Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/30033
Title: Resumos científicos : estudo exploratório dos resumos de artigos das revistas Nature e PLoS One na temática da Saúde
Authors: Leitão, Helena Isabel Pereira 
Orientador: Borges, Maria Manuel
Simões, Maria da Graça
Keywords: Resumos científicos; Acesso aberto; Acesso restrito; Ciências da Saúde; Nature; PLoS One
Issue Date: 22-Oct-2015
Publisher: FLUC
Citation: Leitão, Helena Isabel Pereira - Resumos Científicos Estudo exploratório dos resumos de artigos das revistas Nature e PLoS One na temática da Saúde, Coimbra, 2015
Abstract: Introdução: Um resumo apresenta, entre outras características, ser um texto breve, condensado, objetivo e preciso, expressando informação exaustiva e completa. É nas áreas de Ciência, Tecnologia e Medicina, que o resumo assume as suas principais funções: alertar, divulgar e selecionar informação. Objetivo: Propõe-se aferir as potencialidades do Resumo científico na área das Ciências da Saúde, em dois contextos: Acesso Restrito (AR) e Acesso Aberto (AA); relevando-se a sua estrutura como elemento chave no cumprimento das suas funções. Metodologia: Optou-se por uma abordagem qualitativa de natureza exploratória: revisão da literatura e um estudo de caso. No estudo de caso procedeu-se à análise comparativa dos resumos de duas revistas científicas da área da Saúde, publicadas em distintos contextos: a PLoS One (AA) e a Nature (AR). Resultados: Não se verificou uma estrutura explícita em nenhum dos resumos da Nature, ao contrário do que se observou relativamente à PLoS One, 45% (estrutura explícita). A Nature dá relevância à Introdução, Métodos, Resultados e às implicações. A extensão dos resumos da PLoS One é maior do que os da Nature. O número de artigos na primeira também é maior que o da segunda. A secção de referência dos resumos da PLoS One contempla um número mais significativo de elementos do que a da Nature. Conclusão: Reconhece-se que o resumo é um recurso de excelência na divulgação, atualização e seleção da literatura científica, independentemente dos contextos em que se considere. Se em acesso restrito (AR), a capacidade de substituição do original é a sua grande potencialidade, em Acesso Aberto (AA) salienta-se o seu papel na seleção dos documentos. As duas revistas consideradas para o presente trabalho dão importância à estrutura, que se encontra presente em todos os artigos, embora, na maioria dos casos, de forma implícita.
URI: http://hdl.handle.net/10316/30033
Rights: openAccess
Appears in Collections:FLUC Secção de Informação - Teses de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Dissertação Helena Leitão.pdf2.33 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s) 10

751
checked on Dec 10, 2019

Download(s) 10

2,184
checked on Dec 10, 2019

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.