Please use this identifier to cite or link to this item: https://hdl.handle.net/10316/32049
Title: A prova de esforço cardiorrespiratória em pneumologia : o exemplo da DPOC
Authors: Coelho, Sara Alcobia 
Orientador: Loureiro, Cláudia Chaves
Keywords: Prova de esforço; Provas funcionais respiratórias; Pneumologia
Issue Date: 2014
Abstract: One of the current designs of medicine, given the aging of the population and the increase in chronic pathologies, is to improve the patients’ quality of life and try to optimize resources. Chronic obstructive pulmonary disease - COPD - is the 4th leading cause in worldwide mortality, and represents a major public health problem. When approaching this pathology, exercise intolerance is a strong indicator of the overall damage to the individual, predictive of a prognosis, in such way that evaluating physical condition may be considered as important as evaluating the pulmonary function. Walking tests – the six minute walk test (6MWT) and the shuttle walk test (SWT) - and the cardiopulmonary exercise test (CPET) are widespread in clinical practice. The aim of this review is to compare the different tests in order to draw conclusions about the applicability and the necessity of CPET in evaluating DPOC. When assessing the variables that help characterize the severity of the disease, evaluate the prognosis, and therapeutic setting, walking tests allowed a good approximation to the values obtained with the CPET. They provide satisfying information for evaluating performance, prognosis and established therapy, and present a good reproducibility, if performed rigorously. The simplicity of implementation in clinical practice is a big advantage over the CPET. On the other hand, CPET allows the identification of comorbidities, co-existing conditions, or diagnoses alternatives, as a cause to exercise intolerance. Thus, we conclude that CPET in clinical practice is not necessary in the primary approach to COPD and may be reserved for situations with no clear information after the routine assessment and the results from the walking tests
Um dos desígnios actuais da medicina, face ao envelhecimento populacional e aumento da prevalência de patologias crónicas, é melhorar a qualidade de vida destes doentes, procurando optimizar a gestão de recursos. A doença pulmonar obstructiva crónica – DPOC – é 4ª. Causa de mortalidade mundial, e representa um importante problema de saúde pública. Na abordagem desta patologia, a intolerância ao exercício é um forte indicador do dano global do indivíduo, preditora de prognóstico, de tal modo que a avaliação da capacidade física pode considerar-se tão importante como a avaliação da função pulmonar. Na prática clínica estão difundidos sobretudo os testes de marcha – prova dos seis minutos marcha (six minute walk test - 6MWT) e a prova de shuttle (shuttle walk test - SWT) - e a Prova de esforço cardiorespiratória (cardiopulmonary exercise test - CPET). Esta revisão pretendeu comparar os diferentes testes para concluir acerca da aplicabilidade e da necessidade da CPET na avaliação da DPOC. Na avaliação das variáveis que auxiliam na caracterização da severidade da doença, avaliação do prognóstico, e definição da terapêutica, os testes da marcha permitiram uma boa aproximação aos valores obtidos pela CPET. Fornecem informação satisfatória na avaliação da performance, prognóstico, e terapêutica instituída, e apresentam boa reproductibilidade, se realizados com rigor. Apresentam como grande vantagem face à CPET a simplicidade de execução na prática clínica. A CPET, por sua vez, permite identificar comorbilidades, condições co-existentes, ou alternativas diagnósticas, como causa de intolerância ao esforço. Assim, conclui-se que na prática clínica a CPET poderá reservar-se para situações específicas e não elucidadas após avaliação rotineira e dos resultados dos testes da marcha, não sendo necessária na abordagem primária da DPOC.
Description: Trabalho final de mestrado integrado em Medicina (Pneumologia), apresentado á Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra
URI: https://hdl.handle.net/10316/32049
Rights: openAccess
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado
FMUC Medicina - Teses de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
tese.pdf446.7 kBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s) 10

990
checked on Feb 20, 2024

Download(s) 5

3,704
checked on Feb 20, 2024

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.