Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/28437
Title: Bem-estar subjetivo, autoconceito e desempenho académico: que relação com a prática musical?
Authors: Rodrigues, Soraia Filipa Tomás 
Orientador: Ferro, Maria Jorge Santos Almeida Rama
Keywords: Bem-estar subjectivo, adolescente; Auto-conceito, adolescente; Prática musical
Issue Date: 2014
Serial title, monograph or event: Bem-estar subjetivo, autoconceito e desempenho académico: que relação com a prática musical?
Place of publication or event: Coimbra
Abstract: O bem-estar subjetivo, traduzido na avaliação que as pessoas fazem acerca das suas próprias vidas, é um conceito que tem ganho destaque na comunidade científica ao longo dos últimos anos. A par do autoconceito, torna-se uma das dimensões determinantes no desenvolvimento dos jovens. Deste modo, o objetivo do presente estudo prende-se com a exploração da relação entre estes constructos e a prática musical, bem como a investigação de possíveis diferenças entre jovens que mantêm a música como objetivo profissional e os que não manifestam essa intenção. A amostra é constituída por 278 adolescentes que incluem a prática musical no seu currículo, tendo sido aplicado um conjunto de questionários. Recorrendo a análises de correlação, verificam-se correlações significativas entre dimensões da prática musical e as componentes do bem-estar subjetivo, autoconceito global e desempenho académico. Além disso, são apuradas diferenças estatisticamente significativas entre os dois grupos de jovens (no que diz respeito à intenção de seguir uma profissão) ao nível do afeto positivo e autoconceito global. Estes resultados representam um complemento à investigação existente no âmbito do bem-estar subjetivo e autoconceito e as suas implicações durante o período da adolescência.
The subjective well-being, in terms of the evaluation that individuals make about their own lives, is a concept that has gained prominence in the scientific community over the recent years. Altogether with the self-concept, it has become one of the key dimensions in the development of young people. Thus, the aim of this study lies in exploring the relationship between these constructs and the musical practice, as well as the research of possible differences between young individuals who keep music as a career interest, and those who don’t declare that intention. The sample consists of 278 adolescents who include musical practice in their curriculum, having been asked to answer to a set of questionnaires. Using a correlation analysis method, significant correlations between dimensions of musical practice and the components of subjective well-being, academic performance and overall self concept were found. Moreover, statistically significant differences between the two groups of young individuals (as far as the intention of pursuing a career is concerned) to the positive affect and overall self concept were specified. These results are additional data which complement the existing research in the field of subjective well-being and self-concept, and its implications during the period of adolescence.
Description: Dissertação de mestrado em Psicologia (Psicologia da Educação, Desenvolvimento e Aconselhamento), apresentada à Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade de Coimbra
URI: http://hdl.handle.net/10316/28437
Rights: openAccess
Appears in Collections:FPCEUC - Teses de Mestrado
UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
TESE - Soraia Rodrigues.pdf892.02 kBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s) 50

521
checked on Nov 21, 2022

Download(s)

130
checked on Nov 21, 2022

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.