Title: Actividade física de alta intensidade na população universitária de Coimbra : efeito do tempo de prática
Authors: Domingos, Pedro Jorge Figueiredo 
Orientador: Martins, Raul Agostinho Simões
Figueiredo, António José Barata
Keywords: Actividade física;Estudante universitário--Coimbra;Treino intervalado;Saúde pública
Issue Date: 2014
Citation: Domingos, P. (2014). Actividade física de alta intensidade na população universitária de Coimbra: efeito do tempo de prática. Dissertação de Mestrado, Faculdade de Ciências do Desporto e Educação Física da Universidade de Coimbra, Coimbra, Portugal.
Abstract: Comportamentos sedentários e tempo passado sentado é um problema de saúde pública emergente que está relacionado com o aparecimento de doenças crónicas, incapacidade e morte prematura (Chastin et al. 2014). A prática de actividade física está associada tanto a um menor risco de doenças cardiovasculares, como a uma redução na mortalidade por todas as causas, na população em geral (Paffenbarger et al. 1986 e Manson et al. 2002) e ainda em populações com diabetes tipo 2 (Tanasescu et al. 2003; Hu et al. 2004 e Gregg et al. 2003). Mais do que apenas actividade física, o exercício físico é uma forma estruturada e supervisionada de prática da mesma, e foi comprovado como sendo eficaz na melhoria da condição cardiorrespiratória (Boulé et al. 2003), bem como no controlo glicémico e redução do risco de doenças cardiovasculares (Boulé et al. 2001 e Snowling & Hopkins 2006). No entanto, a especificidade, frequência e duração de exercício necessárias para que acumule benefícios para a saúde e previna doenças relacionadas com o sedentarismo não é consensual (Gibala et al. 2012). Um crescente conjunto de investigações tem vindo a demonstrar que o treino intervalado de alta intensidade (HIIT) induz melhorias equivalentes, ou até mesmo superiores, aos tradicionais métodos contínuos de endurance, em parâmetros fisiológicos, tanto em populações saudáveis como em populações com doenças (Gibala et al. 2012). Este é um factor importante, visto que a falta de tempo continua a ser uma das principais causas apontadas para a integração num plano de actividade física regular (Fernandes & Lázaro 2005). O objectivo desta investigação é avaliar o efeito da participação em dois treinos intervalados de alta intensidade (HIIT) com durações de séries diferentes (30 ou 45 segundos) na composição corporal, condição cardiorrespiratória, variáveis hemodinâmicas e variáveis sanguíneas. Na presente investigação participaram 21 estudantes da Universidade de Coimbra, todos eles do sexo masculino, fisicamente activos e com idades compreendidas entre os 19 e os 26 anos (23,43 ±1,57), distribuídos aleatoriamente por três grupos, de sete elementos cada: grupo de controlo, HIIT30 e HIIT45. Os resultados demonstram que ambos os protocolos HIIT promovem benefícios bastante grandes nos parâmetros analisados, com aplicações quer no desempenho desportivo, quer na promoção da saúde pública.
Description: Dissertação de mestrado em Ciências do Desporto (Atividade Física em Contexto Escolar) apresentada à Faculdade de Ciências do Desporto e Educação Física da Universidade de Coimbra
URI: http://hdl.handle.net/10316/28655
Rights: openAccess
Appears in Collections:FCDEF - Teses de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação Mestrado Pedro Domingos.pdf1.67 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record
Google ScholarTM
Check
Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.