Title: Liderança do treinador em diferentes contextos da prática do futebol de acordo com as percepções dos atletas
Authors: Jaria, Daniel Cardoso 
Keywords: Treinador de futebol;Futebol
Issue Date: 2014
Citation: Jaria, D. (2014). Liderança do treinador em diferentes contextos da prática do futebol de acordo com as percepções dos atletas. Dissertação de Mestrado, Faculdade de Ciências do Desporto e Educação Física da Universidade de Coimbra, Coimbra, Portugal.
Abstract: Introdução: O treinador tem um papel fundamental no desempenho e desenvolvimento do atleta. Este influencia de forma direta os atletas através dos seus comportamentos e atitudes. Neste contexto, a liderança do treinador é imprescindível para potenciar os jovens e adultos ao máximo das suas capacidades, obtendo assim uma equipa coesa e com níveis elevados de satisfação. Objetivo: Este estudo destina-se a analisar a liderança imposta pelo treinador em diferentes contextos do futebol, percepcionada pelos atletas. Deste modo procura descrever a Liderança no Desporto e as fontes de satisfação no desporto juvenil e sénior, bem como analisar os efeitos de contexto de clubes de meio rural e de meio urbano (amadores) e clubes profissionais, sobre as variáveis em estudo. Metodologia: Participaram voluntariamente neste estudo 314 sujeitos do sexo masculino, com idades compreendidas entre os 13 e os 34 anos (Média de idade=17.18, DP=3.95). Os atletas são praticantes federados da modalidade de futebol, distribuindo-se por cinco equipas nos seguintes escalões: iniciados (13 a 14 anos), juvenis (15 a 16 anos), juniores (17 a 18 anos) e seniores (mais de 18 anos). Foram objeto deste estudo cinco clubes da região centro, entre os quais dois de meio urbano, dois de meio rural e uma organização profissional. Os atletas foram divididos em dois processos distintos: i) em três grupos consoante o meio em que estão inseridos: atletas de meio urbano, atletas de meio rural e atletas de uma organização profissional; ii) em três grupos consoante as idades: atletas sub-14, entre 14 e 18 anos, e superior a 18 anos. Resultados: Após a análise dos dados, no primeiro processo é de realçar a superioridade que se verifica entre os valores apresentados no meio urbano em relação ao meio rural, bem como à organização profissional, relativamente à perceção dos atletas sobre os comportamentos do treinador. A hegemonia dos valores no meio urbano não vai ao encontro do que era expectável, uma vez que a organização profissional, ao ter treinadores mais qualificados, com elevada experiência e sendo uma organização mais desenvolvida e focada em objetivos e na performance relativamente aos clubes amadores (Artur & Carlos, 2011). Ainda neste processo, os treinadores dos clubes amadores apresentam valores superiores na Gestão Ativa do Poder, o que indica que estes promovem um maior envolvimento dos atletas no processo de tomada de decisão. Apenas na dimensão do Feedback Negativo, o clube de meio rural apresenta valores superiores aos outros (M=3.14±0.92). Ao nível da satisfação, a organização profissional apresenta valores superiores no Esforço Positivo (M=4.60±0.55), bem como nos Comportamentos Auto-Referenciados (M=4.68±0.40). Os atletas dos clubes amadores, com superioridade do meio urbano, apresentam valores superiores no critério da Afiliação com os Pares (M=4.51±0.88) do que os atletas da organização profissional. No segundo processo, verifica-se que os atletas sub-14 apresentam uma maior frequência de comportamentos do treinador nas diferentes dimensões em relação aos outros dois grupos (14-18 anos e > 18 anos). Também os atletas sub-14 apresentam uma maior satisfação relativamente ao Envolvimento Parental Positivo VII (M=3.57±0.66). Ainda neste procedimento é de salientar as semelhanças em relação às restantes dimensões no que diz respeito à satisfação do atleta. Conclusão: Os treinadores inseridos no meio urbano tem uma maior frequência de comportamentos do treinador para com os atletas, ao contrário do que era esperado. A nível rural, o treinador apresenta comportamentos mais orientados para o feedback negativo. Os técnicos dos clubes amadores apresentam também uma maior liderança democrática. As perceções de mestria e de realização e o esforço exercido na prática são dois fatores de satisfação que os atletas da organização profissional apresentam em superioridade. Nos clubes amadores é notório um nível elevado de satisfação relacionado com relações sociais positivas com colegas. Os atletas sub-14 apresentam uma maior frequência dos comportamentos do treinador em comparação com os outros escalões. Este grupo também apresenta, como era esperado, uma satisfação elevada no que