Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/30697
Title: A desidratação no idoso
Authors: Costa, Elsa Regina Gomes 
Orientador: Veríssimo, Manuel Teixeira
Keywords: Desidratação; hidratação; envelhecimento; idoso; sede; hipovolémia; geriatria; hipernatremia; hiponatremia
Issue Date: 2015
Abstract: Introdução e Objectivos: A desidratação é uma condição muito frequente na população geriátrica. Este tema toma particular relevância tendo em conta que está associado a um aumento das taxas de morbilidade e mortalidade nos idosos, embora frequentemente relacionado com outros factores. Sabe-se também que é muitas vezes subvalorizada, razão pela qual escapa muitas vezes aos olhares dos clínicos. Além disso, na sequência do processo de envelhecimento, várias alterações contribuem para um balanço hídrico negativo, nomeadamente ao nível dos mecanismos de sede e de regulação de perdas hídricas, bem como a concomitância de outras patologias. O objectivo deste trabalho é fazer uma revisão bibliográfica no âmbito da etiofisiopatologia da desidratação com exploração das causas, alterações dos mecanismos fisiológicos, da identificação de patologia que daí advém, bem como das medidas de tratamento e prevenção. Métodos: Para a pesquisa da literatura utilizada procedeu-se a uma revisão bibliográfica publicados entre 2009 e Dezembro de 2014, utilizando o método “Pull”. Todas as pesquisas foram realizadas utilizando um filtro para publicações dos últimos 5 anos. Das múltiplas combinações das palavras-chave foram obtidas listas com centenas de artigos, sendo alguns seleccionados de acordo com a especificidade dos subtemas que se pretendem abordar nesta revisão. Resultados: A temática da desidratação é abordada na literatura por vários pontos de vista. É um problema que se traduz em elevados custos, quer para os sistemas de saúde, quer para os doentes. A desidratação origina um grande impacto na qualidade de vida destes doentes, visto que contribui e exacerba até outras patologias graves. Com o intuito de diagnosticar atempadamente e prevenir a desidratação, existem várias iniciativas de pesquisa de novos métodos de diagnóstico, bem como implementação de medidas para tratar e prevenir a desidratação baseados na prática clínica e em pequenos projectos de investigação. Conclusão: A desidratação deve ser atempadamente diagnosticada e tratada, com especial atenção para os idosos mais debilitados e institucionalizados. Futuramente, é necessário dar mais atenção a este tópico, tendo em vista um aprimoramento da efectividade, custos e eficácia destes testes e medidas, procurando prevenir e tratar atempadamente a desidratação.
Background and Aims: Dehydration is very common amongst the elderly. It achieves particular importance because it is associated with an increase of mortality and morbidity in the older population, though being related to other factors as well. It is known that frequently dehydration is undervalued and that is why it can escape even from the most experienced clinicians. Furthermore, during the ageing process, some changes contribute to a negative water balance, namely blunt thirst, dysregulation of water loss and other comorbidities patients might have. The aim of this work is to assemble a review of bibliographic pieces within the etiopathophysiology of dehydration, exploiting causes, changes in the physiological mechanisms, pathological consequences, treatment and prevention. Methods: to find relevant literature for this review, a computerized search of original articles and reviews, published between 2009 and December of 2014 was performed. The “Pull” method was used. All the research was made by using the filter “publication dates: 5 years”. Some lists of articles were obtained from the various keyword combinations , from which were selected some of them based on the specificity of the items that were meant to be approached. Results: The theme of dehydration is addressed in the literature by various points of view. It became an expensive problem for both the national health system and the pacients. Dehydration renders great changes in the quality of life, once that it contributes and exacerbates other serious comorbidities. In order to timely diagnose and prevent dehydration, some initiatives are earnest in the search of new methods of diagnosis. Moreover, some measures were implemented based on clinical experience and some investigation projects. Conclusions: Dehydration must be diagnosed and treated in its early stages, mainly the weakest and institutionalized elderly. In the future, it is necessary to give more attention tothis topic, in order to improve the cost-effectiveness of these tests and measures, seeking prevention and promptly treatment of dehydration.
Description: Trabalho final de mestrado integrado em Medicina (Geriatria), apresentado à Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra.
URI: http://hdl.handle.net/10316/30697
Rights: openAccess
Appears in Collections:FMUC Medicina - Teses de Mestrado
UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Desidratacao_envelhecimento_FINAL.pdf881.73 kBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s) 5

1,993
checked on Dec 21, 2021

Download(s) 5

3,811
checked on Dec 21, 2021

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.