Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/31050
Title: Osteoporose e o envelhecimento
Authors: Lopes, Ana Isabel Fernandes 
Orientador: Veríssimo, Manuel Teixeira
Keywords: Envelhecimento; Osteoporose
Issue Date: 2014
Abstract: Introdução: A osteoporose é uma doença sistémica e progressiva caraterizada por uma redução na massa óssea e desarranjo da sua microarquitetura, o que conduz à fragilidade óssea e ao aumento do risco de fratura após um traumatismo de baixa energia. Atualmente a doença em questão constitui um problema de saúde pública numa sociedade que caminha cada vez mais para o envelhecimento. Este trabalho tem por objetivo a revisão dos conhecimentos atuais, clarificando aquilo que hoje é conhecido e aplicado acerca do mecanismo de desenvolvimento da osteoporose no decurso do processo natural do envelhecimento. Novas perspetivas e teorias sobre este tema foram também lançadas. Métodos: Foram revistos estudos originais e também revisões da literatura publicados em revista, livros ou indexados no pubMed, relativos ao tema da osteoporose e ao processo natural do envelhecimento. Também foi obtida informação publicada por sociedades científicas. A publicação da informação no período temporal decorrido entre 2004 e 2014 constituiu um critério de seleção. Resultados: Durante o envelhecimento há um comprometimento no turnover ósseo, com impacto na estrutura e nas propriedades dos constituintes do osso elevando-se, desse modo, o risco de fratura. A idade constitui, em si mesmo, um fator de risco para o desenvolvimento de osteoporose, observando-se para os dois sexos, feminino e masculino, uma diminuição da massa óssea à medida que se envelhece. Além deste, outros fatores de risco intrínsecos e extrínsecos foram debatidos. A deficiência de estrogénio desempenha um papel fulcral na patogénese da doença, embora outros eixos hormonais também ajudem a entender o decurso de perda óssea na população geriátrica. Dada a grande prevalência de osteoporose no idoso e a grande propensão para quedas neste grupo etário, observa-se uma taxa cada vez mais elevada de fraturas à medida que a idade avança. Atualmente, o diagnóstico de osteoporose assenta na determinação da densidade mineral óssea, existindo Osteoporose e o envelhecimento Ana Isabel Fernandes Lopes 6 também índices de risco como o FRACTURE e o FRAX, que são igualmente úteis. Deve ser dada especial atenção ao tópico da prevenção e instituído o tratamento farmacológico mais adequado aos indivíduos em risco. Discussão e Conclusão: Quer as sequelas clínicas não monetárias, como a debilidade dos doentes, a perda da sua dependência, o aumento da mortalidade, quer o grande impacto económico da doença constituem duas grandes razões para travar esta epidemia. A população geriátrica representa o grupo onde a terapêutica da osteoporose é mais vantajosa. Todavia, apesar dos avanços no diagnóstico e tratamento descritos, apenas uma minoria de doentes com alto risco de fraturas é identificada e somente uma pequena percentagem acima dos 80 anos é tratada. Os tratamentos hoje existentes não são curativos, e cada vez mais, surgem novas apostas farmacológicas, nomeadamente, no que respeita aos conhecimentos dos diferentes mecanismos moleculares envolvidos.
Introduction: Osteoporosis is a progressive systemic disease characterized by microarchitectural disruption and reduction in bone mass, which leads to bone fragility and increased risk of fracture after a low-energy trauma. Currently, the disease is a public health problem in a society that is increasingly older. This paper aims to review current knowledge, clarifying what is now known and implemented about the mechanism and development of osteoporosis during the natural process of aging. New perspectives and theories on this topic were also released. Methods: Original studies were revised, as well as reviews on the literature published in magazines, books or indexed in pubMed, related to the subject of osteoporosis and the natural aging process. Information published by scientific societies was also acquired. The publication of information in the time period between 2000 and 2014 was a selection criterion. Results: During aging there is an impairment in bone turnover, with an impact on the structure and properties of the bone constituents, intensifying, thus, the risk of fracture. Age is, in itself, a risk factor for developing osteoporosis, observing for the two genders, male and female, a decrease in bone mass as you age. Besides this, other intrinsic and extrinsic risk factors were discussed. Estrogen deficiency plays a crucial role in the pathogenesis of the disease, although other hormonal axes also help to understand the course of bone loss in the geriatric population. Given the high prevalence of osteoporosis in the elderly and a high propensity for falls in this age group, there is a progressively high rate of fractures as you get older. At this time, the diagnosis of osteoporosis is based on the determination of bone mineral density, and some risk assessments tools as FRACTURE and FRAX, which are equally useful. Special attention should be given to the topic of prevention and instituted the most appropriate pharmacological treatment in risk individuals. Osteoporose e o envelhecimento Ana Isabel Fernandes Lopes 8 Discussion and Conclusion: Non-monetary clinical sequelae, the weakness of patients, the loss of their dependence, increased mortality, as well as the major economic impact of the disease, constitute two main reasons to stop this epidemic. The geriatric population represents the group where the treatment of osteoporosis is most advantageous. However, despite advances in diagnosis and treatment described, only a minority of patients at high risk of fractures are identified and only a small percentage above 80 years old is treated. The presently existing treatments are not curative, and gradually are appearing new pharmacological research, in particular regarding to knowledge of different molecular mechanisms involved
Description: Trabalho final de mestrado integrado em Medicina (Geriatria), apresentado á Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra
URI: http://hdl.handle.net/10316/31050
Rights: openAccess
Appears in Collections:FMUC Medicina - Teses de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
tese.pdf901.66 kBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s) 1

2,693
checked on Oct 12, 2021

Download(s) 5

7,356
checked on Oct 12, 2021

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.