, guaranteeing a better execution of its function. The Fort of Nossa Senhora da Graça is the main exponent of Elvas' fortifications. It stands out for its strategic position, military power and architectural composition. The Fort’s design is a reflection of the knowledge in the art of war and fortification of Count of Lippe and the inventive genius of the Engineer Valleré. Its revolutionary features represent a major technological evolution for the time, making the Fort of Graça a fortification of international reference.
Description: Dissertação de Mestrado Integrado em Arquitectura, apresentada ao Departamento de Arquitectura da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra.
URI: http://hdl.handle.net/10316/32954
Rights: openAccess
Appears in Collections:FCTUC Arquitectura - Teses de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
tiago prazeres.pdf606.82 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record
Google ScholarTM
Check
Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.