Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/30686
Title: Violaceus ossa in Franciscani ordinis Estudo bioantropológico de uma amostra osteológica associada ao Hospital da Venerável Ordem de S. Francisco, Porto, Século XVIII
Authors: Domingues, Gabriela Gaspar 
Orientador: Umbelino, Cláudia
Keywords: Bioantropologia; Violeta; Permanganato de potássio; Venerável Ordem de S.Francisco; Porto; Século XVIII
Issue Date: 2013
Citation: DOMINGUES, Gabriela Gaspar - Violaceus ossa in Franciscani ordinis Estudo bioantropológico de uma amostra osteológica associada ao Hospital da Venerável Ordem de S. Francisco, Porto, Século XVIII. Coimbra : [s.n.], 2013. Dissertação de Mestrado. Disponível na WWW em: <http://hdl.handle.net/10316/30686>.
Place of publication or event: Coimbra
Abstract: O esqueleto, sistema que suporta o organismo, é constituído por tecidos mineralizados, resistindo por longos períodos post mortem, pelo que constitui um importante testemunho das populações do passado. A presente investigação bioantropológica visou o estudo de 24 esqueletos pertencentes a uma amostra proveniente de uma necrópole associada ao Hospital da Venerável Ordem de S. Francisco do Porto. Este, construído no século XVIII, prestava assistência médica e alimentar a um elevado número de irmãos carenciados. A área conventual desta Ordem foi destruída por um incêndio, resultante dos confrontos durante o cerco do Porto, entre 1832 e 1833. A necrópole situa-se na freguesia de S. Nicolau, próxima das margens do rio Douro e integra o conjunto urbano classificado como Património Mundial pela UNESCO, em 1996. O contexto funerário evidenciou um cenário de elevada mortalidade, destacando-se a deposição em covacho de todos os indivíduos, o predomínio das inumações primárias coletivas, as diferentes orientações de inumação e o facto de cinco dos indivíduos se encontrarem em decúbito ventral. A totalidade da amostra engloba 388 peças ósseas, o que corresponde a 59,9% do esperado para os vinte e quatro esqueletos. O esterno é o osso menos representado e a tíbia é a peça óssea com maior representatividade. Quanto à preservação, verificou-se que os ossos longos, mandíbulas e patelas são as peças ósseas com melhor preservação e as vértebras, sacro, esterno, escápula, costelas e coxal são os elementos ósseos menos preservados. O estudo paleobiológico, limitado pela baixa representatividade e fraca preservação da amostra, permitiu identificar quinze indivíduos do sexo masculino e três do sexo feminino, não tendo sido possível determinar o sexo dos restantes seis elementos. Quanto à estimativa da idade à morte, foram identificados uma criança com aproximadamente 10 anos (± 30 meses), cinco adolescentes, três indivíduos que abrangem as categorias de adolescente e adulto jovem, quatro adultos jovens, cinco adultos de meia-idade e um adulto idoso. Quanto aos restantes cinco indivíduos, não existindo dados que permitissem a estimativa da idade à morte, considerou-se a designação de adultos atribuída nas fichas de campo. A amostra dentária estudada incluiu 317 dentes pertencentes a catorze indivíduos, maioritariamente jovens. As peças dentárias apresentaram-se muito cariadas, nomeadamente na superfície oclusal, que conjuntamente com a presença de tártaro, denunciaram uma fraca higiene oral. O estudo das hipoplasias do esmalte dentário demonstrou que a maioria dos catorze indivíduos sofreu desequilíbrios metabólicos. A análise paleopatológica, igualmente condicionada pelo fraco estado de preservação, revelou um possível caso de meningite na criança que compõe a amostra. Destaca-se ainda a presença de fraturas remodeladas em sete indivíduos e dois casos de possível fusão não óssea, um talonavicular e o outro talocalcâneana. As alterações tafonómicas exibidas compreendem diversas nuances cromáticas, com predomínio do violeta, principalmente no tecido ósseo esponjoso e na região interna do osso compacto. Foram ainda observadas colorações como o branco/beje, o preto e o castanho. A amostra encontrava-se também muito fissurada, tendo-se distinguido XIV fissuras longitudinais, transversais, pátina e step. Destaca-se igualmente o cheiro a desinfetante e a elevada presença de pintas/manchas pretas. Entre os vários intervenientes responsáveis pelas alterações post mortem observadas propõem-se o fogo (considerando a possibilidade de um enterramento superficial), a cal (óxido de cálcio), os constituintes do solo envolvente e a presença de água. Para justificar a coloração violeta exibida pela maioria das peças ósseas e o cheiro a desinfetante sugere-se a possibilidade de ter ocorrido um contacto dos remanescentes ósseos com o permanganato de potássio, um composto químico violeta muito utilizado como antissético, no tratamento das águas e também referido como auxiliar na decomposição. Sugere-se que este contacto possa ter resultado da utilização do permanganato de potássio no tratamento das águas locais ou da sua aplicação para acelerar a decomposição dos cadáveres. A espectrometria de massa poderá ser um método esclarecedor quanto à presença deste composto.
