Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/30990
Title: Contextos de prestação de cuidados, necessidades e luto antecipatório em familiares de doentes oncológicos terminais: relação com a qualidade de vida familiar e sintomatologia psicopatológica
Authors: Gaspar, Catarina Isabel Lampreia 
Orientador: Relvas, Ana Paula
Areia, Neide Luísa Portela
Keywords: Doença oncológica; Família, luto; Qualidade de vida familiar
Issue Date: 9-Jul-2015
Serial title, monograph or event: Contextos de prestação de cuidados, necessidades e luto antecipatório em familiares de doentes oncológicos terminais: relação com a qualidade de vida familiar e sintomatologia psicopatológica
Place of publication or event: Coimbra
Abstract: Objetivos. A presente investigação pretende estudar as necessidades dos familiares e o processo de luto antecipatório e a sua relação com a perceção da qualidade de vida familiar e a sintomatologia psicopatológica mediante o contexto da prestação de cuidados. Método. Foi utilizada uma amostra de conveniência de 40 familiares de doentes oncológicos terminais (ambos os sexos). Estes distribuíam-se conforme o contexto em que prestavam os cuidados aos seus familiares: domicílio (n = 21) ou em internamento ( n = 19). Resultados. Não existem diferenças estatisticamente significativas (p < .05) relativamente à importância das necessidades, ao processo de luto antecipatório e à sintomatologia psicopatológica. Contudo, existem diferenças estatisticamente significativas relativamente à satisfação das necessidades dos familiares e na dimensão Media e comunicação da Quality of Life [QOL]. Apenas o nível de luto total é preditor da perceção da qualidade de vida familiar. Conclusões. Apesar dos contextos de prestação de cuidados serem diferentes, os familiares dos doentes oncológicos terminais têm necessidades, sintomatologia psicopatológica e vivenciam o processo de luto antecipatório de modo semelhante. Contudo, as suas necessidades são menos satisfeitas e a perceção da qualidade de vida familiar é menor quando os cuidados são realizados no domicílio.
Goals. The present research aims to study the family needs, the anticipatory grief process, and its relationship with the family’s life quality perception and psychopathological symptomatology upon the context of the providing of care. Method. Was used a convenience sample of 40 relatives of cancer patients (both sexes). These are distributed according the context in which provide care to their relatives: home (n = 21) or in-patient (n = 19). Results. There are no statistically significant differences (p < .05) regarding the importance of the needs, the anticipatory grief process and psychopathological symptomatology. However, there are statistically significant differences in relation to meeting the needs of the family and on Media and communication dimension of the Quality of Life [QOL]. Only the level of grief is predictor of the family’s life quality perception. Conclusions. Despite different care contexts, the relatives of terminal cancer patients have needs, psychopathological symptomatology and experience anticipatory grief process similarly. However, the needs are less satisfied and the quality of family life perceptions’ decreases when in home care.
Description: Dissertação de mestrado em Psicologia Clínica (Sistémica, Saúde e Família) apresentada à Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade de Coimbra.
URI: http://hdl.handle.net/10316/30990
Rights: openAccess
Appears in Collections:FPCEUC - Teses de Mestrado
UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Dissertação Catarina Gaspar.pdf1.06 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s) 20

626
checked on Aug 11, 2022

Download(s)

268
checked on Aug 11, 2022

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.