diz respeito ao Envolvimento Parental Positivo. Introduction: The coach has a crucial role in the performance and development of the athlete. This one directly influences the athletes through their behaviors and attitudes. In this context, the coach leadership is essential to potentiate the capacities of the youth and adult athletes to their maximum, thereby obtaining cohesive team whit high levels of satisfaction. Aim: The aim of this study is to analyse the leadership of the coach perceived by the athletes in different context of soccer levels. In this way, this study attempts to describe the Leadership in Sport and the sources of satisfaction in youth and senior sport, as well as analyze the effects of the context in clubs of rural and urban areas (amateur) and professional clubs, on the variables under study. Methodology: Voluntarily participated in this study 314 male subjects, aged between 13 and 34 years (average age=17:18, SD=3.95). The athletes are federated in soccer, being distributed in five teams in the following ages: under 14 (13-14 years), under 16 (15-16 years), under 18 (17-18 years) and seniors (over 18 years). The object of this study were five clubs in the central region, including two in urban area, two in rural area and one professional organization. The athletes were divided into two distinct processes: i) in three groups depending on the context in which they live: athletes from urban environment, athletes from rural environment and athletes of a professional organization, ii) in three groups according to their age: athletes under 14, between 14 and 18 years and above 18 years. Results: After analyzing the data, the first process highlights the superiority that exist between the values in urban areas compared to rural areas, as well as the professional organization, related to the perception of athletes on the behaviors of the coach. The hegemony of the values in the urban environment failed to meet what was expected, with a professional organization, having more qualified coaches, with high experience and being a more developed and focused organization on objectives and performance relative to amateur clubs (Artur & Carlos, 2011). Also in this process, the coaches of amateur clubs had higher values in the Active Power Management, which indicates that they promote greater involvement of athletes in the decision-making process. Only in the dimension of Negative Feedback, the rural clubs presents higher values than the others (M=3.14±0.92). In the level of satisfaction, the professional organization presents higher values in Positive Effort (M= 4.60 ± 12:55) and in Self-Referenced Behaviors (M=4.68±0:40). The athletes of amateur clubs, with superiority of the urban area, present higher values on the criterion of Peers Affiliation (M=4:51±0.88) than the athletes of professional organization. In the second case, it appears that the under 14 athletes have an increased frequency of coach behaviors in the different dimensions than the two other groups (14-18 years and > 18 years). Also, the under 14 athletes have a higher satisfaction with Positive Parental Involvement (M = 0.66 ± 3:57). Yet in this procedure is to emphasize the similarities in relation to the other dimensions in regard to the satisfaction of the athlete. Conclusions: The coaches within the urban environment have a higher frequency of behaviors in the coach- athletes, contrary to what was expected. In the rural environment, the coach features more oriented IX behaviors for negative feedback. The coaches from amateur clubs also feature a more democratic leadership. The perceptions of mastery and achievement and the effort in practice are two factors of satisfaction that the athletes of the professional organization exhibit superiority. In amateur clubs is notorious a high level of satisfaction associated with positive social relationships with peers. The under-14 athletes have an increased frequency of the behavior of the coach compared to the other groups. This group also presents, as expected, a high level of satisfaction with regard to the Positive Parental Involvement.
Description: Dissertação de mestrado em Treino Desportivo para Crianças e Jovens, apresentada à Faculdade de Ciências do Desporto e Educação Física da Universidade de Coimbra
URI: http://hdl.handle.net/10316/30796
Rights: openAccess
Appears in Collections:FCDEF - Teses de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
UNIVERSIDADE DE COIMBRA - Dissertação de mestrado - Daniel Cardoso Jaria - 2009127919.pdf1.15 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record
Google ScholarTM
Check
Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.