The skeleton system that supports the body, consists of mineralized tissues, resisting for long periods post-mortem, and is therefore an important testimony of our past. The purpose of this research was the study 24 skeletons belonging to a sample exhumed from a necropolis associated with the Venerable Order of St. Francisco`s Hospital, Oporto. Built in the eighteenth century, they paid medical and food assistance to a large number of brothers in need. The area of this Order convent was destroyed by a fire resulting from the clashes during the siege of Oporto, between 1832 and 1833. The necropolis is located in S. Nicholas parish, near the banks of the Douro River and integrates the urban World Heritage Site by UNESCO in 1996. The funerary context showed a scenario of high mortality, especially the deposition of each individual in holes, the prevalence of primary collective burials, the different orientations of burial and the fact that five of the individuals were in prone position. The whole sample comprises 388 bone parts, which corresponds to 59.9% of what was expected for the twenty-four skeletons. The sternum is the least represented bone and tibia is the specimen with the largest representation. As for preservation, it was found that the long bones, jaw and kneecaps were the bone parts with better preservation while the vertebrae, sacrum, sternum, scapula, ribs and coxal bone elements were less preserved. The paleobiological study, limited by the poor preservation and low representativeness of the sample, identified fifteen males and three females. It was not possible to determine the sex of the remaining six individuals. Regarding the estimation of age at death, a child with approximately 10 years old, five teenagers, three individuals covering the categories of adolescents and young adults, four young adults, five middleaged adults and senior adults were identified. For the remaining five individuals, there was no data to allow the estimation of age at death, so it was considered the appointment of adults determined in the field. The sample studied included 317 dental teeth belonging to fourteen individuals, mostly young. The pieces were presented dental caries, especially the occlusal surface, which with the presence of dental calculus revealed a poor oral hygiene. The study of dental enamel hypoplasia showed that most of the fourteen individuals suffer metabolic imbalances. The paleopathological analysis also constrained by the weak state of preservation, revealed a possible case of meningitis in the children that made up the sample. Note also the presence of fractures remodeled in seven individuals and possible cases of nonosseous talonavicular and talocalcaneal coalition. Taphonomic changes displayed chromatic nuances, predominantly violet, especially in cancellous bone and in the inner region of compact bone. White/beige, black and brown colors were also observed. The sample was also very fissured, with longitudinal cracks, transverse, patina and step. Equally important was the smell of disinfectant and the high presence of black spots. Between the various actors responsible for post-mortem changes observed are fire (considering the possibility of a shallow burial), lime (calcium oxide), the constituents of the surrounding soil and the presence of water. To justify the violet color exhibited by most of the bone fragments and the smell of the disinfectant is XVI suggested the possibility of bone contact with remaining potassium permanganate, a chemical compound widely used as an antiseptic violet in water treatment and also as aid in decomposition. It is suggested that this contact may have resulted from the use of potassium permanganate in water treatment sites or to accelerate the decomposition of the corpses. The mass spectrometry method may be instructive as to the presence of the compound.
Description: Dissertação de Mestrado em Evolução e Biologia Humanas, apresentada ao Departamento de Ciências da Vida da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra.
URI: http://hdl.handle.net/10316/30686
Rights: openAccess
Appears in Collections:I&D CIAS - Dissertações de Mestrado
FCTUC Ciências da Vida - Teses de Mestrado

Show full item record

Page view(s)

139
checked on Sep 17, 2019

Download(s)

57
checked on Sep 17, 2019

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.