Title: Análise do processo ofensivo no andebol : identificação das ações de jogo que diferenciam equipas vencedoras e vencidas
Authors: Ferrari, Willian Roque 
Keywords: Andebol
Issue Date: 2013
Citation: Ferrari, W. R. (2013). Análise do processo ofensivo no andebol : identificação das ações de jogo que diferenciam equipas vencedoras e vencidas.Dissertação de mestrado, Faculdade de Ciências do Desporto e Educação Física da Universidade de Coimbra, Coimbra, Portugal
Abstract: O presente estudo tem como objetivo mostrar as principais diferenças ofensivas que leva as equipas saírem vencedoras ou derrotadas durante um jogo de Andebol. As amostras foram recolhidas utilizando uma análise quantitativa dos jogos da Champions League de Andebol na época 2011-2012, disponíveis online (ehftv.com). Tendo como o foco principal os jogos das equipas que se chegaram ao final four (T.H.W. Kiel, Atletico de Madrid, AG Kobenhavn e Fusche Berlin) foram considerados um total de 20 jogos. O estudo recorreu a estatística não descritiva e não paramétrica. O teste Mann-Whitney U como método estatístico utilizado, para propósito inferências nas diversas variáveis a serem observadas nos jogos. As variáveis que mostram como diferenças significativas a favor dos vencedores foram as variáveis de golos em ataque posicionado, finalizações de 9 metros e penalidades de 7 metros onde nas fases de meias-finais e finais definiu os vencedores dos vencidos. Mostra que as equipas que chegaram às finais e saíram vitoriosos têm uma variedade de ações ofensivas bem definidas de forma a envolver todo o aspeto do jogo em qualquer situação. Essa tendência foi particularmente visível em ataque posicionado que foi o grande diferencial dessa competição. Em competições a eliminar, verifica-se um padrão de jogo específico para diferentes momentos da competição. Com efeito, nos oitavos-de-final, os golos de 9 metros e a percentagem de acerto em remates total foram os fatores de maior diferenciação das equipas vencedoras. Nos quartos-de-final a eficácia de golos aos 6 metros foi a mais diferenciadora das equipas vencedoras em relação as vencidas. Nas meias-finais fica claro que somente a percentagem de acerto em remates não faz a equipe vencedora. Foi nessa fase onde as equipas vencidas tiveram uma maior percentagem de acerto em remates de todas as posições e distancia, em exceção nas penalidades de 7 metros que se manifestou o grande diferenciador em favor das equipas vencedoras. Por fim, nas finais apresenta-se um jogo de maior contato físico e a principal variável diferenciadora foi o ataque posicionado em favor das equipas vencedoras. Palavra-chave: Andebol; Metodologia Observacional; Notação Manual; Perfil Equipas Vencedoras e Vencidas; Rendimento Desportivo. iv v ABSTRACT This present study aims to show the main offensive differences between handball teams that lead to a win or a loss. The samples were collected through a quantitative analyses of the Champions League 2011-2012 handball games, available online (ehftv.com). Having the primary focus on the teams that reached the final four (THW Kiel, Atletico de Madrid, and AG Kobenhavn Fusche Berlin) for a total of 20 games. This study relied on non-descriptive and non-parametric statistics. The Mann-Whitney U test was used as the statistical method, in order to infer the several variables observed in said games. The variables that show the significant differences in favour of the winners were the goals obtained in positioned attacks, 9 meter goals and 7 meter penalties, which, in the semi-finals and final decided who the winner would be. This study shows that the teams who reached the finals and came out victorious have a wide and well defined range of offensive actions enabling them to involve all aspects of the game, in any situation. This tendency was particularly visible in positioned attacks, which was the main difference throughout the competition. In knockout competitions, there are specific game patterns for each moment of the competition. Thus, in the quarter-finals, the 9 meter goals and the total percentage of successful shots were the deciding factors. In the quarter-finals, the 6 meter shots effectiveness was the most differentiating factor between winning and losing teams. In the semi-finals it is clear that winning is not solely due to shot effectiveness. It was in this stage of the competition that the winning teams showed higher percentage of shot effectiveness in all of the positions, with exception of 7 meter shots, when compared to the losing ones. Finally, in the finals, there was much more physical contact and the deciding factor between winning and losing were the positioned attacks.
Description: Dissertação de mestrado em Treino Desportivo para Crianças e Jovens, área científica de Ciências do Desporto (Treino Desportivo) apresentada à Faculdade de Ciências do Desporto e Educação Física da Universidade de Coimbra
URI: http://hdl.handle.net/10316/25105
Rights: openAccess
Appears in Collections:FCDEF - Teses de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2011104952_Willian Ferrari_MTDCJ.pdf726.35 kBAdobe PDFView/Open
Show full item record
Google ScholarTM
Check
Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.