Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/26421
Title: O passado na ponta dos dedos: o mobile learning no ensino da História no 3º Ciclo do Ensino Básico e no Ensino Secundário
Authors: Trindade, Sara Marisa da Graça Dias do Carmo 
Orientador: Carvalho, Joaquim
Carvalho, Ana Amélia
Keywords: História; Educação; Construtivismo; Mobile learning; iPad; iTunes U
Issue Date: 21-Sep-2015
Citation: TRINDADE, Sara Marisa da Graça Dias do Carmo - O passado na ponta dos dedos : o mobile learning no ensino da História no 3.º ciclo do ensino básico e no ensino secundário. Coimbra : [s.n.], 2015. Tese de doutoramento. Disponível na WWW: http://hdl.handle.net/10316/26421
Abstract: Este trabalho de investigação incide sobre o impacte da utilização de tablets no ensino da História no 3º Ciclo do Ensino Básico e no Ensino Secundário. Partimos da análise sobre a evolução das correntes pedagógicas portuguesas dos últimos 30 anos, do papel da História nos curricula de diferentes sistemas de ensino (ao nível do 3º CEB e do Ensino Secundário) e da especificidade do seu ensino. Em seguida, fazemos o estado da arte em relação a investigações e projetos sobre a utilização de tecnologias no ensino e, em particular, sobre a utilização de dispositivos móveis para ensinar e para aprender. As tecnologias móveis são cada vez mais parte do quotidiano de qualquer jovem estudante e permitem formas crescentemente sofisticadas de acesso à informação e interação social. As potencialidades destes dispositivos contribuem para que sejam considerados ferramentas incontornáveis no desenvolvimento de estratégias de aprendizagem motivadoras e na aquisição de competências por parte de alunos que são hoje considerados verdadeiros "nativos digitais". Por outro lado, o curriculum do ensino básico e secundário exige aos alunos a capacidade de compreensão e análise de temáticas históricas por vezes complexas, face às competências cognitivas que lhe estão associadas. É, por isso, importante criar mecanismos que ajudem os alunos a saber utilizar a informação a que conseguem hoje aceder, sobretudo ensinando-os a selecionar e filtrar essa mesma informação. Foi tendo por base estas questões e tendo subjacente as abordagens construtivistas e conectivistas que preparámos um estudo onde tablets (iPads) e uma plataforma de suporte ao ensino (iPads e iTunes U) foram utilizados como eixo de um ecossistema de aprendizagem para o desenvolvimento de competências nas aulas de História, procurando desenvolver uma estratégia que proporcionasse uma aprendizagem de qualidade, que passasse pela fase de domínio dos conteúdos a lecionar, utilização desses mesmos conteúdos na concretização de pequenas tarefas e a apropriação dos conteúdos para utilização em novas situações. Do ponto de vista da metodologia de investigação realizou-se um estudo de caso, no qual participaram alunos de duas escolas urbanas com ensino básico e secundário, uma pública e outra privada. Destes alunos, quarenta e sete frequentavam o nono ano de escolaridade e vinte e dois o décimo segundo ano de escolaridade (Curso Científico-Humanístico de Humanidades). A importância deste estudo prende-se com a ausência, em Portugal, de estudos sobre a utilização de tablets para o desenvolvimento de estratégias de ensino e de aprendizagem nas aulas de História, procurando capitalizar as vantagens destes dispositivos numa disciplina complexa como é o caso da História. As técnicas de recolha de dados utilizadas foram o inquérito e as notas de campo. Os instrumentos de recolha de dados concebidos para este estudo foram: o questionário inicial de caracterização dos participantes, o questionário de opinião onde se inquiriu a reação dos alunos aos recursos educativos e às tarefas solicitadas e os testes de conhecimentos. Da análise dos testes, dos questionários e através da observação que fizemos podemos concluir que a plataforma iTunes U permitiu organizar o processo de aprendizagem, promovendo a autonomia dos alunos e o iPad permitiu anotar os documentos e criar trabalhos interativos com a aplicação Book Creator. Ao longo da aplicação do estudo, constatou-se que a estratégia utilizada contribuiu para que as aulas de História tivessem outro tipo de dinamismo e de interatividade, encorajou a aprendizagem pela construção do saber e o desenvolvimento de competências ao nível da análise da documentação apresentada, para além de aumentar a motivação dos alunos para a aprendizagem da História. Os participantes reconheceram que se sentiram mais motivados para as aulas de História e que ter ao dispor ferramentas como o iPad facilitam o processo de aprendizagem e contribuem para o desenvolvimento de competências relevantes, sobretudo ao nível do trabalho colaborativo e da síntese dos conteúdos lecionados. A criação de uma história baseada nos acontecimentos estudados, revelou-se, para os participantes, para além de uma tarefa divertida, uma boa forma de aprender.
