Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/27836
Title: Controlo de qualidade e ambiente ao nível de uma indústria vidreira
Authors: Azinheira, Vanessa Patrícia Dias 
Orientador: Pereira, Jorge Costa
Sá, Catarina
Keywords: Indústria do vidro; Poluição; Ambiente; Indústria vidreira; Controlo
Issue Date: Sep-2014
Citation: Azinheira, Vanessa Patrícia Dias/Controlo de qualidade e ambiente ao nível de uma indústria vidreira
Place of publication or event: Coimbra
Abstract: O presente trabalho desenvolve-se no âmbito de um estágio curricular realizado na empresa Saint-Gobain Mondego, S.A. localizada no concelho da Figueira da Foz., com um foco de produção em vidro de embalagem, e ao longo deste car-se-à a conhecer por completo esta indústria desde a receção das matériasprimas até à expedição do produto. Esta dissertação centrou-se nas áreas de ambiente e controlo de qualidade, mais propriamente na análise do aumento das emissões gasosas de uor no últimos anos e no estudo estatístico relativamente aos ensaios físicos e químicos realizados a garrafas de cerveja de 250 mL e garrafas de vinho de 750 mL ao longo de oito meses de produção. Em relação ao ambiente, a técnica analítica usada foi a potenciometria de eléctrodo ião-seletivo para a quanti cação dos iões uoreto, proveniente da principal matéria-prima no fabrico de vidro de embalagem, o casco (vidro reciclado), muitas vezes com uma incorporação que chega aos 85%. Os resultados obtidos mostram com sucesso que esta é a principal fonte de uor no processo, apesar de se ter obtido concentrações baixas nas amostras analisadas, e que é possível baixar o teor de uoreto com uma simples lavagem do casco. Da análise dos dados dos ensaios físicos realizados às embalagens de cerveja e vinho, os testes estatísticos de correlação e modelação multivariada permitiram perceber a dependência das variáveis, pressão de rebentamento, capacidade, massa, índices de deslizamento do tratamento a frio e quente, o índice de recozimento e percentagem de casco incorporado e a sua relação com os defeitos ocorridos ao longo da produção. Para o tratamento dos dados obtidos nos ensaios químicos utilizou-se as cartas de controlo de atributos ou cartas para limites de especi cação, que têm como foco o controlo de valores individuais, para que seja possível obter uma produção mais estável e com menos defeitos. As cartas de controlo foram realizadas para as matérias-primas utilizadas na produção de vidro de embalagem tais como o % de redox do vidro nas várias cores produzidas (verde, branco, âmbar e canela), % de minerais pesados e de ferro nas areias (amarela e branca) e % de ferro no calcário.
Description: Dissertação de Mestrado em Química apresentada à Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra.
URI: http://hdl.handle.net/10316/27836
Rights: openAccess
Appears in Collections:FCTUC Química - Teses de Mestrado
UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
tese_20140728.pdf19.18 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s) 20

689
checked on Aug 11, 2022

Download(s) 20

1,088
checked on Aug 11, 2022

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.