Title: Perfil morfológico e funcional na ginástica aeróbica : estudo realizado em ginastas do sexo feminino no escalão iniciado (9 - 11 anos)
Authors: Dunker, Filipa Alexandra Rossa Maia 
Keywords: Ginástica aeróbica
Issue Date: 2013
Citation: Dunker, Filipa Alexandra Rossa Maia - Perfil morfológico e funcional na ginástica aeróbica : estudo realizado em ginastas do sexo feminino no escalão iniciado (9 - 11 anos). Coimbra: [s.n.], 2013.
Abstract: Objetivo: O presente estudo teve como objetivo a determinação do perfil morfológico e funcional de um grupo de ginastas de ginástica aeróbica, comparando-o com a população escolar dentro da mesma faixa etária, através da aplicação de uma bateria de testes físicos e específicos. Metodologia: Foram observadas 13 ginastas da Academia CantanhedeGym, das quais 6 fazem parte da categoria - 1ª Divisão e 7 da categoria – Divisão Base e, ainda, um grupo de jovens pertencentes ao Agrupamento de Escolas Marquês de Marialva (Cantanhede) n=33, com idades compreendidas entre os 9 e os 11 anos. As ginastas foram avaliadas nas variáveis morfológicas (massa corporal, estatura, altura sentado, pregas de gordura subcutânea), foi recolhida informação somática necessária à determinação das variáveis do somatótipo e maturação através da estatura matura predita. Nas variáveis funcionais foi aplicada a bateria de testes para a avaliação física com testes de força, resistência e flexibilidade e específica com testes de elementos de dificuldade propostos de Federação de Ginástica de Portugal e inseridos no Regulamento da Seleção Nacional & Alto rendimento – 2011/2012. Resultados: A comparação do grupo de Ginastas da categoria - 1ª Divisão com o grupo de Ginastas categoria – Divisão Base, utilizando uma estatística descritiva, mostra que o primeiro grupo apresenta valores superiores em todas as variáveis da morfologia externa, que a tipologia do somatótipo é para o primeiro grupo endomorfo-ectomorfo e para o segundo grupo endomorfo-equilibrado. Os dados revelam que, na variável de maturação somática dada pela estatura matura predita, o grupo de ginastas da 1ª divisão encontra-se numa fase mais avançada de crescimento (166.6 cm para 162.2 cm). Na componente funcional as ginastas da 1ª divisão tem melhores resultados que as ginastas da divisão base, essencialmente nos testes da flexão de braços e do ângulo “V”. Quanto ao teste de resistência, apesar das ginastas da 1ª divisão terem realizado em média 28 repetições com uma amplitude de variação de 1, as ginastas da divisão base fizeram em média 27 repetições com uma amplitude 8, não havendo por isso grande diferença. No que diz respeito aos testes da flexibilidade, podemos verificar que as ginastas da 1ª divisão têm, em média, mais valores positivos e superiores do que as ginastas da divisão base. Quando comparamos o grupo de Ginastas com o grupo de Não X Ginastas, utilizando uma estatística inferencial paramétrica recorrendo ao teste t de Student, na morfologia externa, a variável da soma das pregas de gordura subcutâneas e no somatótipo, a componente do mesomorfismo, apresenta diferenças estatisticamente significativas (p<0.05). Na maturação somática o grupo de ginastas tem uma percentagem de estatura matura predita maior (84.9%). Os dados das variáveis funcionais, capacidades físicas, demonstram que o grupo de ginastas é superior nos testes de força, exceto, no teste de flexão-extensão da bacia que não apresenta diferenças estatisticamente significativas. No teste de resistência existe uma igualdade nos valores apurados e em todos os testes de flexibilidade encontramos diferenças estatisticamente significativas (p<0.01). Conclusões: As ginastas de Ginástica Aeróbica, no escalão 9-11,são de estatura alta, baixo peso estatura sentada mais baixa, um maior comprimento do membro inferior, o somatório das pregas é inferior quando comparados com não ginastas. O perfil do somatótipo é do tipo endomorfo-equilibrado e a maturação somática dada pela estatura matura predita aponta para uma maturação tardia. A nível funcional, as ginastas caracterizam-se por terem graus elevados de força e flexibilidade quando comparados com o grupo de não ginastas. Objectives: The purpose of this study was the determination of the morphological and functional profile of a group of aerobic gymnasts compared to the student population within the same age bracket, using a series of specific physical trials. Methodology: 13 gymnasts were studied from de CantanhedeGym Academy, 6 of which belong to the 1st Division and 7 belong to the Basic skills Division. There was also a group belonging to the Agrupamento de EscolasMarquês de Marialva (Cantanhede) n=33, aged between 9 and 11. The gymnasts were graded in several morphological variables (body mass, height, upper body length, subcutaneous skinfold fat), somatic information was gathered for the determination of the somatotype variables and maturation through the predicted mature height. For the functional variables a series of tests was used for the physical evaluation with strength, endurance and flexibility tests and for the specific evaluation with tests with a difficulty level determined by the Federação de Ginástica de Portugal and added to the Regulamento da SeleçãoNacional& Alto rendimento – 2011/2012. Results: The comparison between the gymnasts from the 1st Division with the gymnasts from the Basic skills Division using a descriptive statistic shows that the first group presents superior data in all the external morphology variables; also that the somatotype of the first group is endomorph-ectomorph and the second group is balanced endomorph. Data reveals that according to the predicted mature height, the 1st division gymnasts are in a more advanced stage of maturation(166.6 cm to 162.2 cm). In the functional component the 1st division gymnasts accomplish better results than the Basic skills division gymnasts, especially in the arm flexed tests and the “V” shaped angle.With regards to the endurance test, the difference between the 1st Division gymnasts and the Basic skills division gymnasts was very small, even though the 1st Division gymnasts did in average 28 repetitions with an amplitude variation of 1 and the Basic skills division gymnasts did in average 27 repetitions with an amplitude variation of 8. As to the flexibility tests we can observe that the 1st Division gymnasts have in average superior results than the Basic skills division gymnasts. When comparing the gymnastics group with the non-gymnastics group, using an inferential parametric statistic using the t student test for external morphology and the variable sum of XII the skinfold subcutaneous fat for somatotype, the mesomorphism component presents significant statistical differences (p<0.05). In the somatic maturation the gymnasts group has a higher percentage of mature predicted stature (84.9%). The functional variable data, physical abilities, show that the gymnastics group is superior in the strength tests, except in the hip flexion-extension where there isn’t a significant difference. In the endurance test all the data are the same but in the flexibility tests there are significant differences statistically (p<0.01). Conclusions: The Aerobic gymnasts, in the 9 to 11 age group, have a higher stature, lower weight, lower upper body length, higher lower body length, the sum of their skinfold somatotype is lower when compared with non-gymnasts. Their somatotype profile is balanced endomorph and the somatic maturation from the predicted mature stature points to a late maturation. On a functional level, the gymnasts group is characterized by having higher degrees of strength and flexibility when compared to the non-gymnasts group.
Description: Dissertação de mestrado em Treino Desportivo para Crianças e Jovens, área científica de Ciências do Desporto (Treino Desportivo) apresentada à Faculdade de Ciências do Desporto e Educação Física da Universidade de Coimbra
URI: http://hdl.handle.net/10316/25075
Rights: openAccess
Appears in Collections:FCDEF - Teses de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Perfil Morfológico e Funcional na Ginástica Aeróbica - Filipa Dunker 2013.pdf725.46 kBAdobe PDFView/Open
Show full item record
Google ScholarTM
Check
Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.