Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/30293
Title: Identification and characterization of small molecule interactions with transthyretin amyloid fibers
Authors: Ferreira, Elisabete Priscila Pinto 
Orientador: Brito, Rui M. M.
Keywords: Química Medicinal; Química; Medicina; Transtirretina; Amilóide; Diferença de transferência de saturação; Ressonância magnética
Issue Date: Sep-2015
Citation: Ferreira, Elisabete Priscila Pinto /Identification and characterization of small molecule interactions with transthyretin amyloid fibers
Abstract: A transtirretina (TTR) é uma das várias proteínas conhecidas por sofrerem alterações conformacionais e formarem agregados e fibras amiloides insolúveis e altamente estáveis que se acumulam nos tecidos extracelulares causando doenças. A amiloidose senil sistémica, a polineuropatia amiloidótica familiar, a cardiomiopatia amiloidótica familiar e a rara amiloidose seletiva do sistema nervoso central são as principais patologias em que a TTR está implicada. Embora o transplante de fígado e o medicamento Tafamidis sejam usados como abordagens terapêuticas, atualmente não há cura ou tratamento totalmente eficaz para as amiloidoses da TTR e várias estratégias terapêuticas têm vindo a ser desenvolvidas visando as diferentes etapas do processo de formação de fibras. A desagregação de oligómeros e fibras amiloides é uma dessas estratégias. Para selecionar eficientemente compostos com esse efeito é necessário desenvolver um protocolo específico de screening que consiga identificar e caracterizar a interação desses compostos com as fibras. Com este objetivo três protocolos diferentes de formação de fibras de TTR tipo selvagem foram estudadas para selecionar e caracterizar o protocolo de formação de fibras mais relevante e apropriado. Adicionalmente a técnica STD NMR (diferença de transferência de saturação por ressonância magnética nuclear) foi selecionada e usada para estudar a interação da doxiciclina, composto conhecido por desagregar fibras amiloides de TTR mutante, com fibras de TTR tipo selvagem, e um ensaio de dispersão dinâmica de luz foi desenvolvido e utilizado para caraterizar o efeito deste composto na desagregação de fibras. Os resultados demonstraram que o protocolo de formação de fibras induzidas pelo calor possui algumas vantagens sobre os outros protocolos mas requer uma melhor caracterização. A STD NMR foi aplicada com sucesso na caracterização da interação da doxiciclina com as fibras de TTR tipo selvagem, indicando os resultados que a doxiciclina interage de modo diverso com amiloide de TTR tipo selvagem formado em diferentes condições experimentais. O ensaio de dispersão dinâmica de luz permitiu a caracterização do efeito da doxiciclina nas fibras ao longo do tempo e demonstrou que a doxiciclina desagrega fibras amiloides pré-formadas de TTR tipo selvagem. Palavras-chave: Amiloide, transtirretina, doxiciclina, desagregação de fibras
URI: http://hdl.handle.net/10316/30293
Rights: openAccess
Appears in Collections:FCTUC Química - Teses de Mestrado
UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Tese_ElisabeteFerreira.pdf8.84 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s)

163
checked on Aug 4, 2022

Download(s) 20

881
checked on Aug 4, 2022

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.