Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/32169
Title: A teoria tem rosto e lugar: a cooperação Brasil-Moçambique na área da saúde e o descentramento da agenda teórica em Relações Internacionais
Authors: Melo, Vico Denis Sousa de 
Orientador: Pureza, José Manuel Marques da Silva
Keywords: Relações Internacionais; Cooperação; Pós-Colonialismos; International Relations; Post-Colonialisms; Domestic Colonialism
Issue Date: 16-Dec-2016
Citation: MELO, Vico Denis Sousa de - A teoria tem rosto e lugar : a cooperação Brasil-Moçambique na área da saúde e o descentramento da agenda teórica em Relações Internacionais. Coimbra : [s.n.], 2016. Tese de doutoramento. Disponível na WWW: http://hdl.handle.net/10316/32169
Abstract: A tese de Doutorado A Teoria tem Rosto e Lugar: a cooperação Brasil-Moçambique na área da saúde e o descentramento da agenda teórica em Relações Internacionais debate sobre o processo de invisibilização das epistemologias do Sul pelas teorias tradicionais hegemônicas, utilizando-se de uma perspectiva descolonial e de um pensamento heterárquico, em que a multiplicidade de saberes e práticas são visibilizadas. A tese teve como objetivo o resgate da História do Sul global nas relações internacionais, com intuito de possibilitar entendimento da construção dos Estados pós-coloniais e o desenvolvimento das relações Sul-Sul, através da denúncia do colonialismo e suas novas formas de ação nessas sociedades. Uma maior evidência da História do Sul global não é só uma questão de justiça histórica, mas de (re)localizar a discussão sobre o Estado nas relações internacionais, de que suas estruturas são preponderantemente heterogêneas com ações muitas vezes difusas. A lógica de homogeneidade estrutural que é imposta na disciplina de Relações Internacionais está mais próxima de uma construção imaginária que sustentada na realidade. Para além dessa heterogeneidade, o Estado e, consequentemente, a política (de cooperação) internacional promovida por ele, sofrem ingerências tanto internas quanto externas, a exemplo do neocolonialismo e do colonialismo interno, que perduram mesmo após o fim do colonialismo formal. Para se chegar a tal compreensão, foi utilizada uma metodologia plural, realizando-se entrevistas, “conversações” e observação participante. Um dos resultados auferidos dessa pesquisa foi o desvirtuamento dos ideais acordados na construção da Fábrica de Antirretrovirais – conhecido agora como Sociedade Moçambicana de Medicamentos – promovida entre o Brasil e Moçambique, a partir de interesses de segmentos políticos e econômicos moçambicanos, assim como por desinteresses de segmentos da elite política e econômica brasileira. Esses (des)interesses se baseiam numa possível privatização da Sociedade Moçambicana de Medicamentos, pensada, em ser uma fábrica de produção de antirretrovirais 100% pública e voltada ao atendimento exclusivo da população local, num primeiro momento, afetada pelo HIV/AIDS. Portanto, a tese buscou analisar a partir de uma visão/ação descolonial, como tal projeto acabou sendo cooptado por interesses de grupos hegemônicos, internos e externos, utilizando-se de uma perspectiva heterárquica de reconhecimento da diversidade histórico-social e política.
The PhD thesis The Theory has a face and a place: Brazil- Moçambique cooperation in the health area and the decentering of theoretical agenda in International Relations aims to debate the invisibilization of epistemologies of the South regarding the hegemonic theories, considering a decolonial perspective and a heterarchical thought, whereas there is a practice transparency and a multiple knowlegde. The main goal was to rescue the global south history on the international relations, in order to enable how was the construction of the post-colonial states and the development of the South-South relations, exposing the colonialism and its new modus operandi in these societies. The highlight on the history of the global south its not only a matter of historical justice, but implies on the (re)location of the discussion about the State on international relations, understanding that its structures are mostly heterogeneous and with diffuse actions. The logical of homogeneity structure imposed by the International Relations studies is closer from an imaginary construction than a reality on its own. In addition to this heterogeneity, the State, and consequently the international (cooperation) policy promoted by the State are affected by both internal and external disturbs, such as the neocolonialism and domestic colonialism that still present even after the end of the formal colonialism. To achieve this conclusion, this work uses a plural methodology, including interviews, informal conversations and participative observation. One of the results of the research was the distortion of the ideals which were previously agreed on the construction of the Antiretroviral Fabric – known as Sociedade Moçambicana de Medicamentos – promoted between Brazil and Mozambique, from interests of Mozambican political and economic groups, in addition to the lack of interest from the Brazilian political and economic elite. This (lack of) interest is based on a possible privatization of the Sociedade Moçambicana de Medicamentos, thought to be a 100% public anti-retroviral production center with an exclusive focus on the local population, on a first moment, affected by HIV/AIDS. Therefore, this thesis aimed to analyze, from a decolonial perspective, how this Project was co-opted by hegemonic groups of interest – both intern and extern – using a heterarchical perspective to recognize the political and social-historical diversity.
Description: Tese de doutoramento em Pós-colonialismo e Cidadania Global, apresentada à Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra
URI: http://hdl.handle.net/10316/32169
Rights: openAccess
Appears in Collections:FEUC- Teses de Doutoramento
UC - Teses de Doutoramento
I&D CES - Teses de Doutoramento

Files in This Item:
File Description SizeFormat
A teoria tem rosto e lugar.pdfTese de Doutoramento em Pós-colonialismos e Cidadania Global, apresentada à Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra.3.2 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s) 10

944
checked on Aug 18, 2022

Download(s) 50

531
checked on Aug 18, 2022

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.