Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/21223
Title: O Percurso do Mito Inesiano da Literatura ao Cinema. Exercício de Transposição Didática de A Trança de Inês
Authors: Ferreira, Maria da Glória Marques 
Orientador: Pereira, José Carlos Seabra
Keywords: Castro, Inês de, 132-?-1355; Castro, Inês de, 132-?-1355 -- cinema; Castro, Inês de, 132-?-1355 -- literatura; Faria, Rosa Lobato de, 1932-2010 -- obra; Estudos culturais
Issue Date: 20-Nov-2012
Citation: FERREIRA, Maria da Glória Marques - O percurso do mito inesiano da literatura ao cinema : exercício de transposição didática de A Trança de Inês. Coimbra : [s.n.], 2012. Tese de doutoramento. Disponível na WWW: http://hdl.handle.net/10316/21223
Abstract: O presente trabalho insere-se no contexto do doutoramento em Literatura Portuguesa (Investigação e Ensino) da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra. Assume o seu horizonte pedagógico-didático, voltado eminentemente para a vertente do Ensino da Literatura sem, porém, dispensar o travejamento teórico e analítico que a investigação literária oferece e do qual é subsidiária toda a proposta de transposição didática da obra A Trança de Inês, de Rosa Lobato de Faria, cuja análise apresentamos. Percorrer (desde a sua génese até ao momento presente) o tratamento do mito inesiano criado por historiadores e literatos e verificar as suas interpretações e recriações na arte cinematográfica – este último, um percurso inédito, reunindo num só trabalho a análise de toda a produção fílmica portuguesa – é a estratégia metodológica seguida, para desembocar na sala de aula, motivada pela inclusão do guião e da adaptação de obras literárias nos mais recentes programas de Português do Ministério da Educação. Elaborar materiais e exemplificar a sua exploração é o objetivo último deste trabalho que almeja, deste modo, prover sugestões para a utilização maximizada de diversos suportes em contexto escolar (audiovisuais, novas tecnologias, obras literárias), recorrendo a estratégias de leitura e composição de texto que transformam a sala de aula numa “oficina de escrita”. A planificação da sequência didática com que encerramos esta dissertação assenta num princípio orientador de P. Ricoeur, aquele que reitera que “ler é apropriar-se do sentido do texto”, i.e., o produto final obtido pelos alunos – a construção de um guião cinematográfico (trailer) a partir de excertos selecionados da obra de Rosa Lobato de Faria – resultará da interpretação textual que os discentes realizarem, depois de desconstruídos os significados de diferentes textos: a obra literária e, por um processo de intertextualidade, o excerto do filme Inês de Castro de Leitão de Barros. A leitura seguirá os princípios orientadores dos programas educativos, aos quais está subjacente a metodologia dos Estudos Culturais Comparativos, seguindo diferentes níveis de análise, da mais centrada na orgânica retórico-formal do texto até ao mais culturalmente abrangente. Reconhecer e estabelecer as relações intersemióticas dos diferentes códigos (literário e fílmico) dotará os alunos de competências necessárias para compreender a problemática da adaptação, de modo a que possam determinar, posterior e conscientemente, o grau de fidelidade que desejam manter (ou não) em relação à obra literária analisada, consoante a interpretação que os alunos farão do texto literário, através do estabelecimento de uma relação dialógica entre autor-texto-leitor, como advogam os postulados da Teoria da Recepção. O processo criativo em interação com os alunos reclama contribuir para a formação de leitores-espectadores ativos e críticos, capazes de (e na sequência do reconhecimento das técnicas de descodificação do cruzamento semiótico em textos de índole diversa) transpor a aprendizagem adquirida em sala de aula para outros contextos culturais mais alargados.
The present work is the final essay for the doctorate in Portuguese Literature (Investigation and Education), of the College of Arts in the University of Coimbra. It assumes its pedagogical-didactic aim, imminently moving towards the teaching educational process without, however, excluding the theoretical support of the Theory of Literature offers and from which all the didactical proposal on the transposition of the novel, A Trança de Inês (Inês’ Braid), by Rosa Lobato de Faria is formulated upon. To cover (since its genesis until the present moment) the treatment of the inesian myth created by historians and authors from Literature and to verify its interpretations and recreations in the cinematographic art – this is the first work that gathers all the analysis of Portuguese films produced on Inês - is the course taken to lead us into the classroom. We felt motivated by the inclusion of the script and the adaptation from literary compositions in the most recent programs of Portuguese by the Ministry of the Education. To elaborate material in these topics and to show how to use it are the main purposes of this work that longs for providing suggestions in order to maximized the use of different devices in the classroom (video, new technologies, literary work), appealing to students’ reading and writing skills to transform that school space into a “workshop of writing”. The planning with which we lock up this work is built upon the P. Ricoeur’s orientating principle, “to read it is to appropriate the text’s meaning”, i.e., the students’ final written work - the script (for a cinema trailer) - will be the result of their textual hermeneutics, after deconstructing the meaning of different texts: literary work, and throughout an intertextuality process, an excerpt from the film Inês de Castro by Leitão de Barros. While reading, we will apply the ministerial programs’ orientations, analyzing the text according to the Cultural Studies’ methodology, from the text’s grammar structures to the cultural features implied in it. To recognize and to establish the intersemiotic relationship between the two different codes (literary and filmic) will endow the pupils with the necessary abilities to understand the adaptation problematic, so that they can determine, further on and in a conscientious level, the allegiance degree of fidelity that they desire to keep (or not) in relation to the analyzed literary composition, throughout a dynamic relationship between author-text-reader, subscribing the Reader Response theoretical principals. The creative process in interaction with the students aims to contribute for the formation of active, critical and capable pupil-readers-spectators throughout the recognition of the semiotic decoding techniques by crossing texts of different natures and transposing the learning acquired in classroom to other widened cultural contexts.
Description: Tese de doutoramento em Literatura Portuguesa (Investigação e Ensino), apresentada à Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra
URI: http://hdl.handle.net/10316/21223
Rights: openAccess
Appears in Collections:FLUC Secção de Português - Teses de Doutoramento

Files in This Item:
File Description SizeFormat
tese - versão final (2012).pdf4.55 MBAdobe PDFView/Open
anexo fílmico - Inês de Castro (1944).mp441.79 MBUnknownView/Open
Show full item record

Page view(s) 20

470
checked on Sep 18, 2019

Download(s) 20

1,023
checked on Sep 18, 2019

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.