Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/30839
Title: A influência do Ambiente Físico e do Ambiente Familiar na Atividade Desportiva das crianças, e a sua relação com a Obesidade Infantil : um estudo realizado no Município da Lousã.
Authors: Pronto, Diogo Alexandre Ferreira 
Orientador: Padez, Cristina
Keywords: Obesidade infantil; Atividade física; Atividade desportiva; Infraestruturas desportivas; Atividade desportiva dos pais
Issue Date: 2013
Citation: PRONTO, Diogo Alexandre Ferreira - A influência do Ambiente Físico e do Ambiente Familiar na Atividade Desportiva das crianças, e a sua relação com a Obesidade Infantil: um estudo realizado no Município da Lousã. Coimbra : [s.n.], 2013. Dissertação de Mestrado em Antropologia Médica
Place of publication or event: Coimbra
Abstract: Objetivos: A falta de Atividade Física tem vindo a ser, nos últimos anos, identificada como um dos potenciais fatores associados ao desenvolvimento da obesidade infantil. Portugal é um dos países europeus com maior prevalência de obesidade infantil, pelo que o presente estudo pretende conhecer a importância tanto das características parentais (se os pais praticam ou não Atividades Desportivas) como do Ambiente Físico (disponibilidade de Infraestruturas Desportivas), nos níveis de atividade física (AF) das crianças e se estes estão relacionados com o IMC das mesmas. Material e Métodos: Para o presente estudo foram considerados os questionários sociodemográficos e os valores de IMC de 678 crianças (com idades compreendidas entre os 3 e os 11 anos) do Município da Lousã. As informações relativas ao Ambiente Familiar e Ambiente Físico no qual as crianças residem, foram também obtidas através do questionário sociodemográfico. Para os testes estatísticos foram utilizadas três variáveis dependentes – IMC; Atividade Desportiva das crianças; Utilização das Infraestruturas Desportivas – e quatro variáveis independentes: Existência de Infraestruturas Desportivas (IDs); Atividade Desportiva do Pai; Atividade Desportiva da Mãe; a Atividade Desportiva das crianças. Resultados: A associação entre obesidade infantil e a prática de Atividade Desportiva (AD) por parte das crianças, não foi estatisticamente significativa (p>0,05). Ao nível do Ambiente Familiar, verificou-se a associação estatisticamente significativa entre a prática de Atividade Desportiva dos Pais e a dos filhos. Os resultados mostraram que as crianças que têm pais a praticarem desporto têm maior probabilidade de praticar atividades desportivas – a AD das mães têm maior influência sobre a AD das meninas (OR=3,00; 95%IC [1,63 - 5,63]; p <0,001) e a AD dos pais tem maior influência sobre a AD dos meninos (OR=3,07; 95%IC [1,63 - 5,77]; p=0,001). Ao nível do Ambiente Físico, verificou-se que tanto as meninas (OR=4,49; 95%IC [2,42 - 8,32]; p <0,001), como os meninos (OR=1,98; 95%IC [1,10 - 3,58]; p <0,001) que possuem mais de quatro (4) Infraestruturas Desportivas na sua área de residência, têm maior probabilidade de praticar atividade desportiva. VII Conclusão: Este estudo veio demonstrar que a Atividade Desportiva é influenciada por diversos determinantes tais como o Ambiente Familiar e o Ambiente Físico em que a criança se insere, e que esta por si só, não pode ser pensada como um determinante único da prevalência de obesidade infantil.
Objectives: The lack of physical activity has been, in recent years, identified as one of the potential factors associated with the development of childhood obesity. Portugal is one of the European countries with the highest prevalence of childhood obesity, so the present study seeks to examine the importance of both, the parental characteristics (if parents practice Sports Activities) as the Physical Environment (availability of Sports Infrastructures), and also, if the levels of physical activity (LPA) of the children are related to the BMI of them. Material and Methods: For this study we considered the demographic questionnaires and BMI of 678 children (aged 3 to 11 years) of Lousã. Information regarding the Family Environment and Physical Environment in which children reside, were also obtained from the demographic questionnaire. For statistical tests were used three dependent variables - BMI; Sports Activity of Children; Use of Infrastructure Sports – and four independent variables: Existence of Sports Infrastructures (IDs); Sports Activity of the Father, Sports Activity of the Mother; and Sports Activity of Children. Results: The association between childhood obesity and Children Sports Activity (AD), was not statistically significant (p>0.05). At the Family Environment, there was a statistically significant association between the practice of Activity Sports of Parents and their children. The results showed that children who have parents who play sports are more likely to practice sports activities - AD mothers have a greater influence on AD girls (OR = 3.00, 95% CI [1.63 to 5.63 ], p <0.001) and AD of fathers have the greatest influence on the AD boys (OR = 3.07, 95% CI [1.63 to 5.77], p = 0.001). In terms of the physical environment, it was found that both girls (OR = 4.49, 95% CI [2.42 to 8.32], p <0.001) and boys (OR = 1.98, 95% CI [1.10 to 3.58], p <0.001) with more than four (4) sports facilities in your area, are more likely to practice sports activity. Conclusion: This study has shown that physical activity is influenced by several determinants such as the Family Environment and Physical Environment in which the child is located, and that this alone cannot be considered as a single determinant of the prevalence of childhood obesity.
Description: Dissertação de Mestrado em Antropologia Médica, apresentada ao Departamento de Ciências da Vida da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra.
URI: http://hdl.handle.net/10316/30839
Rights: openAccess
Appears in Collections:I&D CIAS - Dissertações de Mestrado
FCTUC Ciências da Vida - Teses de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Tese Final Diogo Pronto.pdf1.03 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s)

159
checked on Oct 16, 2019

Download(s) 50

314
checked on Oct 16, 2019

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.