Title: Análise dos factores preditores de sucesso na natação absoluta, em Portugal
Authors: Antunes, Miguel Filipe Lourenço Calvário 
Keywords: Natação;Talento
Issue Date: 2014
Abstract: O estudo teve como base os dados recolhidos entre 1999 e 2005 em atletas portugueses filiados na Federação Portuguesa de Natação com o objectivo de identificar nesse período de avaliação dos factores determinantes para alcançar o topo nacional nos dois ciclos olímpicos seguintes. A amostra é constituída por 35 indivíduos do sexo masculino e 178 do sexo feminino com idades entre os 11 e os 16 anos (Rapazes - média 14,95±0,88; Raparigas – média 13,05±0,76) e analisaram-se aspectos como: idade, idade óssea, rácio idade óssea / idade cronológica, volume de treino por unidade, pontos LEN, Massa, Estatura, Altura Sentado, Índice Morfo – Dinâmico, Comprimento do Membro Inferior, Comprimento do Membro Superior, Somatório de Pregas, Flexão do Ombro, Flexão do Tronco, Preensão Máxima, Força Máxima da Adução do Ombro e Força Máxima da Rotação Interna do Ombro Máxima, Flutuabilidade Horizontal e Vertical, Deslize, Deslize Após Salto, Velocidade Máxima a Livres e a Bruços, Velocidade Média no T30, Frequência Gestual Média do T30 e Índice de Nado no T30; associados ao critério deentrada ou não no TOP 10 nacional entre as épocas de 2003/2004 e 2011/2012. Verificou-se a existência de diferenças em ambos os sexos entre os grupos que atingiram e não atingiram o TOP 10 nacional nos seguintes aspectos: idade, pontos LEN, Velocidade Máxima a Livres e a Bruços, Velocidade Média no T30, Frequência Gestual Média do T30 e Flutuabilidade Horizontal. Este estudo permite indiciar que , os programas de acompanhamento de talentos poderão adotar um número reduzido de protocolos de avaliação ganhando em economia e operacionalidade. É possível ainda concluir que a possibilidade de predição para atingir o alto rendimento em NPD nestas idades parece estar associada sobretudo a variáveis estreitamente relacionadas com o processo de treino This study was based on data collected between 1999 and 2005 in Portuguese athletes participating in training champs. The goal was to identify the physical traits and factors that allow athletes to get to high levels off performance. The sample was composed by 35 boys and 178 girls aged between 11 and 16 years old (boys 14,95±0,88; girls 13,05±0,76) and aspects such as: age, skeletal maturation, skeletal maturation/chronologic age ratio, training volume per unit, LEN points, body mass, stature, seated height, morfo-dinamic index, leg length, arm length, skinfolds, shoulder flexion, torso flexion, maximal handgrip strength, vertical and horizontal buoyancy , 30-minute continuum swim test average velocity and average stroke rate, maximal glide distance, maximal velocity in freestyle and breaststroke, and achievement or not of the TOP10 national ranking in seasons from 2003/2004 to 2011/2012, were analysed. Differences were verified, in both genders, between the groups that get to the TOP10 and those who didn’t in several aspects as: age, LEN points, maximal velocity in freestyle and breaststroke, 30-minute swim test average velocity and average stroke rate and horizontal floating. Above all it seems that, probably, talent identification programs at these ages, should employ less protocols and be less expensive, because few variables can be used to predict success and most of them are related to de training process.
Description: Dissertação de mestrado em Treino Desportivo de Crianças e Jovens, apresentada à Faculdade de Ciências do Desporto e Educação Física da Universidade de Coimbra
URI: http://hdl.handle.net/10316/30786
Rights: openAccess
Appears in Collections:FCDEF - Teses de Mestrado

Show full item record
Google ScholarTM
Check
Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.