Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/29134
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorSantos, Clara Maria Rodrigues da Cruz Silva-
dc.contributor.advisorDourado, Marília Assunção Rodrigues Ferreira-
dc.contributor.authorGonçalves, Madalena Fernandes Gaspar-
dc.date.accessioned2015-08-07T13:14:12Z-
dc.date.issued2014-09-23-
dc.identifier.citationGONÇALVES, Madalena Fernandes Gaspar - ECCI - potenciação da esfera social, adesão terapêutica e qualidade de vida da pessoa com cuidados continuados e paliativos: operacionalização no âmbito de cuidados de saúde primários [em linha]. Coimbra : [s.n], 2014. Dissertação de mestrado. Disponível na WWW:<http://hdl.handle.net/10316/29134>-
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10316/29134-
dc.descriptionDissertação de mestrado em Cuidados Continuados e Paliativos apresentada à Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbrapor
dc.description.abstractO índice de dependência e o aumento das doenças crónicas suscitam novas estratégias de gestão em saúde. A Rede Nacional de Cuidados Continuados Integrados (RNCCI) permite aos Assistentes Sociais, no seio de equipas multidisciplinares, estabelecer e manter vínculos de cuidados de grande valor social entre estruturas formais e cidadãos. É na desigualdade de oportunidades que se justifica estudar em que medida as respostas existentes no território nacional no tocante à acessibilidade aos cuidados de saúde representam uma resposta efetiva à pessoa doente no seu meio natural de vida e de que modo a RNCCI consegue responder a esta necessidade. Assim, os principais objetivos deste estudo comparativo são: medir a perceção da qualidade de vida (QdV) da população acompanhada, medir a melhoria da mesma após a intervenção das Equipas de Cuidados Continuados Integrados (ECCI) e conhecer a preferência dos participantes quanto ao local para receber cuidados. Para o efeito, foi aplicado o instrumento WHOQOL-Bref, duas escalas numéricas e um questionário de escolha múltipla. A amostra (N=36) foi selecionada por conveniência e de forma aleatória. Metade dos participantes encontravam-se internados e os restantes no domicílio. Os principais resultados indicam que a amostra era maioritariamente do sexo feminino (61,1%) e com baixa escolaridade (69,4%). A média de idades era de 74,25 anos e 94,4% dos indivíduos que admitiram estar doentes, 44,4% estavam-no há mais de um ano. Apenas 13,9% preencheram os questionários autonomamente, embora não se registrassem diferenças estatisticamente significativas na perceção geral da saúde entre os dois grupos (U = 157,500; p =.888). Nos domínios físico e psicológico, os indivíduos internados apresentavam pontuações mais elevadas de QdV e os do domicílio, no do ambiente, embora sem diferenças estatisticamente expressivas. Para o domínio das relações sociais, verificaram-se diferenças estatisticamente significativas entre os dois grupos (U = 225,500; p =.044) com os indivíduos internados a apresentar ordem média mais elevada. Quanto à QdV em geral, registou-se uma ordem média mais elevada no domicílio com diferenças estatisticamente significativas (U = 93,000; p =.029). Todos admitiram ter significativas melhorias da sua QdV após a intervenção das ECCI e 61% dos inquiridos preferiam o domicílio para receber os cuidados de saúde. Conclui-se que este estudo é inovador em Portugal nos moldes em que o investigador se propôs desenvolver e o mesmo demonstra a importância da intervenção das ECCI na comunidade. Estas facilitam uma boa comunicação em saúde, potenciam os cuidados de proximidade, promovem uma maior capacidade para o autocuidado e habilitam os cidadãos para uma melhor gestão dos recursos com ganhos em saúde. Não obstante o tamanho da amostra, este estudo comparativo apresenta resultados sobre a utilidade social de um maior incentivo à passagem de cuidados institucionais para cuidados domiciliários. Finalmente, o autor deste estudo defende que, corresponsabilizar a sociedade civil na vida coletiva, incrementar o número de ECCI e Paliativos alargando a sua ação em território nacional, potencia os Cuidados de proximidade, acrescenta valor social e responde aos desafios do financiamento público da saúde.por
dc.description.abstractThe dependency index largely due to increased chronic diseases raises new health management strategies. The national network of long-term care integrated (RNCCI) allows social workers, within multidisciplinary teams, to establish and to maintain links between formal structures and citizens therefore to provide care of great social value. As there are inequalities in opportunities it is justified to study in what extent the existing answers, in the national territory, as regards the accessibility to health care represent an effective response to patients in their natural environment and how the RNCCI can answer to their needs. Thus, the main objectives of this study are: (1) to assess how the accompanied population perceives their quality of life (Qol) (2) to assess the Qol improvement after the intervention of long-term care integrated teams (ECCI) and (3) and to know the preferred locations to receive care. To achieve these objectives, WHOQOL- Bref instrument, two numerical scales and a multiple-choice questionnaire were applied to the studied population (N = 36) that was selected for convenience and at random. Half of the participants were inpatients and the other half outpatients. To compare mean scores between the two groups the T-test or Mann-Whitney U- test were employed when appropriate. The main results indicate that the studied population was predominantly female (61.1%) and with low educational level (69.4 percent). The average age was of 74.25 years; 94.4% of individuals admitted to being sick, 44.4% were for more than a year. Only 13.9% independently filled out the questionnaires, with regard to health perception no statistical significant differences between the two groups (U = 157.500; p =. 888). Bearing in mind physical and psychological domains inpatients have high scores of Qol, in environment domains the highest scores of Qol were shown by outpatients, who were at home, although no statistically significant differences. For the field of social relationships, there were statistically significant differences between the two groups (U = 225.500; p =. 044) with inpatients presenting higher average order. Concerning general Qol outpatients demonstrated a higher average order with statistically significant differences (U = 93.000; p =. 029); 61% of respondents preferred home caring. It is concluded that this study is innovative in Portugal in the manner in which the researcher set out to develop and even demonstrates the importance of the intervention of ECCI in the community. ECCI facilitate good communication in health, potentiate the proximity care, promote a greater capacity for self-care and enable citizens to better management of resources with health gains. Regardless of the size of the sample, this comparative study presents findings on the social utility of a greater incentive to transition from institutional care to home care. Finally it is concluded that co-responsibility of civil society in collective life, the increased number of ECCI and Palliative care teams extending its action in national territory, promotes proximity care, adds social value and responds to the challenges of public health funding.por
dc.language.isoporpor
dc.rightsembargoedAccesspor
dc.subjectServiço socialpor
dc.subjectCuidados continuados e paliativospor
dc.subjectQualidade de vidapor
dc.subjectSocial workpor
dc.subjectContinuous and palliative carepor
dc.subjectQuality of lifepor
dc.titleECCI : potenciação da esfera social, adesão terapêutica e qualidade de vida da pessoa em cuidados continuados e paliativos : operacionalização no âmbito de cuidados de saúde primáriospor
dc.typemasterThesispor
degois.publication.locationCoimbrapor
degois.publication.titleECCI - potenciação da esfera social, adesão terapêutica e qualidade de vida da pessoa com cuidados continuados e paliativos: operacionalização no âmbito de cuidados de saúde primáriospor
dc.peerreviewedYespor
dc.identifier.tid201626993-
item.languageiso639-1pt-
item.fulltextCom Texto completo-
item.grantfulltextopen-
Appears in Collections:FMUC Medicina - Teses de Mestrado
Show simple item record

Page view(s) 20

562
checked on Oct 20, 2020

Download(s) 20

636
checked on Oct 20, 2020

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.