Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/27804
Title: Representações sociais da violência entre parceiros íntimos numa amostra de profissionais de saúde: que olhares nos atendem?
Authors: Bompastor, Ana Margarida Rodrigues 
Orientador: Carvalho, Maria Madalena Santos Torres Veiga de
Keywords: Violência entre parceiros íntimos; Representação social
Issue Date: 30-Jul-2014
Serial title, monograph or event: Representações sociais da violência entre parceiros íntimos numa amostra de profissionais de saúde: que olhares nos atendem?
Place of publication or event: Coimbra
Abstract: O presente estudo tem como objetivo analisar as representações sociais da violência entre parceiros íntimos dos profissionais de saúde assim como a influência do estado civil, de formações específicas sobre o tema e o momento temporal destas na construção das crenças. Para este fim, utilizámos uma amostra de 156 sujeitos. O protocolo de investigação aplicado contemplou: o Questionário Sociodemográfico e Dados Complementares, o CTS-2: The Revised Conflict Tactic Scales (Straus), o QRVC-HIST: Questionário de Violência Conjugal – Histórias (Alarcão, Alberto, Correia & Camelo, 2007) e o QVC-CMR: Questionário de Violência Conjugal – Causas, Manutenção e Resolução (Alarcão, Alberto, Correia & Camelo, 2007). Constatámos que 51.3% da amostra é solteira e 77% nunca teve formação sobre violência nas relações íntimas apesar de 79% da população considerar ser importante. Os resultados obtidos sugerem a não influência das variáveis em estudo e indicam as dificuldades económicas do casal/família como a principal causa da violência conjugal o que, considerando a condição financeira do país, poderá acarretar consequências a nível nacional.
The goal of the present study is to analyze the social representations of intimate partners violence of health professionals. It also wants to evaluate the influence of their marital status, the specific know how about the theme, and its time point. This final purpose is to "sum it all up" to understand its "weight" when forming their beliefs. To do so, we gathered a sample of 156 subjects. The protocol of investigation had in consideration: the Sociodemographic Questionnaire Supplemental Data, the CTS-2: The Revised Conflict Tactic Scales (Straus), the QRVS-HIST: Conjugal Violence Questionnaire - Stories (Alarcão, Alberto, Correia & Camelo 2007), the QVC - CMR: Conjugal Violence Questionnaire - Causes, Maintenance and Resolutions (Alarcão, Alberto, Correia & Camelo 2007). We came to do conclusion that 51.3% of the sample is maiden, and that 77% never had any specific formation about intimate partners violence, although 79% of them believe to be an important issue. The results suggest the non influence of the variables in study, and indicat the economic difficulties of the couple/ family to be the main cause for the conjugal violence. Considering the current state of the economy, it can bring consequences nationwide.
Description: Dissertação de mestrado em Psicologia Clínica (Sistémica, Saúde e Família), apresentada à Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade de Coimbra
URI: http://hdl.handle.net/10316/27804
Rights: openAccess
Appears in Collections:FPCEUC - Teses de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
TESE - Ana Bompastor.pdf553.3 kBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s) 50

416
checked on Sep 17, 2019

Download(s)

78
checked on Sep 17, 2019

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.