Title: O Corpo como Texto: Poesia, Performance e Experimentalismo nos Anos 80 em Portugal
Authors: Dias, Sandra Isabel das Candeias Guerreiro 
Keywords: Arte da Performance;Poesia Experimental;Experimentalismo;Década de 1980;Arte da Performance Portuguesa (APP);Performance Experimental Poética (PEP);Performance Art;Experimental Poetry;Experimentalism;1980s;Portuguese Performance Art (PPA);Poetical Experimental Performance (PEP)
Issue Date: 5-Feb-2016
Citation: DIAS, Sandra Isabel das Candeias Guerreiro - O Corpo como Texto: Poesia, Performance e Experimentalismo nos Anos 80 em Portugal [em linha]. Coimbra : [s.n], 2016. Tese de doutoramento. Disponível na WWW:<http://hdl.handle.net/10316/29608>
Abstract: Esta tese de doutoramento cruza três áreas disciplinares – estudos literários, estudos da performance e história da cultura – com vista ao mapeamento da relação entre a arte da performance portuguesa (APP) e a poesia desde o princípio do século XX, incidindo a investigação em particular na sua fase de expansão, a década de 1980. No enquadramento deste caso de estudo, analisa-se os anos 80 como epifenómeno cultural da contemporaneidade portuguesa, estudando-se a ampliação de um experimentalismo estético e performativo ao modus vivendi cultural da década, nomeadamente à poesia, à música, à moda, à tecnologização e mediatização da cultura, aos consumos culturais e às sociabilidades urbanas. Numa palavra, à revolução pop dos costumes. Os anos 80 são, na sua amplitude, o epicentro histórico da estetização da vida urbana. Em Portugal, este fenómeno pauta-se por um experimentalismo estético identificável numa rede híbrida e eclética de performers de diferentes áreas artísticas, eventos e festivais. Analisa-se em particular o desenvolvimento da poesia experimental portuguesa (PO.EX) e da performance experimental poética (PEP), mostrando-se a importância de um projeto que, mais do que poético, é intermedial, focando-se numa rede de eventos e protagonistas que têm como ponto de partida da sua atividade artística, a poesia, a performance e o corpo. Para tal, mapeia-se as origens deste experimentalismo poético desde o princípio do século XX, por intermédio de uma base de dados cronológica detalhada da APP desde 1900 até 1990, sublinhando-se a relevância dos legados futurista, dadá, surrealista e concetual nestas práticas. Apresenta-se uma taxonomia descritiva da APP na relação com a PEP. Em seguida, analisa-se, com detalhe, três tipos de festivais que figuram enquanto laboratórios experimentais de práticas performativas ao longo dos anos 80: os festivais de arte, os festivais de arte da performance, e os festivais e eventos de poesia experimental. Analisa-se ainda um conjunto de tendências da PEP portuguesa a partir de poetas experimentais como Ana Hatherly, Alberto Pimenta, António Barros, E. M. de Melo e Castro, Fernando Aguiar, Gabriel Rui Silva, Salette Tavares e Silvestre Pestana, entre outros/as. Procura-se também compreender e questionar o desfasamento entre a efervescência de um ethos cultural celebratório e performativo e a fraca receção do seu legado singular no conjunto das práticas artísticas, na crítica, na institucionalização de um mercado de arte experimental, bem como na formação de públicos. Contribui-se para essa lacuna na dimensão prospetiva e de inventário que este trabalho incorpora e oferece sobre uma dimensão particular da história da cultura e das artes em Portugal. Demonstra-se assim como os anos 80 portugueses são únicos no panorama da história portuguesa recente, conjugando um universo artístico experimental de renovação estética e poética, cuja história, em detalhe, continua por conhecer.
This doctoral thesis brings together three disciplines – literary studies, performance studies and cultural history – and aims to map the relationship between Portuguese performance art (PPA) and poetry since the beginning of the twentieth century. The research focuses in particular on the 1980s, a period of increased activity. In the framework of this case study, the 1980s are analyzed as a cultural epiphenomenon of Portuguese contemporaneity. This study looks at the promotion of an aesthetic and performative culture of experimentation as modus vivendi of the decade. The pop revolution of the 1980s is addressed in various practices: poetry, music, fashion, use of technology, media coverage of culture, cultural consumption and urban sociability. The 1980s are described as the historic epicenter of the aestheticization of urban life. In Portugal, this phenomenon is guided by an aesthetic experimentalism which can be identified by a hybrid and eclectic network of performers of different artistic fields, events and festivals. The thesis analyzes, in particular, the development of Portuguese experimental poetry (PO.EX) and poetic experimental performance (PEP), showing its importance as an intermedia practice – not exclusively poetic –, and focusing on a network of events and protagonists that take poetry, performance and the body as artistic means of production. The origins of this poetic experimentalism is mapped from the beginning of the twentieth century, through a detailed chronological database of PPA (1900-1990) that highlights the relevance of the futurist, dadaist, surrealist and conceptual legacies for these practices. A descriptive taxonomy for PPA and its relation to PEP is presented. This is followed by a detailed analysis of three kinds of festivals, seen as experimental laboratories for performance art during the 1980s: art festivals, festivals of performance art, and festivals of experimental poetry. A number of trends in Portuguese PEP are discussed through the practices of experimental poets such as Ana Hatherly, Alberto Pimenta, António Barros, E. M. de Melo e Castro, Fernando Aguiar, Gabriel Rui Silva, Salette Tavares, and Silvestre Pestana, among others. This study also accounts for the gap between the cultural effervescence of a celebratory and performative ethos and the poor reception of its unique legacy, whether in artistic practices, in cultural critique, and in the institutionalization of an experimental art market, or in the education of different audiences. The inventory and prospective implications contained in this study will illuminate a particular dimension of the history of culture and the arts in Portugal, and contribute to changing the academic reception of those practices. This thesis argues that the 1980s are a unique moment of aesthetic and poetic experimentation in recent Portuguese culture, whose detailed history is still unknown.
Description: Tese de doutoramento em Linguagens e Heterodoxias: História, Poética e Práticas Sociais, ramo de História Contemporânea, apresentada na Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra
URI: http://hdl.handle.net/10316/29608
Rights: openAccess
Appears in Collections:FLUC Secção de História - Teses de Doutoramento
I&D CES - Teses de Doutoramento

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
O_Corpo_como_Texto_Vol1.pdfVol_13.66 MBAdobe PDFView/Open
O_Corpo_como_Texto_Vol2.pdfVol_2 (Anexos)100.19 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record
Google ScholarTM
Check
Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.