Title: Estudos sobre o pulmão profundo em indivíduos infectados pelo HIV
Authors: Baganha, M.F. 
Marques, M.A.T. 
Leite, I. 
Robalo Cordeiro, C. 
Teixeira, M.L. 
Mota-Pinto, A. 
Anjos, M.J. 
Lima, M.A. 
Corte Real, R. 
Serra, E. 
Malcata, L. 
Lopes, C. 
Nunes, M.J. 
Pêgo, M.A. 
Santos-Rosa, M. 
Meliço Silvestre, A. 
Robalo Cordeiro, A.J.A. 
Keywords: Pulmão profundo;HIV
Issue Date: 1994
Abstract: Face ao precoce envolvimento do aparelho respiratório na infecção HIV os autores pretenderam avaliar as eventuais perturbações exercidas pelo HIV no pulmão profundo ao longo desta afecção. Com esta finalidade estudaram-se 25 indivíduos (21 homens e 4 mulheres) com uma média de idades de 35.6±11.5 anos, dos quais dezoito eram fumadores e sete não fumadores (carga tabágica média de 20.0±6.7 maços/ano), distribuídos por dois grupos, em função do seu estadio evolutivo, segundo a Classificação CDC (Grupo A-14 Assintomáticos e Grupo B-11 portadores de SIDA), através do seguinte protocolo: - Determinação da celularidade total e percentual do líquido de lavagem broncoalveolar (LLBA). - Fenotipagem das populações e subpopulações linfocitárias (CD2, CD19, CD4, CD8, CD2CD16, CD5CD19) e doseamento das imunoglobulinas A,G e M (IgA, IgG e IgM), do inibidor 1 das proteases (alfa1-Pi) e da Neopterina (NPT), tanto no LLBA como no sangue periférico. - Avaliação no LLBA, da auto-fluorescência dos fagócitos alveolares. - Exames bacteriológico, fúngico e parasitológico do LLBA. - Realização de telerradiografia e tomografia axial computorizada (TAC) torácicas com cortes de alta resolução (TAC-AR). Dos resultados obtidos destaca-se: - A presença de uma alveolite de características subclínicas na fase assintomática, com posterior normalização da distribuição percentual dos diferentes elementos celulares no decurso da doença. - A progressiva queda das subpopulações T-CD4 e da relação CD4/CD8, tnato no LLBA como no sangue, acompanhada de percentagem permanentemente elevada ndas células T-CD8. - A queda, no LLBA, da actividade NK ligada às células T-CD2CD16 ao longo da afecção, com progressiva elevação da percentagem destes elementos celulares no sangue periférico - A contínua diminuição da subpopulação linfocitária B-CD5CD19, tanto no LLBA, como no sangue periférico. - A genérica elevação dos níveis das Igs. Entre estes destaca-se o progressivo aumento da IgA, paralelamente à gravidade da afecção, quer no sangue, quer no LLBA. - Os valores de alfa1-Pie de NPT, sempre superiores nos portadores de SIDA em relação aos assintomáticos, em qualquer dos meios biológicos considerados. - A progressiva diminuição da autofluorescência dos fagócitos alveolares ao longo da infecção, particularmente nas determinações efectuadas acima dos mil canais. - A presença de alterações em 85,7% das TAC-AR dos indivíduos assintomáticos, o que apenas se verificou em relação a 28,6% das respectivas telerradiografias torácicas. - A existência nas TAC-AR dos Assintomáticos, de imagens compatíveis com alveolite, mas somente nos indivíduos com taxas de linfócitos T-CD2 CD16 do LLBA superiores a 10%. Finalmente. os AA procederam à discussão dos resultados obtidos com particular incidência nos mecanismos imunopatogénicos subjacentes às alterações já presentes na fase de latência clínica desta infecção e nas perturbações detectadas durante a sua evolução; no interesse da aplicação de alguns dos parâmetros estudados como marcadores evolutivos; e na utilidade da TAC-AR para uma correcta e completa avaliação destes doentes, particularmente na fase assintomática da afecção.
URI: http://hdl.handle.net/10316/25474
Rights: openAccess
Appears in Collections:FMUC Medicina - Artigos em Revistas Nacionais

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Estudos sobre o pulmão profundo em indivíduos infectados pelo HIV (ASPPR94).pdf5.78 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record
Google ScholarTM
Check
Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.