Please use this identifier to cite or link to this item: https://hdl.handle.net/10316/28181
Title: DSS induced colitis in Ncf1-mutated mice
Authors: Gomes, Joana Rita Marçal 
Orientador: Carneiro, Maria Margarida Souto
Santos, Paulo
Keywords: Espécies reactivas de oxigénio; Complexo NADPH-oxidase; colite; Resposta imune; Displasia
Issue Date: 2014
Place of publication or event: Coimbra
Abstract: Background: Inflammatory Bowell Disease is a chronic idiopathic disease and immunological disorder of the gastrointestinal tract that includes Crohn Disease (CD) and Ulcerative Colitis (UC). However those diseases affect people in different ways, CD can affects any part of the gastrointestinal tract, but most commonly, the terminal ileum, cecum, peri-anal area and colon. UC most commonly affects the rectum and extends proximally in a continuum. Immune response is altered in an IBD situation because mucosa’s disruption and consequent pathogen infiltration. Ncf1* mutated mice present a NADPH complex incapable of producing ROS. This alteration compromises immune system in order to react to pathogens and solve inflammation. Methods: Two experiments were made. In first colitis was induced in Ncf1* and Wild-Type (WT) mice by a 1st 7-days cycle of dextran sulfate sodium (DSS), with 21 days resting. In the second experiment colitis was induced in Ncf1* and WT by a 1st 7-days cycle of DSS followed by 14 days of resting and then a 2nd 7-days cycle of DSS. Physical scores were evaluated during all experiment. Immune lymph node populations were analyzed by flow citometry and morphological alterations of the colon mucosa were assessed by histology. Results: Colitis showed more severe in Ncf1* mice comparing to WT mice which is confirmed by clinical scores. Ncf1* presented a more accentuated inflammation with more tendency to chronicity and dysplasia, with a more aberrant immunological response in Ncf1*. Ncf1* mice presented more difficulties in solving inflammation process. Conclusion: The absence of ROS leads to an increase severity in colitis with more tendency to chronicity and dysplasia. Ncf1* mice response to DSS induced colitis, showed ROS importance in solving inflammation process.
Introdução: Doença inflamatória intestinal (DII) é uma doença crónica, idiopática e imunológica do trato gastrointestinal inclui a doença de Crohn e a Colite Ulcerosa. Todavia estas doenças afectam a população de formas distintas, a doença de Crohn pode afectar qualquer parte do trato gastrointestinal, mas mais frequentemente o ileum terminal, o cécum, área peri-anal e o colon. A colite Ulcerosa afecta mais frequentemente o recto estende-se proximalmente em continuum. A resposta imunológica está alterada numa situação de DII devido à destruição da mucosa intestinal e consequente infiltração de patogéneos. Os murganhos com a mutação Ncf1* apresentam um complexo NADPH incapaz de produzir ROS. Esta alteração compromete o Sistema imunológico e a sua capacidade de resolução da inflamação. Métodos: Realizaram-se duas experiências. Na primeira foi induzida colite nos murganhos mutados Ncf1* e nos WT com um 1º ciclo de 7 dias de DSS, seguido de 21 dias de descanso. Na segunda experiência foi administrado 1º ciclo de 7 dias de DSS, seguido de 14 dias de descanso e de um novo ciclo de 7 dias de DSS. Foram avaliados parâmetros físicos. Analisaram-se as populações imunológicas através de cirtometria de fluxo e as alterações morfológicas foram analisadas por histologia. Resultados: A colite mostrou-se mais severa nos murganhos Ncf1* comparativamente aos WT conforme indicam os parâmetros clínicos. Os murganhos Ncf1* apresentaram uma inflamação mais acentuada com maior tendência à cronicidade e displasia. A resposta imunológica mostrou-se mais aberrante nos murganhos Ncf1* com maior dificuldade em resolver o processo inflamatório. Conclusão: A ausência de ROS leva a um aumento na severidade da colite e a uma maior tendência à cronicidade e displasia. Os murganhos Ncf1* mostraram a importância dos ROS na resolução do processo inflamatório.
Description: Dissertação de Mestrado em Bioquímica, apresentada ao Departamento de Ciências da Vida da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra.
URI: https://hdl.handle.net/10316/28181
Rights: openAccess
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado
FCTUC Ciências da Vida - Teses de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Tese_Final_corrigida_completa.pdf1.69 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s) 50

520
checked on Apr 16, 2024

Download(s)

60
checked on Apr 16, 2024

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.