Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/30909
Title: O sítio arqueológico de Conímbriga : proposta de um novo museu
Authors: Coelho, Filipe Manuel Martins 
Orientador: Lobo, Rui
Providência, Paulo
Keywords: Museu Monográfico de Conimbriga, projecto
Issue Date: Feb-2016
Citation: Coelho, Filipe Manuel Martins - O sítio arqueológico de Conímbriga : proposta de um novo museu. Coimbra, 2016
Abstract: Foi há mais de cem anos que se iniciaram as escavações arqueológicas em Conimbriga. Desde aí, para além de posta a descoberto parte da estrutura urbana da cidade, um vasto conjunto de objetos do quotidiano foram surgindo, enriquecendo o conhecimento e interpretação da cidade e do seu modo de vida. Em 1962 constrói-se o Museu Monográfico de Conimbriga, um instrumento importante de gestão e divulgação da estação arqueológica, mas também de preservação e exposição dos achados. Ao longo da sua existência e de acordo com as necessidades, o museu, foi alvo de várias intervenções até ao ponto de, hoje em dia, não responder às exigências atuais. É um edifício desatualizado, insuficiente e incompleto. Há ainda outro problema que é a relação do sítio arqueológico com a aldeia de Condeixa-a-Velha e a sua população. Antes das escavações, coberto de terra arável, o oppidum da cidade era um espaço de onde a população retirava sustento através da agricultura e da produção de mós. Com as escavações, a população foi obrigada a abandonar o local. Desde então, aos seus olhos, a ruína é vista como um problema e não como uma vantagem. O presente trabalho tem como objetivo a apresentação de uma proposta de um novo Museu para Conimbriga. Pretende por isso, ser um contributo para uma discussão que já se iniciou e que responda não só aos problemas que ao longo do trabalho se faz referência, mas também que responda às exigências atuais de um museu de arqueologia. Procura ainda ser capaz de otimizar a compreensão do sítio arqueológico e da própria paisagem envolvente à cidade de Conimbriga. Para além de ter autonomia própria, o museu, insere-se numa estratégia global de intervenção para o sítio arqueológico.
It was more than one hundred years ago that the archaeological excavations in Conimbriga began. Ever since, in addition to the discovery of part of the urban city’s structure, a wide series of quotidian objects kept emerging, which have proved most valuable in understanding and interpreting the city and its lifestyle. In 1962, the Museu Monogáfico de Conimbriga was built, displaying an important role not only in managing and promoting this archaeological station, but also in preserving and exhibiting its findings. Throughout its existence and according to its needs, the museum has undergone several transformations. Nowadays, however, it has become an outdated, unfulfilling and incomplete construction, unable to keep up with current demands. What is more, another problem lies in the relationship between this archeological site and the village of Condeixa-a- Velha and its inhabitants. Before the excavations took place, the city’s oppidum was a place of cultivable land, from where local population got its sustenance through agriculture and millstone production. As soon as the excavations started, the locals where enforced to abandon the site. Ever since, the ruins are still a problem in their eyes, rather than an advantage. The aim of this work is to present the proposal of a new museum for Conimbriga. Thereby, it also intends to be a further contribution to a longwinded discussion, in order to answer not only to the problems referred throughout this work, but also to the current requirements of an archaeological museum. Furthermore, it also looks for an upgrade in the comprehension of the archaeological station and its surroundings. In spite of its self-independence, the museum relies on a global strategy for the recreation of the archaeological site.
Description: Dissertação de Mestrado Integrado em Arquitectura, apresentada ao Departamento de Arquitectura da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra.
URI: http://hdl.handle.net/10316/30909
Rights: openAccess
Appears in Collections:FCTUC Arquitectura - Teses de Mestrado
UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Tese Filipe Coelho.pdf10.75 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s) 50

532
checked on Aug 16, 2022

Download(s) 5

5,762
checked on Aug 16, 2022

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.