Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/26320
Title: Pelos meandros do xisto: o património rural na Freguesia de Vide
Authors: Marques, João Orlindo Simão Ventura 
Orientador: Vaquinhas, Irene Maria de Montezuma de Carvalho Mendes
Neto, Maria Margarida Silva
Keywords: Património rural
Issue Date: 22-Jun-2015
Citation: MARQUES, João Orlindo Simão Ventura - Pelos meandros do xisto : o património rural na Freguesia de Vide. Coimbra : [s.n.], 2014. Tese de doutoramento. Disponível na WWW em: <http://hdl.handle.net/10316/26320>.
Abstract: Em Pleno Parque Natural da Serra da Estrela apresenta-se um pecúlio cultural que praticamente se desvaneceu da memória de quem com ele conviveu. Na freguesia da Vide, os indivíduos que nela encontram as suas origens foram agora questionados sobre o conceito de património cultural e rural sendo convidados a dar a sua colaboração para encontrar os meios mais eficazes que possam salvaguardar a sua memória e identidade. Recorda-se o pensamento que afirma “um povo sem história é um povo sem identidade”. Conhecer o património cultural deste território rural, os hábitos e costumes da sua população, forneceu a perspectiva socioeconómica das suas gentes e da sua história. Foi esse caminho o que se pretendeu percorrer: recuperar, hoje mais através da memória, um património esquecido. Os aspectos da economia rural, das várias aldeias que integram o território, as culturas agrícolas, as práticas diárias e as artes e ofícios tradicionais, marcaram com relevo o desenvolvimento económico de tempos antigos mas correm o risco de se perder no tempo presente. Procura-se descrever para melhor conhecer as infraestruturas dos aglomerados urbanos, em que as habitações, as edificações de carácter religioso ou as escolas se revelavam como elementos mais expressivos. Também se evidenciam outras estruturas de utilização colectiva, como as fontes, os fornos e as eiras, imprescindíveis na subsistência das populações que delas se serviram. Percorrendo esse ambiente de vivências rurais apresentam-se os moinhos de cereais, os lagares de vinho ou ainda os lagares de azeite, essenciais no processo de transformação dos produtos agrícolas. Dão-se a conhecer as diferentes formas de organização do espaço dedicado à exploração agrícola, bem como os diferentes sistemas de rega e outras edificações de cariz rural, utilizados no território em estudo. Com a apresentação do património da freguesia de Vide, das existências agora registadas com a colaboração dos actores locais, colocam-se dúvidas sobre quais as perspectivas do seu futuro. O que fazer com esta tomada de consciência do património rural? Que projectos desenvolvidos podem fornecer indicadores para delinear e reforçar um programa para a revitalização do tecido produtivo local? Quais os resultados dos programas de reabilitação patrimonial em territórios próximos, com características socioeconómicas similares, implementados nas últimas décadas? Colocadas estas questões, analisados os ensaios já efectuados noutros locais, a tese “Pelos meandros do xisto: o património rural na Freguesia de Vide” procura apresentar uma proposta de salvaguarda para o património rural da freguesia de Vide, na esperança de que esse património engendrado em múltiplas gerações consiga aproximar as gerações vindouras ao território e aos habitantes que ainda por ali resistem. O mundo rural tradicional desaparece a passos largos perdendo irremediavelmente capacidade de adaptação aos novos tempos e à nova realidade socioeconómica. Consagra-se pelas políticas das últimas quatro décadas que as cidades são única saída para a sobrevivência das gerações rurais mais jovens. Só o passar do tempo poderá aclarar se o Interior de Portugal voltará à sua condição de território maninho.
In the Natural Park of Serra da Estrela-presents a cultural annuity that virtually vanished from the memory of those who lived with him. In the parish of Vide, individuals who trace their origins to it were now asked about the concept of cultural and rural heritage being invited to give their cooperation to find the most effective ways that can safeguard your memory and identity. Remembers thinking that says "a people without history is a people without identity." Knowing the cultural heritage of this rural area, the habits and customs of the population, provided the socio-economic perspective of its people and its history. It was this road that was intended go: recover, today more through memory, a forgotten heritage. Aspects of the rural economy, the various villages that make up the territory, crops, daily practices and traditional arts and crafts, with marked relief the economic development of ancient times but are at risk of being lost in this time. Wanted to know better describe the infrastructure of urban areas, where homes, buildings religious or schools revealed themselves as more expressive elements. Also show other structures for collective use, as sources, the ovens and the floors, indispensable in people's livelihood that served themselves of them. Traversing this environment of rural experiences presents the grain mills, oil mills of wine or oil mills, essential in the processing of agricultural products. Give to know the different ways of organizing space devoted to farm, as well as the different irrigation systems and other buildings in rural environment, used in the territory under study. With the presentation of the heritage of the parish Vide, stocks are now registered with the collaboration of local actors put themselves questions about what are the prospects for its future. What to do with this awareness of the rural heritage? Developed projects that can provide indicators to delineate and enforce a program to revitalize the local productive fabric? What are the results of asset rehabilitation programs in areas nearby with similar socio-economic characteristics, implemented in recent decades? Placed these issues, analyzed the tests already carried out elsewhere, the thesis "On those intricacies Shale: the rural heritage of the parish See" seeks to present a proposal safeguard the rural heritage of the parish Vide, hoping that this heritage engendered multiple generations able to come closer to the territory and the inhabitants there still resist generations. The traditional rural world disappears striding irretrievably losing the ability to adapt to new times and the new socio-economic reality. Is consecrated by the policies of the last four decades that cities are only out to the survival of younger rural generations. Only over time can clarify whether Interior Portugal will return to its condition wild territory.
Description: Tese de doutoramento em Letras (Pré-Bolonha), Área de História, especialidade de Museologia e Património Cultural, apresentada à Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra
URI: http://hdl.handle.net/10316/26320
Rights: embargoedAccess
Appears in Collections:FLUC Secção de História - Teses de Doutoramento

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Volume II - Anexos.pdf13.05 MBAdobe PDFView/Open
Pelos meandros do xisto: o património rural na Freguesia de Vide.pdf8.08 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s) 50

382
checked on Sep 28, 2020

Download(s) 5

2,463
checked on Sep 28, 2020

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.