Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/2015
Title: Estratigrafia e sedimentologia dos depósitos do cretácio superior e terciário de Portugal Central, a leste de Coimbra
Authors: Cunha, Pedro Manuel Rodrigues Roque Proença e 
Keywords: Paleontologia, Estratigrafia e Geoistória
Issue Date: 24-Jul-1992
Citation: CUNHA, Pedro Manuel R. R. Proença e - Estratigrafia e sedimentologia dos depósitos do cretácico superior e terciário de Portugal central, a leste de Coimbra. Coimbra, Serviço de Textos SSUC, 1992, p. 262.
Abstract: Começa-se por fazer o enquadramento geográfico, geomorfológico e geológico de Portugal Central e referem-se os métodos, de observação e analíticos, utilizados. Depois descrevem-se e interpretam-se os dados resultantes das observações realizadas, respectivamente, nos sedimentos cretácicos e/ou terciários da região de Castelo Branco e da região a leste de Coimbra. Referem-se os trabalhos realizados anteriormente, definem-se as unidades litostratigráficas regionais (precisando os seus limites, conteúdo, geometria e repartição geográfica), identificam-se as descontinuidades sedimentares regionais, descrevem-se os perfis estratigráficos estudados e apresenta-se a caracterização e interpretação sedimentológica de cada unidade litostratigráfica (evidenciando as variações verticais e laterais de fácies, analisando as modificações induzidas pela diagénese, discutindo as várias escalas de ciclicidade dos depósitos em termos dos mecanismos operantes, interpretando as arquitecturas dos enchimentos sedimentares, reconstituindo os sistemas deposicionais e a paleogeografia). Os resultados obtidos possibilitam um incremento futuro na cartografia destes depósitos e um melhor conhecimento da localização e do potencial económico dos recursos regionais; de salientar a identificação e caracterização das argilas utilizáveis para fins cerâmicos (barro vermelho) e das argilas especiais (nomeadamente as ricas em caulinite, esmectite ou paligorsquite), bem como o conhecimento da qualidade e das disponibilidades em termos de inertes. Finalmente procede-se à inserção da realidade estudada no âmbito bacinal e peninsular: identificam-se e caracterizam-se as sequências limitadas por descontinuidades sedimentares regionais, comparam-se os enchimentos sedimentares das regiões estudadas com os de outras regiões da Bacia Lusitânica ("onshore e offshore"), integram-se os paleo-ambientes interpretados na paleogeografia da bacia e posicionam-se os diversos eventos num enquadramento de tectónica de placas, considerando a sua importância no contexto peninsular e estimando a influência dos controlos tectónicos relativamente a outros de larga escala (eustáticos, climáticos, etc.). Com base na definição dos episódios deposicionais e etapas tectono-sedimentares, é proposto um modelo sintético da evolução tectono-sedimentar da Bacia Lusitânica, desde meados do Cretácico.
Description: Tese de doutoramento em Ciências (Paleontologia, Estratigrafia e Geo-História) apresentada à Fac. de Ciências e Tecnologia da Univ. de Coimbra
URI: http://hdl.handle.net/10316/2015
Rights: embargoedAccess
Appears in Collections:FCTUC Ciências da Terra - Teses de Doutoramento

Show full item record

Page view(s) 5

1,158
checked on Aug 18, 2022

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.