Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/30090
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorBurrows, Hugh Douglas-
dc.contributor.advisorMora, Pedro-
dc.contributor.authorNeto, Ana Raquel Ferreira-
dc.date.accessioned2015-12-07T16:38:51Z-
dc.date.available2015-12-07T16:38:51Z-
dc.date.issued2015-09-
dc.identifier.citationNETO, Ana Raquel Ferreira - Limpeza de elementos municiais em balística forense [em linha]. Coimbra : [s.n], 2015. Dissertação de mestrado. Disponível na WWW:<http://hdl.handle.net/10316/30090>.por
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10316/30090-
dc.description.abstractA presente dissertação tem por objetivo a implementação de novos métodos de limpeza de elementos municiais de modo a substituir os métodos usados na Especialidade Forense de Balística do Laboratório de Polícia Científica da Polícia Judiciária. Estes métodos pretendem remover os três tipos de degradação/contaminação mais comuns na prática pericial do laboratório: gesso, corrosão e sangue. Os resultados obtidos no decorrer do trabalho foram avaliados de acordo com critérios previamente definidos nomeadamente que o método tem que permitir a comparação microscópica dos elementos municiais, limpar os mesmos, não pode ser abrasivo para o metal da blindagem, ser de fácil implementação em rotina, ser rápido, ter baixos custos e ser reprodutível. Foram testados dois métodos referência: o que está implementado no laboratório e o que está contemplado no manual de boas práticas do ENFSI. De forma geral os métodos referência não preenchem os dois principais critérios estabelecidos visto que não permitem a comparação nem limpam os elementos de forma satisfatória. Foram então desenvolvidos e avaliados novos métodos para a limpeza dos elementos municiais. Estes envolvem o uso de ultrassons com banho de Extran a 1 e 2.5% e de água destilada, ácido acético a 15%, eletrólise a 150mA e peróxido de hidrogénio a 30% com controlos macro e microscópicos a diferentes tempos. É de salientar que nem todos os métodos foram usados para cada tipo de degradação/contaminação. Concluiu-se que, para cada tipo de degradação/contaminação, existe pelo menos um novo método mais eficaz que o usado no laboratório podendo portanto substituí-lo.por
dc.language.isoporpor
dc.rightsopenAccesspor
dc.subjectQuímicapor
dc.subjectQuímica Forensepor
dc.subjectArmaspor
dc.subjectMuniçõespor
dc.titleLimpeza de elementos municiais em balística forensepor
dc.typemasterThesispor
dc.peerreviewedYespor
dc.identifier.tid201534347-
uc.controloAutoridadeSim-
item.languageiso639-1pt-
item.fulltextCom Texto completo-
item.grantfulltextopen-
crisitem.advisor.deptFaculty of Sciences and Technology-
crisitem.advisor.parentdeptUniversity of Coimbra-
crisitem.advisor.researchunitCQC - Coimbra Chemistry Centre-
crisitem.advisor.parentresearchunitFaculty of Sciences and Technology-
crisitem.advisor.orcid0000-0003-3127-2298-
Appears in Collections:FCTUC Química - Teses de Mestrado
Files in This Item:
File Description SizeFormat
Limpeza de elementos municiais em balística forense.pdf3.08 MBAdobe PDFView/Open
Show simple item record

Page view(s)

331
checked on Nov 24, 2021

Download(s) 10

1,699
checked on Nov 24, 2021

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.