Title: Alveolite subclínica nos indivíduos infectados pelo vírus da imunodeficência humana
Other Titles: Subclinical alveolitis in infected individuals by the human immunodeficiency virus
Authors: Baganha, M.F. 
Marques, M.A.T. 
Leite, I. 
Robalo Cordeiro, C. 
Mota-Pinto, A. 
Teixeira, M.L. 
Anjos, M.J. 
Lima, M.A.M 
Corte Real, R. 
Serra, E. 
Malcata, L. 
Lopes, C. 
Nunes, M.J. 
Fradinho, F. 
Silvestre, M.J. 
Santos Rosa, M. 
Meliço Silvestre, A. 
Robalo Cordeiro, A.J.A. 
Keywords: Alveolite;Alveolite Subclínica;Fenótipos linfocitários;Infecção HIV;Imunidade humoral;Imunidade celular;Lavagem broncoalveolar;TAC de alta resolução
Issue Date: 1993
Abstract: Face à possibilidade de o HIV atingir precocemente o pulmão profundo, os AA procuraram averiguar os desvios que ocorrem nas células inflamatórias e/ou imunocompetentes deste território orgânico na fase de latências clínica desta infecção. Com essa finalidade aplicaram o seguinte protocolo a 14 voluntários HIV1 positivos (11 homens e 3 mulheres), clinicamente assintomáticos (grau II da classificação CDC) e com uma média de idades de 31.2±4.4 anos. Todos eram ex-toxicodependentes e neles predominavam os fumadores (13) sobre os não fumadores (1), com uma carga tabágica de 19.4±7.0 maços/ano: Exame da celularidade total e percentual do líquido de lavagem broncoalveolar (LLBA) recolhido por broncofibroscopia. Avaliação da imunidade celular através da fenotipagem das populações e subpopulações linfocitárias (CD2, CD19, CD4, CD8, CD4/CD8, CD2CD16, CD5CD19), quer no LLBA, quer no sangue periférico. Avaliação da imunidade humoral a partir do doseamento das imunoglobulinas A, G e M (IgA, IgG e IgM), tanto no sangue como no LLBA. Realização de exames bacteriológico, fúngico e parasitológico do LLBA. Realização de tomografia axial computorizada (TAC) torácica com cortes de alta resolução (TAC-AR). Dos resultados obtidos destacam-se: Presença de uma alveolite de caraterísticas subclínicas, com comprometimento das células fagocitárias e dos linfócitos T-CD8 (provavelmente subpopulações citotóxicas). Maior número de células B no sangue do que no LLBA (com diferença estatisticamente significativa). Significativo aumento da subpopulação B-CD5CD19 no LLBA em relação ao sangue. Níveis séricos genericamente elevados das imunoglobulinas, particularmente da IgG. Presença de imagens compatíveis com alveolite na TAC-AR dos indivíduos com taxas de linfócitos T-CD2CD6 superiores a 10%, e somente nestes doentes. Finalmente, os AA procedem à discussão destes resultados, com particular incidência nos mecanismos imunopatogénicos subjacentes às alterações imunitárias que atingem o pulmão profundo dos indivíduos infectados pelo HIV, em fase de latência clínica.
URI: http://hdl.handle.net/10316/25468
Rights: openAccess
Appears in Collections:FMUC Medicina - Artigos em Revistas Nacionais

Show full item record
Google ScholarTM
Check
Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.