Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/30842
Title: O Adro da Igreja Velha de S. Pedro da Sobreira: Estudo antropológico de uma amostra osteológica do Período Medieval ao final do Século XIX, exumada em Paredes
Authors: Nogueira, Daniela Sofia de Sousa 
Orientador: Silva, Ana Maria
Keywords: Biologia do esqueleto; Antropologia funerária; Patologia; População medieval
Issue Date: 2013
Citation: NOGUEIRA, Daniela Sofia de Sousa - O Adro da Igreja Velha de S. Pedro da Sobreira: Estudo antropológico de uma amostra osteológica do Período Medieval ao final do Século XIX, exumada em Paredes . Coimbra : [s.n.], 2013. Dissertação de Mestrado em Antropologia
Place of publication or event: Coimbra
Abstract: O Adro da Igreja Velha de S. Pedro da Sobreira (Paredes) funcionou como cemitério entre o séc. XIII e os finais do Século XIX. Durante as intervenções arqueológicas realizadas em 2007 e 2008, foram identificadas oitenta sepulturas, de várias tipologias (de forma oval e escavadas no solo, sepulturas formadas por lajes de xisto verticalizadas e caixões incluídos em sepulturas de lajes de xisto, que terão sito reaproveitadas), das quais trinta e duas continham material osteológico, correspondente a um número mínimo de noventa indivíduos (oitenta e três adultos e sete não-adultos). Dos quarenta e um esqueletos, foi possível diagnosticar o sexo para vinte e sete indivíduos, sendo onze do sexo feminino e dezasseis do sexo masculino. Os objetivos do presente estudo relacionam-se com a reconstrução do modus vivendi dos indivíduos exumados do Adro da Igreja Velha de S. Pedro da Sobreira., através da construção do perfil demográfico. No que concerne aos marcadores de stress fisiológico verificou-se uma elevada frequência de hipoplasias do esmalte dentário (151/221 – 68,3%), e percentagens elevadas para os marcadores específicos de stress: vinte e sete crânios (de cinquenta e um observados) apresentam hiperostose porótica (52,9%); e treze órbitas, de vinte e três, exibem cribra orbitalia (56,5%). Também a patologia infeciosa apresenta uma frequência elevada nesta população, com duzentos e noventa ossos – de setecentos e trinta e cinco observados – a mostrarem algum tipo de lesão devida a patologia infeciosa (39,5%). O estado nutricional dos indivíduos e as condições de patologia infeciosa podem ter comprometido a sua qualidade de vida. A patologia neoplásica inclui a presença de um fibroma não ossificante no fémur esquerdo de um indivíduo do sexo masculino, com uma idade à morte superior a quarenta anos. É ainda relevante a presença de um indivíduo adulto jovem, do sexo masculino, que desenvolveu um mieloma múltiplo. Finalmente, a patologia oral apresenta frequências elevadas, o que deverá ser devido ao tipo de alimentação consumida (dieta baseada em produtos vegetais), à falta de tratamento dentário e à pobre higiene oral. O estudo desenvolvido na amostra exumada no Adro da Igreja Velha de S. Pedro da Sobreira (século XIII a finais do século XIX) permitiu a caracterização do modo de vida destes indivíduos e proporcionou dados que podem contribuir para um conhecimento mais alargado do perfil das populações que viveram durante a Idade Média em Portugal.
The churchyard of the Old Church of S. Pedro da Sobreira (Paredes) worked as a cemetery between the 13th century and the end 19th century. During the archaeological excavations carried out in 2007 and 2008, eighty graves were identified, of which thirty two contained osteological material, corresponding to a minimum of ninety individuals (eighty-three adults and seven subadults). Of the forty-one skeletons, it was possible to diagnose the sex into twenty-seven subjects (eleven females and sixteen males). The objectives of the study are related to the reconstruction of the modus vivendi of individuals exhumed from the churchyard of the Old Church of S. Pedro da Sobreira, through the construction of demographic profile. With regard to physiological stress markers, there was a high frequency of dental enamel hypoplasias (151/221 - 68.3%), and high percentages for specific markers of stress: twenty-seven skulls (in fifty-one observed) present porotic hyperostosis (52.9%), and thirteen orbits, of the twenty-three, display cribra orbitalia (56.5%). Infectious disease also presents a high frequency in this population, with two hundred and ninety bones - of seven hundred thirty-five observed - to show some kind of injury due to infectious disease (39.5%). The nutritional status of individuals and conditions of infectious disease may have compromised their quality of life. The neoplastic pathology includes the presence of a non-ossifying fibroma in the left femur of a male individual with an age at death over forty years. It is significant the presence of an adult young male who developed multiple myeloma. Finally, oral pathology presents high frequencies, which should be due to the type of food consumed (diet based on plant products), lack of dental care and poor oral hygiene. The study conducted in individuals exhumed in Churchyard of Old Church of S. Pedro da Sobreira (13th century and the end 19th century) allowed the characterization of the lifestyle of this individuals and provided data that may contribute to a broader understanding of the profile of the people who lived during the Middle Ages in Portugal.
Description: Dissertação de Mestrado em Antropologia, apresentada ao Departamento de Ciências da Vida da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra.
URI: http://hdl.handle.net/10316/30842
Rights: openAccess
Appears in Collections:I&D CIAS - Dissertações de Mestrado
FCTUC Ciências da Vida - Teses de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Tese_Daniela Nogueira.pdf29.42 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s)

132
checked on Sep 18, 2019

Download(s) 5

3,440
checked on Sep 18, 2019

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.