Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/25973
Title: Efeitos da cultura de aprendizagem no desempenho, na satisfação profissional, no bem-estar, na inovação e no comprometimento organizacional
Authors: Ferreira, Luís Pedro Alves 
Orientador: Rebelo, Teresa Manuela Marques Santos Dias
Keywords: Cultura de aprendizagem; Satisfação profissional; Bem-estar
Issue Date: 2013
Serial title, monograph or event: Efeitos da cultura de aprendizagem no desempenho, na satisfação profissional, no bem-estar, na inovação e no comprometimento organizacional
Place of publication or event: Coimbra
Abstract: A presente investigação nasce da necessidade de encontrar respostas adaptativas, por parte das organizações, à envolvente dinâmica, de mudança e incerteza contemporânea. Assenta na premissa de que a cultura orientada para a aprendizagem de uma organização pode constituir-se como um factor facilitador na procura de vantagem competitiva nesse “novo mundo”, partindo do princípio que esta influencia as atitudes e os comportamentos no trabalho dos colaboradores (Chaves, 2011). Este estudo procura, assim, compreender os efeitos da cultura de aprendizagem no desempenho individual, na satisfação profissional, no bem-estar afectivo, na inovação e no comprometimento organizacional, assim como a possibilidade de mediação destas relações pelo P-O Fit, através da técnica de análise de dados dos Modelos de Equações Estruturais (MEE). Os resultados, tendo por base uma amostra de 358 colaboradores de nove organizações do sector privado, sugerem que as variáveis tomadas como dependentes são influenciadas positivamente pela cultura de aprendizagem. Adicionalmente, a hipótese de mediação destas relações pelo P-O Fit encontrou também suporte empírico. Deste modo, este estudo reforça a ideia de que a implementação de uma orientação cultural para aprendizagem comporta benefícios para as organizações e seus colaboradores.
This investigation arises from the organizations’ necessity to find adaptative answers to the dynamic, changing and uncertain today’s environment. It is based on the premise that a culture oriented towards organizational learning can become a facilitating factor on the seek of competitive advantage in this “new world”, since this type of culture influences the attitudes and the behaviors of the employees at work (Chaves, 2011). This research tries to understand the effects of a learning culture on individual performance, job satisfaction, affective well-being, innovation and organizational commitment, as well as the possibility of mediation by the P-O Fit, through the data analysis tecnique of Structural Equation Modeling (SEM). The results, based on a sample of 358 employees from nine private companies, suggest that the variables treated as dependent are positively influenced by the learning culture. Furthermore, the hypothesis of mediation of the effects by the P-O Fit has also found empirical support. In this sence, this research supports the idea that the implementation of a culture towards learning has benefits, both for organizations and employees.
Description: Dissertação de mestrado em Psicologia das Organizações e do Trabalho, apresentada à Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade de Coimbra
URI: http://hdl.handle.net/10316/25973
Rights: openAccess
Appears in Collections:FPCEUC - Teses de Mestrado
UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Luis Pedro.pdf792.44 kBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s)

292
checked on Nov 28, 2022

Download(s)

91
checked on Nov 28, 2022

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.