Title: Variabilidade da frequência cardíaca, biomarcadores salivares de stress e de disfunção autonómica na obesidade infantil
Authors: Magalhães, André Filipe Santos 
Keywords: Obesidade infantil;Frequência cardíaca
Issue Date: 2012
Citation: MAGALHÃES, André Filipe Santos - Variabilidade da frequência cardíaca, biomarcadores salivares de stress e de disfunção autonómica na obesidade infantil . Coimbra : [s.n.], 2012. Dissertação de mestrado
Abstract: A obesidade e o excesso de tecido adipose tanto em adultos como em crianças estão associados à disfunção do normal funcionamento do sistema nervoso autónomo (SNA) e do eixo hipotálamo-hipófise-adrenal (HHA). A variabilidade da frequência cardíaca (VFC) está estabelecida como uma ferramenta fiável para a caraterização do equilíbrio simpático-vagal do SNA. Existe evidência crescente que suporta a imunoglobulina A salivar (sIgA), o cortisol salivar (sCort) e a alfa-amilase salivar (sAA) como biomarcadores fidedignos para avaliar a funcionamento do SNA e do eixo HHA. O objetivo do presente estudo foi avaliar a VFC e determinar as concentrações de sAA, sIgA e SCort em crianças obesas e com peso normal, bem como analisar as suas associações com a composição corporal. Um total de 50 crianças (20 com peso normal; 8 com excesso de peso; 22 obesas), entre 6-10 anos de idade (6.2 ± 1.16), de ambos os géneros (23 sexo masculino; 27 sexo feminino foram avaliadas. As avaliações incluíram variáveis antropométricas (altura; peso; IMC; perímetro cintura) e de composição corporal como a percentagem de gordura total (%MGT) e a percentagem de gordura do tronco (%MGTr) acedidas por meio de DEXA. Os níveis de atividade física foram avaliados por acelerómetria. A VFC foi adquirida por meio de uma avaliação de curta duração e analisados o rácio LF/HF e o SDNN. A saliva de repouso foi coletada e os níveis de sIgA e SCort foram determinados por técnica ELISA e a sAA por cinética enzimática. Estatística comparativa e correlações parciais ajustadas ao género, idade e maturação foram usadas. As crianças obesas apresentaram um valor de rácio LF/HF e de sIgA significativamente superior às não obesas. A %MGT e %MGTr apresentaram uma associação positiva com a sIgA, e negativamente com a sAA. Os nossos resultados sugerem uma relação entre obesidade e disfunção simpático-vagal, e que uma maior percentagem de tecido adiposo está associada a maiores níveis de sIgA e menores níveis de sAA.
The excess of adipose tissue in adults and children is associated with a dysfunction in the normal activity of the autonomic nervous system (SNA) and hypothalamus–pituitary–adrenal (HPA) axis. It is well established that heart rate variability (HRV) is a reliable tool for the characterization of the sympathovagal balance. Growing evidence supports salivary immunoglobulin (sIgA), cortisol (sCort) and alpha-amylase (sAA) as reliable biomarkers to access the functioning of the ANS and HPA axis. The aim of the present study was to evaluate the HRV and determine concentrations of sIgA, sCortisol, sAA on obese and normal weight children, as well as their association with body composition in children. A total of 50 school children (20 normal weight; 8 pre-obese; 22 obese), 6-10 year-olds (6.2 ± 1.16), of both genders (23 Males; 27 Females) were analyzed. Measurements included anthropometric (height, weight, BMI) and body composition variables as percentage of total body fat (%MGT) and percentage of trunk fat (%MGTr), acquired by DEXA. Physical activity levels were accessed by accelerometry. Heart rate variability was acquired by short term evaluation and analyzed the low LF/HF ratio and the SDNN. Resting saliva was collected and levels of sIgA were determined by ELISA and sAA by enzyme kinetics. Comparative statistics and partial correlations with gender, age and maturational stage adjustments were used. Obese children presented significantly higher LF/HF ratio and sIgA than their normal weight counterpartes. %TBF and %TF were significantly correlated with sIgA, and negative correlations between %TBF, %TF and sAA were observed. Our results suggest an association between the quantity of adipose tissue and sAA, and especially a nouvelle association with sIgA. Higher % body fat seems related to lower sAA and higher sIgA levels in children
Description: Dissertação de mestrado em Biocinética, apresentada à Faculdade de Ciências do Desporto e Educação Física da Universidade de Coimbra
URI: http://hdl.handle.net/10316/21399
Rights: openAccess
Appears in Collections:FCDEF - Teses de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Tese Mestrado - versão final.pdf217.78 kBAdobe PDFView/Open
Show full item record
Google ScholarTM
Check
Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.