This study focuses on the impact of the use of tablets in the teaching of history in the Secondary Education System. To do this, we start from the analysis of the evolution of Portuguese pedagogical trends of the last 30 years, the role of history in the curricula of different educational systems (Secondary Education System) and the specificity of their teaching. Then we analyse the state of the art regarding research and projects on the use of technology in education and, in particular, on the use of mobile devices to teach and to learn. Mobile technologies are increasingly becoming part of everyday life for any young student and are allowing increasingly sophisticated forms of access to information and social interaction. The potential of these devices make them compelling tools in the development of strategies for motivating the learning processes and the acquisition of skills by students who are now considered true digital natives. Moreover, the curriculum of elementary and secondary education requires students the ability to understand and analyse historical themes, often considered complex given the cognitive skills associated to it. It is, therefore, important to create mechanisms that help students learn to use the information that they can access today and especially to teach them how to select and filter this same information. It was based on both these issues and on constructivist and connectivist approaches that we conducted a study where tablets (iPads) and a platform to support teaching (iTunes U) were used as the axis of an ecosystem for learning in History classes. In doing so we pursued a strategy that would provide quality learning, by leading students through the mastering of content, the use of that content to achieve small tasks and ownership of content to use in new situations. The investigation methodology was the case study in which the students who participated attended two urban schools with primary and secondary education, one public and one private. Of these students, forty-seven attended the ninth grade and twenty-two the twelfth grade (Area of Human ans Social Sciences). The importance of this study lies in the absence in Portugal of studies on the use of tablets for the development of teaching strategies and the learning of History, seeking to capitalise the advantages of these devices in the learning of a complex subject as is the case of History. The techniques of data collection that were used were the survey and field notes. The data collection instruments designed for this study were: an initial questionnaire about the participants, an opinion questionnaire where the reaction of students to educational resources and to the requested tasks was inquired and knowledge tests. From the analysis of the tests and questionnaires and the observation that we conducted we can conclude that the iTunes U platform allowed the organization of the learning process, promoting student autonomy and that the iPad allowed to annotate documents and create interactive works with the app Book Creator. Throughout the implementation of the study, it was found that this strategy provided another kind of dynamism and interactivity in History lessons, encouraged constructivist learning and the development of documentation analysis skills, in addition to increasing students' motivation to learn History. Participants acknowledged that they felt more motivated in History classes and that having tools like the iPad facilitate the learning process and contribute to the development of relevant skills, especially related to collaborative work and synthesis. Also, creating a story based on the events studied was considered by the participants a good and fun way to learn.
Description: Tese de doutoramento em Letras, na área de História, na especialidade de Didática da História, apresentada ao Departamento de História, Estudos Europeus, Arqueologia e Artes da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra
URI: http://hdl.handle.net/10316/26421
Rights: openAccess
Appears in Collections:FLUC Secção de História - Teses de Doutoramento

Files in This Item:
File Description SizeFormat
O mobile learning no ensino da História .pdfTese15.18 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s) 5

992
checked on Feb 19, 2020

Download(s) 10

1,382
checked on Feb 19, 2020

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.