Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/30689
Title: A Infância Moderna Exposta nos Ossos. Caracterização biológica e paleopatológica duma amostra não adulta da roda da Santa Casa da Misericórdia de Faro
Authors: Paredes, Joana 
Orientador: Wasterlain, Sofia N.
Ferreira, Maria Teresa
Keywords: Paleopatologia; Necrópole; Santa Casa da Misericórdia de Faro
Issue Date: 2013
Citation: PAREDES, Joana - A infância moderna exposta nos ossos : caracterização biológica e paleopatológica duma amostra não adulta da roda da Santa Casa da Misericórdia de Faro. Coimbra : [s.n.], 2013. Dissertação de mestrado.- Disponível na WWW em: <http://hdl.handle.net/10316/30689>.
Place of publication or event: Coimbra
Abstract: Com este trabalho pertendeu-se aceder ao perfil biológico e paleopatológico duma amostra composta exclusivamente por indivíduos não adultos oriunda de uma de três fases de utilização da necrópole moderno-contemporânea, localizada na Santa Casa da Misericórdia de Faro (séculos XVI a XIX) e associada ao orfanato que recebia recém-nascidos através do mecanismo da roda, e, deste modo, identificar as características e qualidade das condições ambientais reunidas em torno do crescimento dos não adultos abandonados nesta Instituição. Procedeu-se, então, à obtenção e registo das dimensões de variadas peças ósseas e das fases de formação do material esquelético e dentário; à estimativa da idade à morte, segundo as vias metodológicas mais reconhecidas no meio científico; e à análise de evidências de origem patológica. Através dos resultados alcançados foi possível identificar um atraso no desenvolvimento esquelético dos não adultos, sendo os membros inferiores os mais afetados, facto concordante com a fase de aprendizagem da função locomotora. Destes dados adveio a confirmação da sujeição dos indivíduos a fortes restrições circundantes, nomeadamente a nível de nutrição e de proteção contra agentes patogénicos, sendo estas duas fontes de stresse dificilmente separadas num estudo antropológico. Porém, ambas são esperadas em ambiente de orfanato, onde as condições alimentares e higiénicas necessárias para um correto desenvolvimento infantil decerto escasseariam. A elevada frequência de lesões poróticas, deposição de osso novo e cribra, típicos de processos infeciosos de baixa complexidade ou curto tempo de formação e/ou de um estado fisiológico de subnutrição, vem corroborar estes dados, sobretudo quando presentes nos esqueletos imaturos previamente identificados como pequenos para a idade. Na análise de remanescentes osteológicos e odontológicos de indivíduos imaturos comprova-se, no entanto, que a aplicação dos métodos tradicionais de estimativa da idade à morte fica diversas vezes comprometida pelas más condições de preservação do material, sendo este caso agravado pela baixa faixa etária da maioria dos indivíduos, extremamente condicionante, nomeadamente no momento de identificação dos elementos dentários em campo. Tal restringiu a estimativa da idade dentária a 45% da amostra total, que conjuntamente com a impossibilidade de obtenção de uma porção elevada de medidas osteológicas, condicionou o estabelecimento do perfil de crescimento da amostra. Consequentemente foi eliminado o desejado passo seguinte de comparação com outras amostras esqueléticas, de diferentes proveniências.
The aim of the present study was to access the biological and paleopathological profile of an osteological sample made up exclusively by non adult individuals. This sample comes from one of the three-phases of a modern-contemporary necropolis, located in Santa Casa da Misericórdia de Faro (16th-19th centuries) and associated with an orphanage which received newborns through the mechanism of the wheel. Furthermore, a second goal was to use those data to identify the characteristics and quality of the environmental conditions around the growth of the abandoned non adults in the institution. The dimensions of various osteological elements and the formation stages of skeletal and dental materials was obtained and recorded; age-at-death estimation was made according to the methodologies most recognized in the scientific community; and, finally, the paleopathological analysis of the specimens was performed. The obtained results suggest a delay in skeletal development, with the lower limbs being the most affected, which is consistent with the learning phase of the locomotor function. Such results are in accordance with severe environmental restrictions, particularly with regard to nutrition and pathogens protection, being these two stress sources hardly separated in an anthropological study. Both are expected in an orphanage environment, where food and hygienic conditions essential to a correct child development were certainly scarce. The high frequency of porotic injuries, new bone deposition and cribra, typical of low complexity and short formation infectious processes and/or physiological state of malnutrition, corroborate these facts, especially in the immature skeletons previously identified as small for their age. The osteological and dental remains analysis of immature individuals indicates, however, that the application of traditional methods for age-at-death estimation is repeatedly compromised by the sample poor preservation. The low age of most individuals aggravated this situation, particularly during teeth identification in the field. As so, dental age estimation was limited to 45% of the total sample, which combined with the unacess to some osteological measures, restricted the establishment of the sample’s growth profile. This lack excluded the next step of comparison with other skeletal samples.
Description: Dissertação de Mestrado em Evolução e Biologia Humanas, apresentada ao Departamento de Ciências da Vida da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra
URI: http://hdl.handle.net/10316/30689
Rights: openAccess
Appears in Collections:I&D CIAS - Dissertações de Mestrado
FCTUC Ciências da Vida - Teses de Mestrado

Show full item record

Page view(s) 20

499
checked on Sep 18, 2019

Download(s) 20

614
checked on Sep 18, 2019

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.