Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/25037
Title: Variáveis sociodemográficas e familiares e sentido de competência parental
Authors: Roque, Vanessa Sofia Martins
Orientador: Santos, Maria João Seabra
Keywords: Sentido de competência parental
Crianças na idade pré-escolar
Variáveis sociodemográficas
Variáveis familiares
Parentalidade
Issue Date: 10-Jul-2013
Abstract: O sentido de competência parental, operacionalizado em duas vertentes distintas, a satisfação e a eficácia, surge na literatura como uma variável que importa considerar, no contexto de uma parentalidade positiva. A presente investigação teve como objetivo explorar o sentido de competência parental em pais de crianças em idade pré-escolar e compreender o modo como este se relaciona ou apresenta contornos diferentes em função de diferentes características individuais e familiares. Pretendeu-se também, contribuir para a caracterização psicométrica da Escala de Sentido de Competência Parental (Johnston & Mash, 1989). Participaram 199 mães/pais de crianças em idade pré-escolar (dos 3 aos 6 anos de idade), que responderam a um questionário sociodemográfico, à Escala de Sentido de Competência Parental (PSOC) e ao Questionário de Estilos Parentais (QEP; Arnold, O’Leary, Wolff & Acker, 1993). Os resultados permitiram verificar índices de consistência interna aceitáveis para a PSOC (.65 a .77). Foram observadas diferenças significativas no total da competência parental ou em alguma das suas subescalas para as seguintes variáveis: sexo e idade da criança, posição na fratria, nível socioeconómico da família e composição do agregado familiar. Obtiveram-se correlações estatisticamente significativas com as variáveis número de anos de escolaridade da mãe e bem-estar psicológico do respondente. Foram registados níveis mais elevados de competência parental, de satisfação e de eficácia na amostra do estudo, quando comparada com uma amostra de mães/pais com crianças da mesma idade, com problemas de comportamento. O estudo da relação com os resultados no QEP salientou correlações negativas e significativas entre o uso de estratégias parentais negativas e o sentido de competência parental. O estudo realizado contribui para a caracterização psicométrica da Escala de Sentido de Competência parental, assim como para o esclarecimento de algumas variáveis individuais e familiares que poderão ter impacto sobre os resultados desta escala. Foram apresentadas algumas sugestões para o aperfeiçoamento da PSOC e para estudos futuros.
Parental sense of competence, operationalized in two different dimensions, satisfaction and efficacy, appears in literature as an important variable to consider in the context of positive parenting. This research aimed to explore parental sense of competence in parents of preschoolers and to understand how it relates or has different contours for different individual and family characteristics. It is also intended to contribute to the psychometric characterization of the Parenting Sense of Competence Scale (Johnston & Mash, 1989). Participants were 199 mothers / fathers of preschoolers (3 to 6 years old), who completed a socio-demographic questionnaire, the Parenting Sense of Competence Scale (PSOC) and the Parenting Scale (PS; Arnold, O’Leary, Wolff & Acker, 1993). Results showed acceptable levels of internal consistency for PSOC (.65 to .77). Significant differences were observed in total parental competence or any of its subscales for the following variables: sex and age of the child, sibling position, family socioeconomic status and household composition. Statistically significant correlations were obtained with mother’s number of years of schooling and psychological well-being of the respondent. Higher levels of parental competence, satisfaction and effectiveness were recorded in the study sample, when compared with a sample of parents with children of the same age with behavior problems. Comparisons with the PS Questionnaire highlighted negative and significant correlations between the use of negative parenting strategies and sense of parental competence. This study contributes to the psychometric characterization of Parenting Sense of Competence Scale, as well as to the clarification of some individual and family variables that may impact the results of this scale. Some suggestions for the improvement of PSOC and future studies are presented.
Description: Dissertação de mestrado em Psicologia Clínica (Sistémica, Saúde e Família), apresentada à Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade de Coimbra
Peer review: Yes
URI: http://hdl.handle.net/10316/25037
Appears in Collections:FPCEUC - Teses de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação de Mestrado - Vanessa Sofia Martins Roque.pdf857.64 kBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.