Title: O sentido da vida e a inevitabilidade da morte: para uma abordagem psicológica na educação para a morte
Authors: Mariano, Ana Teresa Ribeiro de Meneses 
Keywords: Atitudes perante a morte
Issue Date: 2013
Abstract: O presente trabalho pretende abordar as diferentes perspectivas sobre como se encara a própria morte e a do outro, à luz da procura do sentido da existência, com o propósito de desbravar caminho e quebrar tabus, na tentativa de sugerir mais formação acerca do tema, no contexto da Psicologia. A Morte é a única certeza que o ser humano tem, mas a esta certeza somam-se medos e dúvidas infindáveis, que influenciam a Vida e o modo como a vivemos, connosco mesmos e com os outros. O ser humano parece viver a vida a fugir da morte. Como se de algo que só acontece aos outros se tratasse. Parece encará-la como a maior desgraça de todas, como sendo anti natura. Este tema surge como fundamental para o despertar das consciências, para que o assunto seja enfrentado e assumido como natural. Pretende-se, com este trabalho, fundamentar a necessidade, cada vez mais nítida, de se criar disciplinas e outros contextos de formação com esta temática, no sentido de fornecer as ferramentas necessárias aos técnicos de saúde, particularmente aos psicólogos, para que estejam aptos para ajudar a lidar com a morte e o morrer, uma vez que este é, definitiva e incontornavelmente, o único desfecho da nossa existência. Este tema será abordado com indivíduos cuja existência assenta, convictamente, em bases religiosas - freis, padres e missionárias - e com professores de Filosofia, de forma a compreender o seu pensar e viver a Vida e a Morte, a própria e a dos outros. O trabalho de campo será fundamentado pela Grounded Theory e, na tentativa de dar um enquadramento teórico às questões abordadas, tomaremos como base os princípios fundamentais da perspectiva existencialista, abordando o tema no seu sentido mais natural e real, como acontecimento irreversível que é, com a sensibilidade que a ele também diz respeito.
This study addresses the different perspectives on how we view our own death and the death of the other in the light of demand the meaning of existence, in order to break taboos and brawl their way in an attempt to suggest more training on the subject, in the context of Psychology. Death is the only certainty that humans have, but this sure add up endless fears and doubts, which influence life and how we live with ourselves and others. Man lives life to escape death, as something that only happens to others, and death is regarded as the greatest misfortune of all, as being against nature. This subject emerges as key to the awakening of consciences, so that the matter be addressed and taken as natural. It is intended with this work support the increasingly clear need to create courses and other training contexts about this issue, in order to provide the necessary tools to help health professionals, particularly psychologists, to be capable to help to deal with death and dying, as this being the only outcome of our existence. This subject will be approached with individuals whose existence relies strongly on religious grounds - friars, priests and missionaries - and teachers of philosophy in order to understand whether there are differences in thinking and living Life and Death, our own and that of others. This fieldwork will be sustained by the Grounded Theory, and in an attempt of answering to these issues, we will take as basis the fundamental principles of existencialist perspective, approaching the subject in its most natural and real way, with the notion of its irreversibility, with the sensitivity that it also concerns to it.
Description: Dissertação de mestrado em Psicologia da Educação, Desenvolvimento e Aconselhamento, apresentada à Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade de Coimbra
URI: http://hdl.handle.net/10316/25717
Rights: openAccess
Appears in Collections:FPCEUC - Teses de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Tese_Ana Teresa Mariano, 2013.pdf741.82 kBAdobe PDFView/Open
Show full item record
Google ScholarTM
Check
Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.