Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/30516
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorVeríssimo, Manuel Teixeira Marques-
dc.contributor.authorVarudo, Ana Rita Horta-
dc.date.accessioned2016-02-12T11:54:12Z-
dc.date.available2016-02-12T11:54:12Z-
dc.date.issued2015-
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10316/30516-
dc.descriptionTrabalho final de mestrado integrado em Medicina, apresentado à Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra.por
dc.description.abstractA anemia constitui uma complicação importante e frequente da doença renal crónica, verificando-se um aumento da incidência destas duas condições com o avançar da idade. Algumas das alterações na função e vasculatura renal podem ser atribuída ao próprio processo de envelhecimento. Em idosos saudáveis parece existir um aumento paradoxal da produção renal de eritropoietina, sugerindo que, ao longo dos anos, os percursores eritroides medulares poderão tornar-se menos sensíveis à estimulação da eritropoiese pela eritropoietina. No entanto, em doentes renais crónicos, a falência renal ocasiona uma produção inadequada de eritropoietina face às necessidades orgânicas com consequente diminuição da produção medular de eritrócitos. A anemia pode instalar-se precocemente e tende a agravar no decurso da evolução da doença renal crónica, frequentemente subdividida em cinco estadios de acordo com a constatação da existência de lesão renal e determinação da taxa de filtração glomerular. Apesar de se encontrarem bem esclarecidas as consequências potencialmente graves e a sua representatividade cada vez mais importante na população idosa, a anemia em doentes renais crónicos permanece como uma condição sub-valorizada, possivelmente devido à carência de diretrizes que estabeleçam a abordagem diagnóstica adequada a adotar e esquemas terapêuticos seguros a instituir nesta faixa etária. Apesar da produção inadequada de eritropoietina constituir a causa major de anemia na doença renal crónica, a sua etiologia é, na verdade, multifatorial podendo estar envolvidos diversos outros fatores como, por exemplo, um défice funcional de ferro frequentemente encontrado em condições inflamatórias. Consequentemente, o tratamento poderá passar não só pela administração de agentes estimuladores da eritropoiese, como pela necessidade de suplementação de ferro, quer pela eventual existência de um défice funcional quer pelo desenvolvimento de um défice absoluto induzido pela estimulação da eritropoiese. Este artigo tem como objetivo fazer uma revisao da literatura mais recente acerca da temática “anemia no idoso com doença renal crónica”, abordando os aspetos referidos anteriormente, bastante relevantes nesta população.por
dc.description.abstractAnemia is a frequent and major complication of chronic kidney disease and both have rising incidence over lifetime. Some of the changes in function and vascular network of the kidney may also be linked with the aging process. In healthy elders, kidney’s erythropoietin production seems to increase, suggesting that over the years, marrow’s red line stem cells become less sensitive to erythropoietin’s stimulus. However, in those with chronic kidney disease, kidney failure leads to insufficient erythropoietin’s production which ends with decreased red blood cells’ production. Anemia may come up early and tends to aggravate during the evolution of chronic kidney disease, dispart into five stages defined by evidence of kidney damage and level of renal function as measured by glomerular filtration rate. Despite the well known consequences and notorious prevalence of anemia in the elderly with chronic kidney disease, it still is an undervalued issue maybe due to the lack of guidelines that provide proper diagnostic approach and safe treatment regimens in this age group. Even though inappropriate erythropoietin’s production remains the major cause of anemia in chronic kidney disease, its’ actual aetiology is multifactorial as many other conditions may be involved like functional iron deficiency, often found in inflammatory status. Thereafter, anemia’s treatment may imply more than erythropoiesis stimulating agents. An iron supply may also be necessary because of the functional or absolute deficiency due to the stimulated erythropoiesis. The purpose of this article is to review the most recent literature on “Anemia in the elderly with Chronic Kidney Disease”. Previously mentioned subjects are approached concerning its’ relevance in this age group.por
dc.language.isoporpor
dc.rightsopenAccesspor
dc.subjectAnemiapor
dc.subjectDoença Renal Crónicapor
dc.subjectidosopor
dc.subjecteritropoietinapor
dc.subjectaxa de filtração glomerularpor
dc.subjectagentes estimuladores da eritropoiesepor
dc.subjectdéfice de ferropor
dc.titleAnemia no idoso com doença renal crónicapor
dc.typemasterThesispor
dc.peerreviewedYespor
dc.identifier.tid201631113-
item.fulltextCom Texto completo-
item.languageiso639-1pt-
item.grantfulltextopen-
crisitem.advisor.deptFaculty of Medicine-
crisitem.advisor.parentdeptUniversity of Coimbra-
Appears in Collections:FMUC Medicina - Teses de Mestrado
Files in This Item:
File Description SizeFormat
TeseFinal_AnaRitaVarudo.pdf961.23 kBAdobe PDFView/Open
Show simple item record

Page view(s) 50

446
checked on Oct 14, 2021

Download(s) 50

669
checked on Oct 14, 2021

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.