Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/30569
Title: Síndrome da imobilidade no idoso
Authors: Quintela, José Miguel de Resende Franco 
Orientador: Veríssimo, Manuel Teixeira Marques
Keywords: síndrome; imobilidade; geriatria; idoso; sequelas; mobilização; nutrição; quedas; cuidador; prevenção; tratamento
Issue Date: 2015
Abstract: Introdução Neste artigo procurou-se rever de forma didática e elucidativa estudos realizados no âmbito da geriatria e assim promover um conhecimento mais aprofundado e sistemático da temática do síndrome da imobilidade no indivíduo idoso. O síndrome da imobilidade é então uma entidade cada vez mais presente na sociedade atual devido ao envelhecimento populacional verificado sobretudo nos países desenvolvidos e define-se como conjunto de sinais e sintomas decorrentes da imobilidade, por restrição a uma poltrona ou ao leito, por tempo prolongado, associada a múltiplas causas e com implicações físicas e psicológicas e que pode levar ao óbito. Resultados Foram também explanadas nesta revisão as consequências da imobilidade nas suas vertentes cardiovascular, respiratória, músculo-esquelética, metabólica, génito-urinária, gastrointestinal, neurosensorial e dermatológico. Procurou-se ainda rever as hipóteses de tratamento e as técnicas de prevenção que permitam um processo de envelhecimento saudável e não condicionado pela doença ou por deterioração da actividade física. A imobilidade para além de acarretar complicações para o individuo com restrições físicas, pode também condicionar alterações do foro relacional e psicológico para o indivíduo cuidador que passa a ser o principal contacto do doente com o exterior. Foi possível analisar ainda como esta interação relacional entre doente-cuidador influencia o prognóstico e a forma como a imobilidade é vista e sentida pelos atores em causa. Conclusão Nesta secção foi discutida a pertinência da utilização das escalas de funcionalidade e a importância da realização de estratégias preventivas multidisciplinares e focadas na terapêutica não farmacológica. Foi ainda abordada a relevância clínica e prognóstica da cooperação e confiança entre todos os profissionais de saúde, o cuidador e o doente.
Introduction In this paper it was tried to review works under geriatrics and thus promote a deeper and systematic knowledge of the immobility syndrome in the elderly subject, in a didactic and elucidatory way. Immobility syndrome is an ever more present entity in today’s society due to population aging mostly verified in developed countries and it is defined as a set of signs and symptoms resulting from immobility, by restriction to a chair or a bed, for prolonged periods, associated to multiple causes and with physical and psychological implications which can led to the demise of the patient. Results In this review, were also explained the consequences of immobility in its cardiovascular, respiratory, musculoskeletal, metabolic, genitourinary, gastrointestinal, neurosensory and dermatological aspects. Efforts were also made to review treatment hypothesis and prevention techniques that allow a healthy aging process and not conditioned by disease or impairment of physical activity. Immobility beyond including complications for the individual with physical restrictions, can also lead to changes in the relational and psychological conditions for the caregiver who becomes the main contact of the patient with the outside. It was also possible to analyze how this patient-caregiver interaction influences the prognosis and how immobility is seen and felt by the concerned agents. Conclusion In this section, it was discussed the pertinence of the use of function scales and the importance of the implementation of preemptive multidisciplinary strategies focused on non-pharmacologic therapy. It was also addressed the clinical and prognostic relevance of cooperation and trust between all health professionals, the caregiver and the patient.
Description: Trabalho final de mestrado integrado em Medicina, apresentado à Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra.
URI: http://hdl.handle.net/10316/30569
Rights: openAccess
Appears in Collections:FMUC Medicina - Teses de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Tese José Quintela.pdf897.24 kBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s) 1

12,239
checked on Oct 21, 2021

Download(s) 5

5,597
checked on Oct 21, 2021

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.