Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/31896
Title: Expressividade emocional na família e satisfação conjugal:como se relacionam?
Authors: Martins, Mélisa Emanuela Vicente 
Orientador: Machado, Maria Teresa Sousa
Keywords: Expressividade emocional na família; Satisfação conjugal; Socialização das emoções; Desenvolvimento emocional; Emoções
Issue Date: 2015
Serial title, monograph or event: Expressividade emocional na família e satisfação conjugal:como se relacionam?
Place of publication or event: Coimbra
Abstract: A expressividade emocional é definida como um padrão persistente ou um estilo de exibição verbal ou não-verbal. Está frequentemente relacionada com a emoção e é medida usualmente em termos de frequência, sendo a expressividade familiar referente a um estilo predominante de exibição verbal ou não-verbal dentro da família (Halberstadt, 1995). A relação conjugal é central no sistema familiar, constituindo-se como um dos principais cenários para o fomento da socialização das crianças tendo impacto na sua maturação sócio-emocional (Wong, McElwain & Halberstadt, 2009). Neste sentido, o presente estudo pretende avaliar a relação que existe entre a expressividade emocional na família e a satisfação conjugal, de forma a perceber de que modo uma parentalidade positiva tem impacto nos recursos emocionais e psicológicos que podem interferir com o desenvolvimento emocional das crianças. Para isto, recorreu-se a uma amostra de 57 participantes (38.6% beneficia do apoio do Sistema Nacional de Intervenção Precoce na Infância) analisando-se as relações entre a expressividade emocional positiva ou negativa na família com a satisfação conjugal e o seu impacto em cada uma delas. Conclui-se que a expressividade emocional na família tem impacto no modo como os sujeitos avaliam a sua relação conjugal, sendo que a expressividade emocional positiva na família está associada a uma maior satisfação conjugal e a expressividade emocional negativa associada a estados de satisfação mais negativos.
Emotional expressiveness is defined as a persistent pattern of verbal or nonverbal display style. It is often related to emotion and is usually measured in terms of frequency. The emotional expressivenss in the family referes to a predominant style display which may be verbal or nonverbal within the family (Halberstadt, 1995). The marital relationship is central in the family system, establishing itself as one of the main scenarios for the development of socialization of children having an impact on their social and emotional maturity (Wong, McElwain & Halberstadt, 2009). This study aims to assess the relationship between emotional expressiveness in the family and marital satisfaction in order to realize the impact that positive parenting has on emotional and psychological features that can interfere with the emotional development of children. For this, we used a sample of 57 participants (38.6% benefits from the support of the Early Intervention) to analyze the relationship between positive or negative emotional expressiveness in the family with the marital satisfaction and its impact on each. It is concluded that emotional expressiveness in the family has an impact on how individuals evaluate their marital relationship. The positive emotional expressiveness in the family is associated with higher marital satisfaction and negative emotional expressiveness associated with more negative satisfaction states
Description: Dissertação de mestrado em Psicologia da Educação, Desenvolvimento e Aconselhamento, apresentada à Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade de Coimbra.
URI: http://hdl.handle.net/10316/31896
Rights: openAccess
Appears in Collections:FPCEUC - Teses de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
TESE MIP - Mélisa Martins.pdf444.92 kBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s) 20

587
checked on Sep 21, 2020

Download(s)

95
checked on Sep 21, 2020

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.