Title: Expressão das emoções em jogos de cooperação segundo a perspectiva de gênero em contexto universitário : considerações qualitativas
Authors: Santos, Osvaldo Nonato dos 
Keywords: Praxiologia motriz;Jogos;Emoções
Issue Date: 2013
Abstract: A praxiologia motriz apresenta-se como um corpo epistemológico científico que busca compreender o mundo dos jogos, esportes e outras práticas motoras a partir do estudo da lógica interna dessas atividades. O conhecimento praxiológico adota instrumentos e métodos para entender a lógica interna (propriedades) das atividades físicas sem, no entanto, comprometer o sentido da lógica externa (contexto ou características dos/as participantes). Qualquer pessoa que participa de um jogo ou desporto protagoniza condutas de natureza motora. (PARLEBAS, 2001 e LAGARDERA, LAVEGA 2003). A educação emocional é um processo educativo continuo e permanente em desenvolver suas competências emocionais e seu bem estar (BISQUERRA, 2003). Pretende potencializar as competências emocionais como elemento essencial do desenvolvimento integral do sujeito, com objetivo de capacitar para a vida. Tendo como finalidade aumentar o bem estar pessoal e social. Bisquerra,(2003), Goleman (2005), e Damásio (2012). O estudo sobre gênero é particularmente um tema recente, ainda corresponde o domínio da biologia na dicotomia da sexualidade masculina e feminina. Entendendo gênero como conceito plural na construção social, histórica, do sujeito na identidade como processo educativo. (SILVA, 2005; SCOTT, 1995; LOURO, 2004; DELPHY, 1991; JAEGER, 2006). Esta investigação tem como objetivo identificar e interpretar a expressão das emoções em jogos tradicionais de cooperação com estudantes universitários/as numa perspectiva de gênero a partir de analise qualitativa. O universo de pesquisa contemplou (n= 243) estudantes do 1º ano da Faculdade de Ciências do Desporto e Educação Física da Universidade de Coimbra – FCDEF – UC no ano letivo de 2011/12. A amostra dos dados contemplou 156 estudantes, 52 (33,3%) do sexo feminino e 104 (66,7%) do sexo masculino; idade de 18-40 anos, (M = 22.00) que participam voluntariamente das sessões dos jogos sociomotores cooperativos. Como instrumento de medida foi utilizado à escala GES (Games and Emotion Scale) validada por Lavega, March y Filella (2013) para identificar a intensidade emocional experimentada em cada tarefa motora. Os dados coletados receberam tratamento estatístico, através do uso de gráficos, além da abordagem qualitativa, ao utilizar o discurso dos sujeitos da pesquisa em uma análise do discurso. Os resultados comprovam que os jogos cooperativos através da lógica interna (88,6%) estimulam emoções positivas 83,3% (humor, 39,5%; alegria, 21,9%, felicidade 21,0%) promovendo bem estar social e emocional. Os jogos cooperativos ativaram as mesmas tendências emocionais na relação de gênero quanto para o masculino (positiva, 83,2%; ambíguas, 8,9% e negativas, 8,0%) quanto para o feminino (positiva, 82,2%; ambíguas, 8,7% e negativas, 9,0%). A pesquisa concluiu que através do conhecimento praxiológico é possível compreender aspectos importantes das manifestações humanas nos jogos cooperativos, como processo educativo em educar as emoções para igualdade de gênero. The driving domain presents itself as a scientific body 1981 that seeks to understand the world of games, sports and other practices motor from the study of the internal logic of these activities. The knowledge praxiological adopts instruments and methods to understand the internal logic (properties) of physical activities without, however, compromising the sense of logic (external context or characteristics of the participants). Any person who participates in a game or sport helm conducts nature of motor. (PARLEBAS, 2001 and LAGARDERA LAVEGA, 2003). The emotional education is an educational process continuous and permanent in developing their skills and their emotional well-being (BISQUERRA, 2003). You want to leverage the emotional skills as an essential component of the integral development of the subject, with the objective of empowering for life. Having as purpose of increasing the personal and social well-being. Bisquerra, (2003), Goleman (2005), and Damasio (2012). The study on gender is particularly a recent theme, still matches the domain of biology in the dichotomy of masculine and feminine sexuality. Understanding gender as plural concept in social construction, historical, subject in identity as educational process. (SILVA, 2005; SCOTT, 1995; LAUREL, 2004; DELPHY, 1991; JAEGER, 2006). This research aims to identify and interpret the expression of emotions in traditional games of cooperation with university students/the gender perspective from qualitative analysis. The universe of research contemplated (n= 243) students in the 1ST year of the Faculty of Sport Sciences and Physical Education at the University of Coimbra - FCDEF - UC in the academic year 2011/12. The sample of data included 156 students, 52 (33.3 %) were female and 104 (66.7 %) were male; age of 18-40 years, (M = 22.00 ) who voluntarily participate in sessions of gaming sociomotores cooperative. As an instrument of measure was used to scale GES (Games and Emotion Scale) validated by Lavega, Gedling y Filella (2013) to identify the emotional intensity experienced in each motor task. The data collected were statistical treatment, through the use of graphs, in addition to the qualitative approach, to use the discourse of research subjects in a discourse analysis. The results prove that the cooperative game via the internal logic (88.6 %) stimulate positive emotions 83.3% (humor, 39.5 %; joy, happiness 21.9 %, 21.0 %) promoting social and emotional well-being. The cooperative game contextualize the same trends in emotional gender relation as for the male (positive, 83.2 %; ambiguous, 8.9% and negative 8.0 %) and females (82.2 %; positive, ambiguous, 8.7% and negative 9.0 % ). The research concluded that through the praxiological knowledge it is possible to understand important aspects of human manifestation in cooperative game, such as educational process in educating the emotions for gender equality.
Description: Dissertação de mestrado em Educação Física, apresentada à Faculdade de Ciências do Desporto e Educação Física da Universidade de Coimbra
URI: http://hdl.handle.net/10316/25067
Rights: openAccess
Appears in Collections:FCDEF - Teses de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação Mestrado FCDEF Atual-1 8x a preto.pdf7.76 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record
Google ScholarTM
Check
Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.