Title: Estudo da influência do serviço e da resposta ao serviço, na frequência cardíaca e na sua relação com variáveis do rendimento em jovens tenistas
Authors: Silva, Miguel Leal Subtil Henriques da 
Keywords: Ténis;Frequência cardíaca
Issue Date: 2015
Abstract: O ténis é um desporto de esforços intermitentes, caracterizado por vários arranques, paragens e mudanças de direcção repentinas. Ao longo de um jogo há uma repetição de esforços de alta intensidade e curta duração que alternam com intervalos de repouso de curta duração entre pontos e intervalos de maior duração durante as trocas de campo e/ou entre os sets. Apesar da aparente dominância do metabolismo anaeróbio a componente aeróbia é fundamental na recuperação dos esforços repetidos. No decorrer de um encontro, os tenistas adultos treinados têm uma frequência cardíaca (FC) média entre 140 a 160 batimentos por minuto (bpm), podendo atingir os 190-200 bpm em pontos mais prolongados (Konig et al, 2001; Ferrauti et al., 2003; Martin et al., 2010). Existem grandes alterações da FC ao longo do jogo, que poderá ser atribuída às diferentes intensidades e solicitações do jogo, mas também à influência de múltiplos factores a que o jogador está sujeito. Neste estudo pretendemos estudar a influência causada pela situação de serviço e pela situação de resposta ao serviço na resposta cardiovascular, bem como a sua relação com as variáveis do rendimento em 10 jovens tenistas (entre 14 a 17 anos) com uma média de idades de 16,29±0,94 anos, em situações de competição. A amostra tinha uma massa corporal média de 59,7±5,33kg e uma estatura média de 171,1±4,86cm e todos os atletas que a integraram competem a nível nacional e/ou internacional, estando posicionados dentro do top100 do ranking dos seus respectivos escalões e/ou fazem parte de rankings internacionais. Os atletas realizaram um teste de Luc Léger para determinar a sua FC máxima e se estimar o volume máximo de consumo de oxigénio (VO2max). Para estudar a variabilidade da FC foram monitorizados encontros dos atletas em competições que obedecem ás regras da Federação Portuguesa de Ténis (FPT) e/ou da International Tennis Federation (ITF) recorrendo a câmaras de filmar e a cardiofrequencímetros Polar RS800CX (Polar Electro, Finland), os quais foram usados IV pelos atletas durante os jogos. Os mesmo cardiofrequencímetros foram também usados para registar a FC durante execuções do gesto técnico de serviço em repouso. Foi verificada uma diferença estatisticamente significativa entre a FC nos pontos de serviço e a FC nos pontos de resposta (p=0,000), sendo a primeira mais elevada, com 152,41±15,45bpm, do que a segunda com 144,73±15,34bpm. Nem todos os atletas apresentaram diferenças tão evidentes, com 3 dos 10 atletas que integraram a amostra a não terem apresentado diferenças estatisticamente significativas. Visto que o serviço é um dos gestos técnicos mais importantes no ténis a capacidade de ganhar os seus jogos de serviço é de extrema importância para a vitória ou derrota no encontro e a verificação de diferentes respostas cardiovasculares pode ajudar os atletas e seus treinadores a melhorarem a sua performance e controlo de fadiga. Palavras-chave: frequência cardíaca; serviço; resposta ao serviço; ténis V Abstract Tennis is a sport of intermittent efforts, characterized by several starts, stops and sudden changes of direction. During the course of a match there a repetition of high intensity and short duration efforts that alternate with short periods of rest between points and longer ones during changes of ends and/or between sets. Although there is an apparent dominance of the anaerobic metabolism, the aerobic component is of major importance in the recovery of repeated efforts. Throughout a match, trained adult tennis players have an average heart rate between 140 and 160 beats per minute (bpm), being able to reach 190-200 bpm in longer rallies (Konig et al., 2001; Ferrauti et al., 2003; Martin et al., 2010). There is a great variability of the heart rate throughout a match, that may be assigned to the different intensities and requirements of the match, but also to the influence of several outside factors that the player is exposed to. In this study we aim to study the alterations caused by the serve stroke and the receiving to the serve in the cardiovascular response, as well as it relation with other variables of performance in young tennis players (14 to 17 years old) with a mean age of 16,29±0,94 years old, in competition matches. The sample had a mean body mass of 59,7±0,94kg and a mean height of 171,1±4,86cm and all the athletes who were a part of this study compete at a national and/or international level, being within the top100 of the ranking of their respective age levels and/or have international rankings. The athletes will perform a Luc Léger test to determine their maximum heart rate and oxygen uptake. To study the heart rate variability we will monitor matches in competitions that follow the rules of the Federação Portuguesa de Ténis and/or the International Tennis Federation using filming cameras and cardio measuring devices Polar RS800CX (Polar Electro, Finland), which will be whore by athletes during their matches. The same cardio measuring devices were also used to register the athletes heart rate during the execution of the service gesture at rest. VI There was a statistically significant difference between the heart rate of the serving points and the heart rate of the receiving points (p=0,000), being the first one higher, with 152,41±15,45bpm, than the second with 144,73±15,34bpm. Not all athletes showed such evident differences, with 3 out of the 10 athletes who were a part of the sample not showing statistically significant differences. Seen that the serve is one of the most important strokes in tennis one's ability to win their serve games is of extreme importance to the victory or defeat in the match and the monitoring of the cardiovascular responses may help the athletes and the coaches to improve their performance and fatigue control.
Description: Dissertação de mestrado em Biocinética, apresentada à Faculdade de Ciências do Desporto e Educação Física da Universidade de Coimbra
URI: http://hdl.handle.net/10316/30380
Rights: openAccess
Appears in Collections:FCDEF - Teses de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação_Biocinética_Miguel_Silva.pdf550.06 kBAdobe PDFView/Open
Show full item record
Google ScholarTM
Check
Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.