Title: Ver e Ler Paulo Cantos. Um Projecto Bio-Bibliográfico
Authors: Gomes, António Manuel Sucena Silveira 
Keywords: design gráfico;Portuguese graphic design
Issue Date: 18-Jan-2017
Citation: GOMES, António Manuel Sucena Silveira - Ver e ler Paulo Cantos : um projecto bio-bibliográfico. Coimbra : [s.n.], 2017. Tese de doutoramento. Disponível na WWW: http://hdl.handle.net/10316/31763
Abstract: Esta tese procura estabelecer bases para o resgate da obra de Paulo Cantos e a sua inserção na história do design em Portugal, sendo seu objetivo central como projecto “ver e ler” Paulo Cantos no perfil narrativo, impulsivo e humorístico intrínseco à sua obra e aos seus processos de design. Paulo Cantos foi um professor de liceu com uma produção editorial frenética, mas os seus livros não podem ser vistos meramente como manuais escolares, pois a imaterialidade deste meio alimenta a sua necessidade em construir processos heurísticos e visualizações com informação diagramática e ilustrativa, como o seu livro de anatomia humana dos anos trinta onde vemos zincogravuras desenhadas com um estilo redutor e racional da forma, nunca encontramos em manuais escolares da época. Com este livro e o seu próprio método estenográfico e taquigráfico, Cantos emancipa-se no meio e na ecologia do manual desta época. A sua visão pedagógica através do desenho é de acessibilidade social, como um mecanismo unificador e progressivo. Cantos desenvolveu a sua ideia de escola e educação como uma acumulação de possibilidades enciclopédicas fragmentárias juntando algumas derivações lúdicas, dissolvendo as suas fronteiras num romance dicionarístico e epistemológico. Do mesmo modo, reapropria-se da sua própria obra impressa para construir um modelo anatómico tridimensional, como um sarcófago contendo um esqueleto verdadeiro, com diagramas e escantilhões dos órgãos que funcionam como teatros explicativos de sombras chinesas, convidando os seus alunos a copiar o “seu estilo” efusivo, numa assumida atitude livre, justamente niveladora e invulgar que naquela altura aproximava os seus objetivos didáticos como educador, através de publicações de cariz generalizador das ciências. Por fim e à parte das suas experimentações modernistas e festeiras, identifica-se uma estranheza no seu trabalho, por aspirar a meios tecnológicos dos quais estava descontextualizado ou que ainda não tinham sido inventados. Daí o seu desalinhamento com a realidade. O seu trabalho mais tardio focou--se na propagação da Gerontologia, promovendo as suas atividades culturais e promovendo a discussão e o avanço da disciplina. A maior parte da sua obra permaneceu em obscuridade até ao seu falecimento, mas os seus livros, armazenados na sua casa, ressurgiram nos anos noventa cativando a atenção e imaginação de uma nova geração de “boémios” bibliófilos. À medida que o legado de Paulo Cantos vai sendo escrutinado, torna-se impossível não estabelecer analogias com as ansiedades e ocupações de novas gerações de designers, artistas e pedagogos que vivendo na era do livre acesso reforçam o sentido do social, do ecológico e do humano. Os métodos expansivos da educação progressista através da prática artística tinham um fito comum antes de serem perseguidos pelo crescimento do fascismo na europa.
The goal of this thesis is to resurrect the work of the author Paulo Cantos (1892- 1979), to revisit his book archives, and to place them back into Portuguese Design History context. “Seeing and reading” as a project, to shed a light on his impulsive, humoristic character together with his intrinsic book design processes. Cantos was a Portuguese schoolmaster, with a frenetic editorial activity, yet his books are not merely school manuals, their inherent materiality (and imateriality) urged his need to construct and display modular information into diagrammes and ilustrations, starting in the early thirties where we see etchings made with a reductive rational form, unseen in Portuguese schoolbooks of that period. Together with his proposed method for portuguese stenography and positing a clear emancipation of his views on teaching as an accessible and socially unifying mechanism for his “progressive pedagogy”. But not only that, Cantos blurred his idea of school and education as fragmented encyclopaedic accumulation of possibilities and playful derivations, mixing the dominant positivist mentality with nineteenth century epistemological Romance culture. In the same way he designed from his own books (man-machine) Heuristic 3D human models, cut-out shapes for shadow puppet theatre explanations. Focussing his action on the existing tautologies between book and explication. Furthermore by inviting his students to “copy his style” in an assumed “open Source” ideal, an attitude that was unusual at that time but made possible by his didactic objectives as educator, access to pioneering popular culture publications and a growing diagogic persona that ressonates, to this day, in his book designs. Ultimately his “festive modernist” experimentations in typography define an underlying strangeness to all of his work, apparently making it aspire to technical conditions that he was oblivious to, and as such seem out of cue with the material states of their realization. His later work, pedagogical in nature, was devoted to Gerontology, maintaining his energetic desire to expand his work and a relentless desire for closure that was only interrupted by his accidental demise. Most of his books weren’t properly distributed, and were left in storage at his house, but in the early nineties they resurfaced capturing the attention of a new generation of “bohemian” bibliophiles and avid remediators. Furthermore as Cantos’ legacy is uncovered it is impossible not to establish solid analogies with the anxieties of the newer generations of graphic designers, artists and pedagogues that live in an atmosphere of access and yet, urge to reinforce a sense of the social, the ecological and the human especially in pedagogical circles. The expanded methods of progressive education advocating origination and self-improvement through artistic practice had a point before they were dismissed by the fascist overturn in Europe.
Description: Tese de doutoramento em Arte Contemporânea, apresentada ao Colégio das Artes da Universidade de Coimbra
URI: http://hdl.handle.net/10316/31763
Rights: openAccess
Appears in Collections:Colégio das Artes - Teses de Doutoramento

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Ver e Ler Paulo Cantos.pdfTese Doutoramento documento incl. miolo e capa13.35 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record
Google ScholarTM
Check
Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.