Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/30595
Title: Monitorização farmacocinética da digoxina em doentes internados no CHUC, E.P.E.
Authors: Fraga, Joana Massano 
Orientador: Falcão, Amílcar
Rocha, Marília João
Keywords: Digoxina
Issue Date: 2014
Abstract: O envelhecimento compreende alterações fisiológicas, metabólicas e funcionais que condicionam a farmacocinética e a farmacodinâmica no doente idoso. Tendo em conta as diferenças inter e intra-individuais e o grau de envelhecimento fisiológico e patológico de cada indíviduo, a comunidade médica e farmacêutica defende que os tratamentos devem ser individualizados, adaptando-se o fármaco, a dose e o regime posológico a cada indíviduo com o máximo rigor de acordo com as suas próprias caraterísticas. As conclusões de ensaios clínicos em larga escala, especialmente em doentes com disfunção sistólica deram origem a orientações práticas baseadas na evidência para o tratamento dos doentes com insuficiência cardíaca, atribuindo aos medicamentos a melhoria da função miocárdica a longo prazo. O tratamento clínico dos doentes com fibrilhação auricular tem como objetivos fundamentais a prevenção do tromboembolismo, o alívio dos sintomas, o tratamento otimizado da doença cardiovascular concomitante e o controlo da frequência e do ritmo. De acordo com os critérios de Beers adaptados em 2012 em Portugal, a digoxina numa dose superior a 0,125 mg/dia deve evitar-se, uma vez que é um cardiotónico digitálico que devido à redução da depuração renal no idoso pode acumular-se no organismo, aumentando o risco de toxicidade. A digoxina melhora os sintomas da insuficiência cardíaca, aumenta a tolerância ao exercício, ao mesmo tempo que reduz o número de hospitalizações relacionadas com exacerbações agudas da doença. No presente trabalho procedemos à caraterização do perfil cinético da digoxina em idosos utilizando para o efeito informação proveniente da monitorização de digoxina na prática clínica. A par disso procedemos à avaliação da capacidade preditiva demonstrada por diferentes conjuntos de parâmetros farmacocinéticos populacionais descritos na bibliografia, seguindo-se a determinação dos parâmetros farmacocinéticos da nossa população, investigando as variáveis capazes de influenciar os respetivos parâmetros de modo a controlar tanto quanto possível as fontes de variabilidade inter e intra-individual. Os resultados obtidos permitem-nos afirmar que o peso corporal ideal, a altura e a clearance da creatinina são variáveis capazes de explicar alguma da variabilidade no comportamento cinético dos nossos doentes. Verificamos também que o método de Jelliffe revelou ser o menos exato e menos preciso, sendo o método de Konishi o mais exato e mais preciso, apresentando também o melhor perfil de aceitabilidade clínica.
Aging comprises physiological, metabolic and functional changes that affect the pharmacokinetics and pharmacodynamics in the elderly. Given the inter and intra-individual differences and the degree of physiological and pathological aging of each one, the medical and pharmaceutical community argues that treatments must be individualized by adapting the drug, the dose and the dosing regimen to each individual with the utmost rigor according to their own characteristics. The findings of large-scale clinical trials, especially in patients with systolic dysfunction led to evidence-based practice guidelines for the treatment of patients with heart failure, giving to medicines the improve of myocardial function in long term. Clinical management of patients with atrial fibrillation has as key objectives the prevention of thromboembolism, symptom relief, optimal treatment of concomitant cardiovascular disease and rate control and rhythm. According to the Beers criteria adapted in 2012 in Portugal, a dose of digoxin exceeding 0,125 mg/day should be avoided, since it is a cardiotonic digitalis due to decreased renal clearance in the elderly can accumulate in the body increasing the risk of toxicity. The digoxin improves the symptoms of cardiac insufficiency, exercise tolerance increase, while reducing the number of hospitalizations associated with acute exacerbations of the disease. In the present work we proceed to the characterization of the kinetic profile of digoxin in elderly using for the purpose information from monitoring of digoxin in clinical practice. Alongside this, we proceed to evaluate the predictive capacity demonstrated by different sets of population pharmacokinetic parameters described in the literature, followed by the determination of pharmacokinetic parameters of our population, investigating the variables that influence the respective parameters in order to control as much as possible sources of inter and intra-individual variability. The obtained results allow us to state that the ideal body weight, height and creatinine clearance variables are able to explain some of the variability in the kinetic behaviour of our patients. We also note that the method of Jelliffe proved to be less accurate and less precise, being method of Konishi the most accurate and precise, also showing the best profile of clinical acceptability.
Description: Dissertação de mestrado em Farmacologia Aplicada, apresentada à Faculdade de Farmácia da Universidade de Coimbra.
URI: http://hdl.handle.net/10316/30595
Rights: openAccess
Appears in Collections:FFUC- Teses de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
joana fraga.pdf2.22 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s) 10

739
checked on Sep 28, 2020

Download(s) 5

3,340
checked on Sep 28, 2020

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.