Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/30959
Title: Utilização de cardioversores desfibrilhadores implantáveis em desportistas : revisão sistemática
Authors: Almeida, José Ricardo Lopes Liz 
Orientador: Costa, Rui André Quadros Bebiano da Providência e
Keywords: Desfibriladores implantáveis; Atletas
Issue Date: 2014
Abstract: As recomendações internacionais excluem todos os atletas possuidores de um cardioversor desfibrilhador implantável (CDI) da prática de todos os desportos excepto os de baixa intensidade, inseridos na categoria IA (golf, bilhar, bowling). No entanto, estas recomendações são baseadas em consensos de peritos e a segurança ou riscos resultantes da prática desportiva nesta população ainda são largamente desconhecidos da comunidade médica. Foi realizada uma revisão sistemática da literatura existente na PubMed utilizando a seguinte expressão: “((sudden cardiac death) AND (sport OR physical exercise)) AND defibrillator”. Após a avaliação de critérios de inclusão e exclusão pre-definidos, foram selecionados 36 resultados que são explorados neste manuscrito. Resultados preliminares da utilização de CDI nesta população parecem atestar a sua segurança e eficácia. Estudos futuros, permitindo o seguimento de um maior número de desportistas por um período mais duradouro, poderão fornecer mais robustez e evidência mais forte a suportar estes achados. Entretanto, a abordagem ao desportista portador de CDI deve ser personalizada e adequada ao paciente, de acordo com a cardiopatia e tipo de desporto em questão. Uma abordagem generalista com desqualificação de quase todos os desportistas sem atender às suas especificidades pode prejudicar uma quantidade considerável de doentes aos quais será vedada a possibilidade de manter a sua profissão ou prática, para a qual poderiam eventualmente apresentar um risco baixo de Morte Súbita Cardíaca
International guidelines exclude all athletes with ICD (Implantable Cardioverter Defibrillator) from the practice of sports, except those of low intensity, under the IA category (golf, billiards and bowling). Nevertheless, these guidelines are based on experts’ consensus and thus, the safety and risks of sports practice in this population are still largely unknown to the medical community. We performed a systematic review of the literature on PubMed, using the following search string: “((sudden cardiac death) AND (sport OR physical exercise)) AND defibrillator”. After evaluating pre-defined inclusion and exclusion criteria, 36 results, which are explored in this manuscript, were selected. Preliminary results of ICD utilization in this population seem to ensure the safety and efficacy of the device in this context. Further studies, with a longer follow-up and with a bigger samples, may provide stronger evidence to support these findings. Meanwhile, dealing with ICD patients and repeatedly disqualifying almost all of them from sports practice, without addressing their individual needs and specificities, may harm a considerable amount of patients, who will be prevented from keeping their jobs or hobbies, for which they may present a low risk of sudden cardiac death.
Description: Trabalho final de mestrado integrado em Medicina (Cardiologia), apresentado á Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra
URI: http://hdl.handle.net/10316/30959
Rights: openAccess
Appears in Collections:FMUC Medicina - Teses de Mestrado
UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Tese RicardoLizAlmeida_FINAL-1.pdf777.11 kBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s) 20

729
checked on Oct 5, 2022

Download(s) 50

433
checked on Oct 5, 2022

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.