Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/2037
Title: DNA - Surfactant Interactions
Authors: Dias, Rita de Sousa 
Orientador: Miguel, Maria da Graça
Lindman, Björn
Keywords: Química Macromolecular; Química
Issue Date: 2004
Abstract: Neste trabalho de dissertação investigou-se a interacção entre o ácido desoxirribonucleico (ADN) e moléculas anfifílicas de carga oposta. É ainda estudada a dissociação dos complexos formados pela adição de tensioactivos de carga negativa. Foi investigada a precipitação do ADN com tensioactivo de carga oposta para diferentes concentrações de sal, temperatura e hidrofobicidade dos tensioactivos. Verificou-se que as moléculas de ADN desnaturadas precipitam para menores concentrações de DTAB do que as moléculas de dupla-hélice. Foi observada a possibilidade de dissociar os complexos formados pelo ADN-tensioactivo catiónico pela adição de surfactantes de carga negativa, originando agregados mistos de tensioactivo. Verificou-se que, usando molécula anfifílicas aniónicas com cadeias hidrofóbicas mais longas, a dissociação é mais eficiente. No entanto, não há dependência da hidrofobicidade correspondente ao tensioactivo positivo. Os resultados sugerem ainda ser possível o controlo dos agregados formados pelos tensioactivos de carga oposta, através do conhecimento do diagrama de fases. Foram estudados policatiões de tamanho médio como agentes de compactação do ADN por simulação de Monte Carlo. Os resultados obtidos mostram que o grau de compactação é determinado pelo tamanho e o número das cadeias positivas. O aumento do número das moléculas de agente compactante, ou do número de cargas neste, causa o colapso súbito da molécula do polianião. A compactação é associada com o facto dos policatiões promoverem ligações entre diferentes partes da cadeia do polímero negativamente carregado. Foi também observado que a interacção para razões de carga policatião/polianião bastante abaixo de 1, produz um pequeno grau de segregação dentro da cadeia, permitindo uma translação significativa do agente compactante ao longo da cadeia. No entanto não é necessário atingir a neutralização de cargas do sistema para obter uma apreciável compactação do polianião.
URI: http://hdl.handle.net/10316/2037
Rights: embargoedAccess
Appears in Collections:FCTUC Química - Teses de Doutoramento

Show full item record

Page view(s)

86
checked on Nov 30, 2021

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.