Title: Estudo das capacidades físicas de utentes institucionalizados com deficiência intelectual
Authors: Marques, António Francisco Silva Costa 
Keywords: Deficiência intelectual;Atividade física
Issue Date: 2015
Abstract: O objetivo do presente estudo consistiu em avaliar a aptidão física em indivíduos institucionalizados com deficiência intelectual. A amostra foi constituída por 22 indivíduos, todos praticantes de actividade física regular. Foi calculado o índice de massa corporal para cada observado e de seguida dividiu-se em 4 grupos (Peso normal, Excesso de Peso, Obesidade I e Obesidade II), de acordo com a categorização proposta pela OMS (Organização Mundial de Sáude). A bateria de testes utilizada foi baseada no BrockPort Physical Fitness Test que permite avaliar a flexibilidade, a força e resistência e o funcionamento aeróbio. Escolheram-se 8 testes que permitem avaliar cada uma das capacidades referidas ( Flexões, flexão isométrica, abdominais, abdominais modificados, elevação do tronco, teste de pacer de 15 metros, senta e alcança e alongamento dos ombros). No geral houve uma uniformidade nos resultados dos diversos testes, isto é em 5 dos 8 testes foi claramente verificável que a performance era afectade pelo elevado IMC, assim o grupo “Peso Normal” apresentou os melhores resultados nesses testes. Pelo contrário, não se verificou esse resultado no Isometric Push Up, em que o grupo “Obesidade I” apresentou o melhor resultado, enquanto que o grupo “Peso normal” foi ainda ultrapassado, no que toca á performance, pelo grupo “Excesso de Peso”. Isto devese ao facto de esses indivíduos apesarem de terem um IMC elevado, têm também músculo, isto é, uma limitação do uso do IMC pois não diferencia a massa gorda de músculo, acabando assim ambos por serem usados na classificação proposta pela OMS. Também é importante referir que nestes casos, os indivíduos têm uma menor mobilidade e dificuldade de locomoção derivado não só ao excesso de peso como também a cada uma das suas patologias e limitações. O teste do Trunk lift também apresentou resultados diferentes dos restantes, uma vez que o grupo com “Excesso de Peso” teve uma melhor performance do que o grupo “Peso Normal”. O ultimo grupo “Obesidade II” não conseguiu realizar 4 dos 8 testes propostos, o que vai de acordo com o seu excessivo peso e assim uma falta de locomoção. No Shoulder Stretch apenas um indivíduo conseguiu ser considerado “Apto” para realizar o exercício para ambos lados. Esse indivíduo pertence ao grupo “Peso Normal”. Existiram ainda 3 indivíduos que conseguiram realizar o teste apenas para um dos lados, todos pertencentes ao 2ºgrupo, “Excesso de Peso”. De um modo geral, podemos afirmar que o IMC em pessoas com deficiência intelectual vai afetar diretamente o desempenho em alguns destes testes. A flexibilidade é uma das componentes em que se verificou claramente isso, que os resultados vão diminuindo á medida que o IMC se torna mais elevado. Palavras-chave: aptidão física, deficiência intelectual, BrockPort Physical Fitness Test VI Abstract The aim of this study was to evaluate physical fitness in institutionalized individuals with intellectual disabilities. The sample consisted of 22 individuals, all practitioners of regular physical activity. It was calculated the body mass index for each individual and then divided into 4 groups (Normal Weight, Overweight, Obesity I and Obesity II), according to the classification proposed by WHO (World Health Organization). The battery of tests used was based on the Brockport Physical Fitness Test that evaluates the flexibility, strength and endurance and aerobic operation. Were picked up eight tests for assessing each of those capabilities (push up test, isometric push up, curl up, modified curl up, trunk lift, pacer test of 15 meters, sit and reach, and shoulder stretch). Overall there was a uniformity in the results of the various tests, this is, in 5 of the 8 tests was clearly verified that the performance was affected by high BMI, so the group "Normal Weight" showed the best results in these tests. On the contrary, this result was not in the Isometric Push Up, in which the group "Obesity I" showed the best result, while the group "normal weight" was even exceeded, by the group "Overweight ". This is due to the fact that these individuals, despite having a high BMI also have muscle, this is, a limitation of the use of BMI does not differentiate muscle from fat mass, ending both being used in the classification proposed by WHO. It is also important to note that in these cases, the individuals have a lower mobility and limited mobility not only derived of overweight as well as each of their conditions and limitations. The Trunk lift test also showed different results from the others tests, since the group "Overweight" had a better performance than the group "Normal Weight". The last group "Obesity II" failed to carry out 4 of the 8 proposed tests, which is in line with the excessive weight and thus a lack of movement. In the Shoulder Stretch test there was only one individual who could be considered "Fit" to perform the exercise for both ways. That individual belongs to "Normal Weight" group. There were also three subjects who were able to perform the test only one side, all belonging to 2ºgrupo "Overweight". In general, we can say that the BMI in people with intellectual disabilities will directly affect their performance in some of these tests. Flexibility is one of the components where it is clearly found that the results will diminish as the BMI becomes higher. This study has limitations in terms of the variables used as BMI is a predictor of the body mass but does not distinguish the fat mass of muscle, either with regard to the performance of individuals being affected by the type of disease, medications, home environment, and alimentation.
Description: Dissertação de mestrado em Atividade Física em Contexto Escolar, apresentada à Faculdade de Ciências do Desporto e Educação Física da Universidade de Coimbra
URI: http://hdl.handle.net/10316/30379
Rights: openAccess
Appears in Collections:FCDEF - Teses de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Tese Antonio Marques.pdf7.24 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record
Google ScholarTM
Check
Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.